EspiritualidadeUfologia

A Alquimia Setenária do Ser

(fragmentos de uma sabedoria perdida)

O nosso corpo físico é um instrumento perfeito e pronto pra ser usado nas frentes de trabalho de autoconhecimento, e descobrir todos os poderes internos latentes desse instrumento, bem como a forma de ampliá-los em todo tipo de benefício interior e exterior visando o crescimento da alma e a ascensão da consciência, tudo isso é parte essencial da didática e dinâmica muito prática do autoconhecimento, quando corpo e mente (re)integrados se tornam o perfeito instrumento de uso nas mãos do espírito que aprendeu a tocá-lo. E nisso se verificará a sua maestria, compondo novas melodias e, com elas, novos enredos de uma vida infinita a sua espera, assim que ele voltar a ser músico da Grande Orquestra chamada COSMOS.

Nós temos um vaso chamado corpo físico.
Nós temos um líquido precioso dentro desse vaso chamado Corpo Vital ou Vitalidade.

Esse corpo vital flui dentro do corpo físico em uma circulação intensa de energia vital na forma de bio-eletricidade circulante, sustentada pela circulação sanguínea, a própria fonte da vida em nós, e se o sangue é carregado de íons, não é difícil imaginar que esses íons em movimento produzam eletricidade interna ininterrupta, e enquanto há vida, e enquanto há sangue circulando, há um corpo vital pulsando dentro do vaso físico, o recipiente que temos que conservar sempre limpo e intacto, e o instrumento de sete cordas sempre afinado porque, se esse vaso quebrar ou se tornar impuro, toda essa energia se perde, e as doenças e tratamentos dolorosos ocuparão o lugar daquela disciplina de trabalho que foi rejeitada pelos maus músicos e seus instrumentos desafinados.

Pois bem,
toda essa energia vital circulante transferida para o vaso físico assume núcleos de poder, conhecidos como chakras, nome sânscrito para RODAS ou vórtices energéticos, de variadas cores e frequências que ascendem afinados pela escala musical natural (pitagórica) conforme sua posição de ligação com a coluna vertebral, em cujo interior oco correm os fios nervosos de toda a conexão entre os dois grandes terminais nervosos, superior (cérebro) e inferior (cóccix, morada do kundalini no chakra raiz da árvore pessoal da vida).

female silhouette with elements of sacred geometry and space in which meditates in the lotus position.

Cada nervo é um rio, cada plexo de nervos, um lago, e toda essa líquida circulação procede do mar de energia vital depositado no vaso físico. Uma fluidez inesgotável e incessante em todos os nossos circuitos nervosos, bioeletricidade e magnetismo nervoso em todos os pontos do corpo, explodindo em poder no cérebro, sua concentração máxima, e cada rio se conecta com outro, seus afluentes e suas nascentes, e todos vem e voltam para aquele mar vital original…

Este mar de vitalidade está depositado no profundo leito do corpo físico, e esse leito, vaso material, espaço vazio, é preenchido pelo corpo etérico, vitalidade de fundo (aquela que aparece com radiações luminosas nas fotografias do tipo Kirlian). O corpo vital gerado pela circulação sanguinea incessante, e por ser incessante, se faz viva, se faz vida.

Artigos relacionados

Esse mar é que nutre todos os rios e lagos do emaranhamento nervoso estrutural do nosso corpo físico, e o sistema nervoso é a ponte entre a mente e o corpo, entre o pensamento e a matéria… e esses rios e lagos principais criam os chakras, ou vórtices de energia em escala de luz e cor.
E se estão em escala, podem ser amplificados por ressonância externa do discipulo em meditação e prática de oração e mantra, por exemplo.

A simples operação de alinhamento e ativação daqueles sete vórtices principais (sabendo que há milhares de sub-vórtices espalhados em cada terminal nervoso) vai realizar uma alquimia setenária das cores e sons/frequências que lhes são inerentes, tudo na direção do oitavo SOM e da oitava COR.

A Oitava cor é a cor da luz, o branco, soma de todas as cores.
O Oitavo Som é o Verbo, a palavra criadora, soma de todos os sons.

Essa alquimia começa fusionando corpo e mente, fazendo a vitalidade do corpo etérico (mar) intensificar sua circulação nutridora sobre aqueles rios e lagos nervosos, os vasos, os plexos, os chakras, as glândulas,

Mas essa alquimia, toda cura, toda harmonização e realinhamento, não é ainda a META da prática, mas cria o meio, o cenário propício para que a alma no controle do vaso onde encarnou possa realizar suas verdadeiras metas, e ao curar e realinhar corpo e mente, pode realizar os sonhados e aspirados SALTOS DE CONSCIÊNCIA… e é para que eles aconteçam que todas as práticas, chaves, métodos e disciplinas do autoconhecimento foram ensinadas pelos mestres antes de nós… os peregrinos em busca de uma sabedoria perdida!

E os maiores do Universo sempre nos enviaram mandalas com todo esse contexto, já que a geometria do Heptagrama é a de caráter mais INICIÁTICO de todas!

JP em 14.03.2022

Comentários

Botão Voltar ao topo