A loucura do ego moderno

O ego moderno, cada vez mais fortificado atrás de filosofias modernas de auto-proteção, tão cego está em sua utopia preservacionista, que é capaz de pegar todas as doutrinas da sabedoria antiga e inverter o sentido de tudo, sempre se vitimizando para fugir de suas culpas e erros.

Deus foi transformado num demiurgo maligno, que suga as forças da humanidade, e as escraviza na MATRIX ou karma, só para enganar o pobre povo. Criou com um computador gigante uma tela de eventos ilusórios (Maia) que engana as pobres vitimas indefesas.

Essas mesmas vítimas, completamente cegas, de consciência cauterizada, fugindo sempre de olharem para dentro de si mesmos e reconhecer todos e cada um dos seus erros geradores de efeitos no tempo (Karma) inventam milhões de teorias idiotas para se distrairem e nunca olharem para a direção que tanto temem:
para dentro de si mesmas.

Negam sempre a existência de erros de conduta e pensamento, e não realizando essa conexão entre o interior (alma, mente equivocada, ilusões, causas) e o exterior (karma, tempo, destino, efeitos), continuam cegas dentro dessas teorias que não as modifica em nada.

Karma como ilusão só deixa de existir quando a conduta interna é modificada, porque somente assim o exterior não produz efeitos. A própria existência reencarnante é um efeito que desaparece quando a alma alcança a suprema iluminação, eliminando as causas do sofrimento na ignorância que abriga atos e pensamentos equivocados, geradores de tudo isso.

Esses místicos moderninhos podem ter lido todos os livros, podem falar como se nunca tivessem nem dor de barriga, às vezes falam de um jeito como se já tivessem transcendido a própria morte, tamanha é a sua independência em relação às leis perfeitas do universo… mas o fato verídico permanece, o ego monstro e vitimista continua se justificando por dentro, lavando as mãos como puder de suas culpas, fingindo inocência ou desinformação quando se trata de avaliar e refletir sobre seus valores internos ainda muito negativos, maliciosos e pervertidos.

Leia também  Sobre o Tempo da Justiça Divina na Terra

O orgulho realmente os cegou.
Melhor é seguir a senda dos sábios, que disse que:
Aquele que conhece a si mesmo, abre as portas para conhecer o Universo e os deuses.

A modernidade só está pervertendo a sabedoria.
O ego se armou de intelectualismo e tecnologia da informação para aumentar as fortificações em torno de si. Está transformando o próprio Deus, suas leis eternas e sua sabedoria entregue na antiguidade em estratégias de um Inimigo declarado, tudo porque esse Ser perfeito desejou a cura da nossa alma a partir da eliminação desse ego.
Porque o ego está se tornando mutável, como um virus, e se tornando resistente a todas as vacinas e remédios que as boas doutrinas do passado tentaram lhe administrar para a cura da alma.

O pior de tudo é que nem a morte física mata o ego.
Mata só o corpo, mas esse ego maldito reencarna e volta cada vez pior nas novas gerações, mais e mais afastadas da verdade, embora no seu orgulho, pensem o oposto.
Que os antigos é que não sabiam nada, e que eles é que sabem das coisas.

O ego moderno está sendo capaz de destruir toda a ordem do Universo e de suas leis só para se manter vivo atrás da muralha de conceitos que o protegem da dissolução, porque essa dissolução acompanha cada ato e pensamento errado desse ego no sintoma da culpa. E se no passado a culpa era um aviso da consciência procurando se corrigir, hoje a culpa foi banida pelo ego encastelado na sua própria loucura.

Mas os cenários do mundo cada vez mais caótico sempre provam que todas as teorias absurdas deste ego moderno estão completamente erradas.
A realidade é outra, diferente dos livrinhos e das redes sociais onde essa turma gosta de posar de “seres transcendidos da matrix”.
E mal podem evitar a próxima dor de barriga…

Leia também  Ensinamentos sobre os chakras e mantras nos crops circles

Lamentável.
O orgulho realmente desfigurou a beleza da simplicidade da alma humana, repleta de uma sabedoria natural inata das coisas.

em 29.01.2021

Comentários
Compartilhar