A Mão de Urano sobre o mundo

(matéria de 14.07.2017)

O planeta URANO, na Astrologia, rege as revoluções e tudo o que opera mudanças e transformações drásticas, repentinas. Ele se relaciona a tecnologia, a Ufologia e a tudo o que tem o toque futurista. Tanto que, beirando já a Era de Aquário (porque Urano rege este signo) temos visto a escalada rápida, muito rápida, da moderna civilização no progresso e na busca pela consciência cósmica. Com certeza, são as rajadas da influência de Urano sobre o mundo.

Desde o dia 4 de fevereiro de 1962, quando os sete planetas inferiores da Astrologia, considerados os templos dos sete Anjos do Apocalipse (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno), se reuniram em um muito raro acumulo planetário no signo de AQUÁRIO, as mudanças na Terra e na sociedade começaram. O movimento Hippie, só para dar um pequeno exemplo, começou nessa época, bem como os novos estilos musicais, moda, cultura, a Era Espacial, etc, tudo solavancado pelo raio de Urano acionado por aquele acúmulo planetário no signo de Aquário.

Porém, há o outro lado da questão.
Urano também tem relação com a Revelação, a Onda dos impactos da Inovação, e também mudanças que nem sempre seguem caminhos harmoniosos. Na verdade, podem ser mudanças cheias de atropelos e terremotos morais e … literalmente, físicos.

Urano tem um ciclo zodiacal de 84 anos, e passa cerca de 7 anos em cada signo (84/12 = 7 anos).

Em 1995, o planeta URANO entrou no seu próprio signo, Aquário, 33 anos depois daquele engarrafamento dos sete planetas/anjos em 1962.
E na década de 1990 entrando no novo século, temos visto a completa mudança inserida pelo novo instrumento da comunicação, a Internet, apoiada pelos avanços da tecnologia digital. Uma mudança sem precedentes aconteceu aqui, e foi muito rápida, bem ao estilo uraniano de influência. A comunicação digital globalizada se tornou um DIVISOR DE ÁGUAS na cultura mundial, acelerando a troca de informações em quantidades impressionantes, o que no entanto não garante a qualidade das mesmas informações.

Uma nova geração têm saído desse novo estilo de vida, a famosa geração Z, totalmente adaptada aos novos rumos da existência digitalizada e informatizada.

E na rabeira dessa nova onda, seguem as tendências ao pensamento cibernético de Inteligência Artificial combinados a cultura ufológica em plena ascensão, se tornando elementos culturais praticamente familiares para todas as pessoas do planeta.

Tudo isso graças à malha energética de influências uranianas sobre as nossas cabeças… os comandos astrológicos operando sua acelerada transformação, transmutação, a composição de uma nova mentalidade que pense maior, pense em termos de consciência cósmica… essa seria a proposta positiva do raio de Urano.

Mas como sabemos, todo raio planetário é neutro, e sua influência será boa ou má conforme a natureza e disposição das mentes que ele influencia. Disso salta o pólo negativo de influências, quando então Urano tende para o lado da crueldade, da frieza e falta de humanismo, para a rebeldia e anarquia, aversão aos valores tradicionais, a tudo o que quebre regras e crie oposição a Ordem e ao princípio da Hierarquia Social e espiritual. Urano busca e inspira a liberdade, mas quando esse direito de liberdade quer ser conquistado pelo atropelo do dever, então surge a ANARQUIA. Muitos movimentos sociais em nossa Era tem inspiração anárquica. E é claro, direções fadadas ao fracasso e a auto-destruição.

A Liberdade é um direito do homem.
Mas ela vem junto com a FRATERNIDADE, o seu dever.
Liberdade sem Fraternidade é Anarquia, é rebeldia, é caos.
Não adianta lutar por liberdade sem se devotar às causas da Fraternidade. Será uma luta vã, porquanto alicerçada sobre o egoísmo, quando então todo o edifício da causa, movimento, ordem ou partido ruirão com o tempo…

Depois destas considerações, vamos avaliar mais de perto a relação entre Urano e o Apocalipse, na época em que estamos.
Urano passa sete anos em cada signo.

Depois de entrar em Aquário, sua casa, em 1995, e ficar por lá até o ano de 2002 para 2003, quando entrou em Peixes. A influência sobre a ciência e a tecnologia só aumentou em grau, redefinindo o padrão cultural da sociedade, filmes, livros, cultura, moda, estilos e até religiões foram reescritas dentro desse novo modelo.

Um detalhe significativo: no dia 3 de Maio de 2000, os setes planetas se agruparam no signo de TOURO, que significa a TERRA. Ou seja, a partir do ano 2000, influências planetárias somadas começaram a se acumular no nosso mundo. Como um ovo de energia que vai crescendo e crescendo, até o ponto de sua ruptura.
Em 2011, Urano entrou no signo de Áries, iniciando uma nova estação zodiacal de 84 anos. E o mais incrível, no dia exato em que URANO entrou no signo de Áries, que foi em 11 de Março de 2011, uma violenta Tsunami arrebentou no Japão, procedente de um forte terremoto, com milhares de vítimas… Urano já anunciava seu recado, seu anúncio… na verdade, em 2011, URANO ESTAVA ABRINDO OS SETE ANOS DE ANÚNCIOS PARA A TERRA! E este evento catastrófico foi o primeiro deles.
Outra coisa interessante: lembram-se do famoso SOM DAS TROMBETAS que tem incomodado gente de todo o planeta? Pois bem, o seu primeiro registro aconteceu no ano de 2011, em 11 de Agosto, Kiev, Ucrânia. E desde então, não pararam mais.
Então vem os cientistas dando explicações técnicas ao fenômeno, associando-o a eventos eletromagnéticos de origem solar, ou mesmo eventos intraterrestres, colocando tudo como NATURAL E NORMAL… só que, antes de 2011, ninguém ouvia e falava sobre esse assunto.
Se é tudo tão normal e natural, porque só começou a ser registrado de 2011 em diante?

Logo veio o ano de 2012, a data de fechamento do CALENDÁRIO MAIA, que nunca significou FIM DO MUNDO na concepção dos Maias, e sim, início de um longo processo de transformações planetárias, como todos nós podemos realmente testemunhar.

E Urano em Áries, o primeiro signo, signo de fogo relacionado aos Vulcões e ao fogo interior planetário, magma, núcleo incandescente, etc. Claramente podemos fazer a associação aqui, entre as comoções vulcânicas crescentes e a ação do raio de Urano. Mas Urano em Áries ainda soa em tom de trombetas, em tom de ALERTA, DE AVISO.

Os sintomas da Terra são esse aviso. Os sintomas não somente geológicos e climáticos, mas os sintomas sociais. Sim, porque Áries é regido por Marte, o deus da Guerra. É só olhar para a escala do tempo desde 2011 e avaliar o padrão político da humanidade, e a crescente tensão entre as nações, e suas crises… a relação fica evidente.

Bem,,, é verdade que muita gente não acredita em Astrologia, com base, sempre com base nos maus exemplos, no exemplo dos astrólogos de banca de jornal e dos astrólogos de mídia, dos artistas, dos negócios de carreira… falo não dessa Astrologia lixo, mas da verdadeira ciência dos magos, que sabiam com precisão compor suas alquimias pessoais com as influências siderais, bem como avaliar com precisão os destinos dos reis, das nações e das eras com base no movimento dos astros… conhecedores que já eram do Sistema Solar como uma célula orgânica coesa por forças não somente gravitacionais, mas também, psíquicas, de Ordem superior, da ordem daqueles SETE ANJOS que eram consciências operando em cada planeta, seu templo particular, lançando suas influências ao longo de seu movimento no céu e combinação com outros planetas, bem como no final e reinício de seus ciclos de tempo…

Acontece que o planeta URANO está encerrando o seu trânsito de SETE ANOS SOBRE ÁRIES… e está prestes a entrar no signo de TOURO.
Bem, e o que há de significar essa mudança de vibração uraniana?
Touro é o signo da Terra, lembram?
E Urano entra em Touro em 2018, e na verdade, já está esbarrando em Touro neste ano de 2017.
Voltemos para 1962.
Os sete Anjos planetários se reuniram em Aquário, a casa de Urano, para iniciarem o ciclo de avisos e mudanças na consciência planetária. A Era de Aquário começaria ali.
Na Verdade, uma Era astrológica, que dura 2000 anos em média, não pode começar em um só dia. Errado eu dizer que a ERA DE AQUÁRIO começou em 4 de fevereiro de 1962, ou em 1 de Janeiro de 2000. Na verdade, a Era de Aquário, como qualquer outra Era zodiacal, leva bastante tempo para ENTRAR EM VIGOR na Terra. Ainda estamos ENTRANDO NELA, desde 1962.
É importante frisar isso.
A questão das eras é devido ao fenômeno da Precessão dos Equinócios, aquele ciclo longo de 25920 anos relacionado ao realinhamento da órbita e posição terrestres com as estrelas.
Divida-se por 12 e temos aproximadamente 2000 anos para cada signo de influência. Agora estamos ENTRANDO na influência de Aquário.
(25920/12 = 2160 anos, para ser mais exato: número-anagrama de 1260, o número em DIAS do retiro da Mulher (Igreja) ao deserto, segundo o Apocalipse 12. Aliás, a imagem de uma coroa de 12 estrelas sobre sua cabeça, per si, significa UM CICLO CÓSMICO COMPLETADO NA TERRA).

Pois bem, Urano vai entrar em Touro exatamente no dia 15 de Maio de 2018, ano que vem, e há algo espantoso nesta data. Ela cai um dia após o aniversário de 70 anos da Nova Nação de Israel, definida sua nova origem em 14 de Maio de 1948. E Jesus falou claramente do ciclo de Israel em Mateus 24… que quando ISRAEL COMPLETASSE UMA GERAÇÃO (70 anos, na linguagem bíblica), todas as coisas que ele anunciou, passariam a acontecer, infalivel e inevitavelmente…

Aliás, Jesus foi muito claro ao estabelecer a linguagem dos SINAIS… a própria Parábola da Figueira e seus ramos verdes e vigorosos anunciando a chegada do VERÃO, quando o rigor climático era maior naquele país, é uma alegoria direta para o Estado de Israel quando chegassem tais 70 anos. Para maior compreensão, leia-se o capítulo 24 de Mateus na íntegra, e o capítulo 25 que lhe complementa.

Pois bem, quando Urano entrar em Touro, de acordo com estes argumentos astrológicos, o que haverá de acontecer?

Voltando ao ano 2000, quando, em 3 de maio, os sete planetas se encontraram na mesma faixa zodiacal, Touro. Serão passados 18 anos.
Agora é Urano que entra em Touro. Aconteceu fenômeno semelhante em 1962, quando os sete planetas entraram em Aquário e, 33 anos depois, Urano entrou em Aquário. Aquário representa o céu, e Touro, a Terra.
Urano em Aquário começou a influenciar as mudanças de comportamento da humanidade rumo ao progresso, à modernidade, tecnologia, Ufologia, Internet, novas religiões, etc. E os sinais nos céus e na Terra transbordaram também. Jesus fala na linguagem dos sinais, porque não define datas exatas… se bem que, pela interpretação direta da Figueira e da geração de Israel, podemos chegar num ano bastante preciso, 2018. O mesmo ano em que Urano vai entrar em Touro.

Então… se Urano em Áries, e antes de entrar em Áries, desde 1962, e mais intensamente, a partir de 2011, ao longo destes sete anos que estão para se encerrar em 2018, representou AS SETE TROMBETAS (dos sete anjos/planetas) do Apocalipse, isso quer dizer que, a partir de 2018, e já mesmo em 2017 (os sinais esperados para o Eclipse de 21 de Agosto e o Apocalipse 12 em Setembro, 23) começará o tempo das OCORRÊNCIAS, ou a imagem DAS SETE TAÇAS daqueles mesmos sete anjos do Apocalipse.

A Era das ocorrências, em sete anos, parece-me, cairá exatamente ao mesmo tempo que o famoso período profético dos SETE ANOS DE TRIBULAÇÕES PARA A TERRA, diante do qual começará o ARREBATAMENTO dos Filhos de Deus. Nesse período, a fúria dos elementos planetários, climáticos, geológicos e cósmicos se aliará à insanidade dos governantes deste mundo, os quais, influenciados pelos mesmos cordéis planetários, quais marionetes, deixarão de lado toda diplomacia e política do CORRETO, e partirão para a Guerra. Porque o signo de TOURO recebendo a energia de URANO vai se traduzir por isso, pela cristalização no mundo físico DE TODAS AS COISAS QUE FORAM ANUNCIADAS ANTES, por Urano e os Sete planetas.

Urano vai passar sete anos em Touro, e ficará até o ano de 2024/2025, quando a face da Terra estará profundamente modificada… muitos elementos proféticos se cumprirão nesta época, como a aparição das duas testemunhas de Cristo, preparando o seu retorno… como a grande Guerra prevista para destruir Israel, o Armagedon, e um grandíssimo terremoto, o maior terremoto que a humanidade já viu, que afundará parte do planeta. Isso coincide com a profecia maia, que chama a nossa era atual de 4-CABAN, que significa TERREMOTO. E que começou a decair em 2012.

Urano é um planeta de ação acelerada. Entrando em Touro, vai acelerar as coisas, todas elas, tanto boas como más. É o catalisador dos processos de influência cósmica, planetária, solar, lunar e estelar. É ele quem agita o tubo de ensaio para que as reações químicas no psiquismo do Inconsciente Coletivo aconteçam mais depressa. E não há como detê-lo, porque age no Coletivo. Não tem como escapar de sua influência, que é totalmente invisível em suas operações, atuando na raiz da própria mente condicionada pelos astros.

Mas Urano é também o PLANETA DO CRISTO, o que significa que um RAIO DE CRISTIFICAÇÃO estará atuando sobre muitas almas preparadas para ele. Um raio que eleva as notas da consciência na ascensão dos valores unificados da LUZ. Tanto que a raiz do nome URANO vem de AUR, que significa LUZ. E Urano, por extensão, quer dizer, CÉU.

Um detalhe curioso é que o planeta NETUNO, outro astro que atua sobre o Inconsciente coletivo em ciclos longos (164,7 anos) estará, em todo o período de Urano em Áries (alertas) e Touro (ocorrências) transitando sobre o signo de Peixes (entrou em 4 de Abril de 2011, e sairá de Peixes em 31 de Março de 2025, totalizando 14 anos neste signo, Peixes, que é o seu domicílio, e significa REVELAÇÕES ESPIRITUAIS debaixo de penitências em larga escala, escala planetária).

Interessante é que, no ano e época em que Urano entrará em Touro, 15 de Maio de 2018, Netuno se colocará exatamente no meio do signo de Peixes, a 15° do mesmo, a meio caminho de completar seu trânsito e entrar em Áries em 2025.

Essas são revelações de uma Astrologia em alta escala, escala de Hermetismo, escala de uma ciência que conhece as sutis relações entre os raios planetários e seus desenhos celestes com o psiquismo móvel e influenciável do Inconsciente das massas, muito antes de serem influências para indivíduos em sua faixa consciente de ação e percepção. E estas influências tocam acontecer com os planetas lentos, de Saturno para cima, Urano, Netuno e Plutão.
E o que eu verifiquei sobre as posições e influências destes astros para este período que estamos vivendo, casa-se perfeitamente com todas as profecias da Biblia e do Apocalipse, bem como com os elementos fundamentais da Cosmologia Maia-Asteca, seus ciclos cósmicos, alinhamentos e engrenagens do relógio sideral.

E para terminar, concluimos que tudo isso é mesmo um GRANDE RELÓGIO, cujas engrenagens são os movimentos dos astros, e as influências que ele emite vem destes movimentos e das combinações entre as engrenagens, quando elas se encontram, se opõem ou simplesmente concluem seus ciclos de giro ao redor do Sol… e que, no final das contas, uma Única Mão opera as engrenagens deste Relógio com Infinita Sabedoria e Precisão de quem conhece os seus efeitos a todos os prazos, curto, médio e longo… a partir do momento em que a dita Mão que move este Relógio foi a mesma que o Criou… e sendo assim, sabe perfeitamente o que está fazendo.

É com esta nota de confiança que devemos ficar, então, procurando extrair de todas estas influências as boas vibrações, cientes e também CONSCIENTES de todos os alertas emitidos pelo dito Relógio e suas trombetas, como se fossem RELÓGIOS DESPERTADORES PARA A HUMANIDADE, despertando-a para a Grande Hora que chega… e que esta Hora nos encontre limpos e puros para receber então dos céus todas as dádivas raras de TRANSFORMAÇÃO E ASCENSÃO DE CONSCIÊNCIA que o mesmo Relógio traz, este que vai significar destruição de todo o materialismo e mentira para sempre.

O fogo que destrói e purifica é o mesmo fogo que aquece e ilumina.
E tudo é uma questão de saber escolher com qual face do fogo nós queremos lidar…


JP em 06.05.2020

Comentários
Compartilhar