Templates by BIGtheme NET

A Iniciação de uma Alma

 

 

Já li e ouvi muita coisa sobre a Iniciação, e tudo o que eu li e ouvi até hoje não foi exatamente das mãos ou da boca de Iniciados legítimos, com reconhecimento nas Ordens espirituais do céu, mas tão somente das mãos e da boca de estudiosos e pesquisadores dos mistérios da Iniciação e dos Iniciados… ou então de “Iniciados” que receberam suas condecorações em Ordens aqui da Terra das mãos de outros homens…

Mas, o que são as misteriosas Iniciações da Alma, e quais os seus condutores espirituais dentro da legítima evolução da consciência?

É justamente com argumentos saídos da boca de não-Iniciados que me deparo com estas conclusões e depoimentos muito pouco satisfatórias sobre o tema pois, de se uma parte, fama de conhecimentos que deixaram de ser HERMÉTICOS ao se tornarem públicos, por outro lado parecem ignorar drasticamente o processo no seu todo, desde o seu Batismo até sua consumação na morte e renascimento do discípulo eleito, aquela parte que fala das mais nobres e raras qualidades humanas destes mesmos seres humanos escolhidos, os quais não fazem o perfil exato que o senso comum e o imaginário popular costuma traçar deles.

Estes perfis geralmente desconhecem que a verdadeira aparência dos Iniciados de Deus comporta pessoas extremamente simples, por vezes até iletradas. Modéstia natural, obediência espiritual instintiva, castidade inata, algo que nunca precisaram aprender em Templo, Ordem ou Instituição nenhuma… (ao menos aqui da Terra, porque é sabido que suas almas viajam para as estrelas enquanto seus corpos dormem) e eles costumam nascer puros e santos, antes de qualquer coisa vir por cima por acréscimo.

A sua pureza e santidade é inata, não se fizeram puros e santos depois que entraram em tal ou qual Ordem terrena, e isso é factual a partir do momento que tais qualidades não podem ser ensinadas, apenas “encarnadas”.

Outra característica: Deus prova as almas que ama e quer tomar deste mundo, isso é um fato. Almas não visitadas por Deus em suas provações é porque ainda ficarão neste mundo, não serão tomadas, ainda tem algum tempo de encarnações para aprender lições essenciais de amadurecimento espiritual.

Se voce conhece alguma alma que tem essas características, não se apegue a ela, porque Deus a tomará, com toda certeza. 

Os santos ilustres do passado são um exemplo deste modelo.
É perigoso se apegar a pessoas boas e santas. Elas são de Deus, e cedo ou tarde, Deus as tomará.

Pessoas que muito sofreram em vida e, mesmo iletradas, parecem dotadas de uma sabedoria pura e natural, sem nunca terem entrado numa Instituição esotérica deste mundo, ou recebido graus, faixas, títulos, condecorações, sequer instruídas em qualquer forma de Hermetismo ou doutrina que se diz “hermética” mesmo não sendo (porque se o mundo circula esse Hermetismo, e se ele é de domínio público, já deixou de ser Hermético pela própria definição do termo).


E diante disso, reparamos que tais ilustrações ainda são uma casca da realidade.

Isso tudo o que temos aprendido nestes círculos esotéricos ainda é casca de uma realidade desconhecida chamada INICIAÇÃO DA ALMA, a começar pelo fato de que ela, a Iniciação da Alma, é conferida não neste mundo, mas nos planos ascensionados onde aqueles Agentes de Deus operam, levando a alma enquanto ela dorme para aprender em seus templos, receber seus graus legítimos e ter seus méritos e virtudes desconhecidos, ainda que neste mundo ela seja um GRANDE NINGUÉM. E GERALMENTE ELES, OS INICIADOS DE DEUS, SÃO NINGUÉM NESTE MUNDO.

Isso é quase uma regra. Deus as torna praticamente invisíveis justamente para protegê-las das garras dos reis Herodes que reinam nestes reinos materialistas, sempre procurando assassinar as Crianças de Deus.

As iniciações da alma não estão em nenhum destes lugares badalados e muito frequentados do mundo esoterista moderno. Raramente no mundo antigo haviam tais ordens legítimas, que dirá no mundo moderno, onde quase tudo se perverteu e, consequentemente, se perdeu.


O que tem de MODISMO enfiado nesses lugares, bem como vaidades místicas, é algo de inacreditável…

E na verdade, A Iniciação da Alma passa longe desses lugares.

Se a primeira regra da Iniciação é o SEGREDO, certamente que todo Iniciado precisa passar despercebido da turba, para o seu próprio bem. E também não carece que ele esteja metido em ordens de fachada espiritualista onde só existe guerra mascarada de egos querendo ser mais espiritualizados que outros, querendo ser e dar mais luz que os outros, e coisas que todos nós, acredito, já testemunhamos por aí, seja dentro de uma Igreja, de uma escola espiritualista, onde existam seres humanos agregados… de repente, pessoas se reúnem numa entidade e organizam ensino e prática de determinada doutrina, estabelecem datas e rituais e constroem um templo, achando que essa soma de fatores é o bastante para criar uma Ordem iniciática real.

É mais fácil um pastor pobre e iletrado dos campos estar sendo submetido agora pelas forças secretas da Energia divina que lhe guiam pelas veredas da Iniciação da Alma do que um mestre renomado, seguido e louvado pelo mundo, com túnicas ricas, jóias ao pescoço, coroas e condecorações de destaque!

Estou falando em Iniciação da Alma orquestrada por Deus, e não em vivências criadas e mantidas por humanos em círculos e organizações próprias!

A Energia divina, operando em segredo numa alma eleita já no seu nascimento, é o que conduz a Iniciação, e não os teatros do mundo com todas as suas formalidades e pompas.

A parte interna de muitos destes teatros é absolutamente oca. Gurus renomados, famosos e endinheirados… homens que dão para outros homens seus títulos e honras, e condecorações, e pintam seus rostos em painéis e esculpem seus nomes nas estelas comemorativas…para que seja venerado nos séculos da História, mas em esforços somados que se fazem absolutamente desconhecidos para Deus nos termos da verdadeira Iniciação.

Porque alma ninguém vê, a alma ninguém mede, o que mede a grandeza de uma alma não é a roupagem bonita e os títulos agregados a essa alma por ela mesma ou por seus seguidores e simpatizantes… , e sim, uma vida cheia de lutas, sacrifícios e vitórias espirituais desconhecidas pela humanidade, mas profundamente acompanhadas e guiadas pela Presença de Deus atuando por seus Anjos… porque ninguém é encontrado lá do lado daquele pastor humilde e pobre da choupana em seus processos solitários. Contudo, Deus está, bem como os seus anjos vigilantes… o exemplo de Jesus Cristo é bastante satisfatório aqui.

Ninguém se engane nesse ponto, os verdadeiros Iniciados de Deus são desconhecidos do mundo a partir de um detalhe fundamental: o véu do segredo cobre a sua existência dos olhos do mundo. Eles não nasceram para palcos e platéias, mas para a vigília e a oração silenciosa e modesta.

E no dia da Grande Colheita, homens e mulheres que se converteram em Anjos (este é o alvo central da Iniciação da Alma) serão levados deste mundo, de diversas partes desconhecidas e insuspeitas, porque terão sido pessoas desconhecidas e afastadas de todos em seu sofrimento particular, em seu batismo de sabedoria em cada dia, hora e minuto de sua vida a Deus consagrada, vida protegida pelas asas do Mistério… e do Grande Anjo Iniciador que voce deve saber quem é!

Serão pessoas simples, nada eruditas, nada orgulhosas, embora profundamente sábias, mas poucos conseguem filtrar a sabedoria de suas palavras e, principalmente, do seu modo de vida, porque a ação fala mais por um homem que suas palavras, tal como sabemos que é o fruto que qualifica a árvore, e não outra coisa… elas terão um entendimento farto e simples da verdade divina, a maneira das crianças, conforme a parábola bíblica.

Sua alma foi remodelada como o vaso quebrado nas mãos do Oleiro espiritual, forjadas no ferro e fogo das provações e privações que derrubam os fracos e fazem tombar as árvores sem raízes profundas, ainda que sejam belas à primeira vista…não seriam elas as crianças de Deus, que se fizeram pequeninas aos Olhos do Criador, merecendo assim o ingresso no Reino dos Inocentes?

Até que hajam entre elas pessoas ricas, ou pessoas de grande conhecimento, isso não lhes roubará a modéstia, a pureza e a simplicidade. Na Balança de Deus, elas não mentiram.

Hipocrisia é algo que desconhecem. Na Balança de Deus, lhes foi pesado ALMA.
É isso que se pesa na Balança da Justiça: Alma, a quintessência de uma vida dedicada ao Bem. E todo o resto é pura aparência, vaidade das vaidades sob o Sol, como diria o poeta do Eclesiastes.

No tempo de Jesus, os fariseus, os escribas, os graduados da Lei, cheios de arrogância de sua pretensa supremacia intelectual, se sentiam os próprios representantes de Deus na Terra, posando arrogantemente diante dos templos e determinando quem era digno do céu, e quem não era, apontando o dedo julgador para tudo e todos, exceto para si mesmos … e no entanto, Jesus condenou a todos eles por HIPOCRISIA (com poucas exceções, como foi o caso dos fariseus José de Arimatéia e Nicodemos), e voltou os seus olhos aos simples do povo, aos pobres, aos humildes, aos sofridos, e os chamou de Filhos de Deus, e declarou aos fariseus que aqueles entrariam no Reino dos céus antes deles.

Hoje, nada mudou, e raro é o ambiente místico, esotérico, espiritualista ou qualquer outro onde as mesmas guerras do ego não se repitam, e onde erudição gere orgulho e sensação de supremacia em almas fracas não-iniciadas.

Eu mesmo abandonei algumas ordens por causa da hipocrisia de muitos, estes que, por causa de muito conhecimento, começam a sofrer da síndrome do juiz, e passam a apontar o erro de todo mundo, menos o deles próprios.

A Iniciação da Alma pede pobreza, pede simplicidade, pede humildade, como dizia o Irmão Francisco de Assis, que combateu denodadamente a opulência da Igreja Católica em seu tempo. Porque a riqueza material é sedutora, e o poder corrompe facilmente.

Não se deve dar graus, riquezas e honrarias a pessoas que ainda têm ego vivo e desejos de cobiça camuflados em falsas auras de santidade. Se cobrirmos animais ferozes com mantos de ouro e pedrarias… bem, ainda são animais ferozes por baixo de tudo isso.
E por incrível que pareça, os legítimos Iniciados da Alma perdem todo o interesse por estas coisas, por estas glórias, sem qualquer esforço ou luta interna. 

É uma característica natural neles.

Por isso, Deus não confere Iniciações de alma nestes ambientes de aparência. Deus te chama na tua vida em segredo e fala ao teu coração, e ali te dará o caminho de suas Mãos. Anjos podem vir para te guiar e ensinar em segredo nos mistérios desse caminho.

Se voce quicou aqui e bateu ali nas esquinas desses grupos e se decepcionou, não perdeu seu tempo, porque aprendeu a se interiorizar e a fugir das murmurações e burburinhos para estar a sós com o teu Pai, em teu quarto, tu e Ele somente, na conversa íntima e sincera entre Pai e filho, como deve ser.
E se Ele te sorrir, dizendo que te provará como ferro, ouro e prata, não tema. Porque se assim foi com o Mestre, porque não seria contigo? Antes, dê pulos de alegria por ter sido digno de tomar parte da Obra da Cruz! Não na teoria, mas na prática de uma vida inteira de dedicação ao amor.
Fuja dos pretensos gurus da prosperidade que dizem que o Magistério da Cruz (sacrifício) é coisa ultrapassada… e que Deus quer mais é te encher de prosperidade material… será outro deus te ensinando outras coisas.. ninguém subirá ao Pai sem sacrifício, e basta lembrar que SATANÁS ofereceu toda a prosperidade material do mundo a Jesus nas tentações do deserto… infelizmente, Satanás agora posa de Deus e todo mundo abraça as mesmas prosperidades que Jesus repeliu sem desconfiar de nada…

No passado, candidatos a Iniciação eram levados às provas por mestres da verdadeira tradição em lugares afastados, em templos, em desertos, em florestas, para testar e medir a coragem, a pureza e a sinceridade dos aspirantes quando batiam ás portas do Templo. Atualmente, estas provas são inaplicáveis em nossa realidade urbana e social, pelo que os agentes de Deus as transferiram para a parte interna da vida.

Não se espante se algum dia destes eu te apontar um modesto camponês ou uma iletrada senhora, ou qualquer outra vida modesta do lado de fora aos nossos olhos, mas com uma imensa alma do lado de dentro, e nem desmaie o teu espírito se vires quão pobre e sem graça pode ser a existência de tais anjos disfarçados de gente, em seus oratórios, em seus lugares de assistência humanitária, em suas celas de penitente, em suas deficiências físicas, doenças ou obstáculos de severa limitação na vida. E não se espante se as encontrar sorrindo, porque é assim que irás encontrá-las! Enquanto que as pessoas que tem saúde e dinheiro nos bolsos de tudo reclamam!


Se nessa hora tua alma confessar vergonha diante delas, isso será bom.

Mas que essas almas têm uma tal vivência interior, uma tal simplicidade e desprendimento do mundo e das coisas materiais, uma tal nobreza e força interior diante das dores, aquelas que, no lugar delas, tu mesmo duvidarias que fosse capaz de suportar, um tal sorriso na face e uma tal leveza nos olhos de criança, e uma tal castidade blindada com aço que nem mesmo todas as tentações reunidas do Inferno podem quebrar com suas seduções… e um tal, um tamanho, um imenso e desmedido amor por Deus e obediência natural por suas leis, que nunca precisou ser ensinada em lugar algum, porque já nasceram com ela no coração… sim, de tal maneira que, no dia da passagem de uma destas almas para o outro lado, o que sobe não é aquele humilde e cansado pastor ou aquela iletrada senhora das dores da vida, e sim, um Anjo gigantesco, que será coberto por todas as glórias e honrarias do céu, ainda que ninguém tenha sequer lhe dado um centavo de valor em Terra… nem jamais ouvir falar de nenhum deles… posto que nunca foram atraentes, ricos, belos ou famosos, não nasceram em famílias abastadas e com nomes conhecidos na sociedade.. e então, foram descartados por uma sociedade hipócrita que, julgando pela casca sempre, ficou cega ao Anjo que eles carregavam no coração sob uma pesada cruz que foi toda a sua vida… mas para Deus, eles são Filhos de maior valor. Para Deus, conhecimento nunca foi sabedoria.

Porque os seus Iniciados da Alma, seus Iniciados legítimos, nunca foram forjados por Intelectualidade, mas somente por SANTIDADE.

E sem Santidade não há Iniciação, ainda que o Intelecto brilhe como ouro falso, e fale na boca coisas que não é no coração!


Solo sujo não produz flores e nem frutos.

Vida suja não gera espiritualidade. Ainda que essa vida se cubra de ouro e glórias mundanas. Pureza e humildade são as duas colunas do Templo que inicia os simples lá nos mundos invisíveis das estrelas guardiãs do sono. Sem elas, ninguém entra.

A prova estava lá mesmo, em Jerusalém dos tempos de Jesus, e enquanto os reis de Roma e os fariseus de Israel eram cobertos de louvor pelo povo, o Filho de Deus nascia numa obscura cidade, em um celeiro fétido de animais, sem que ninguém soubesse quem era ele, exceto alguns pastores que foram informados por Anjos… porque nem eles saberiam se os Anjos não lhes falassem.

Espero voltar ao meu Anjo em breve…quero beijar os teus pés… quero te adorar no santuário de tua belíssima alma… quero compreender a fonte do teu batismo de lágrimas… e seguir-te!

Porque o teu amor se fez a Luz maior da minha vida!

E é seguindo essa luz que me preparo para sair deste mundo.
Se nascer de novo é uma questão de se concluir em vida física a Iniciação de uma Alma, é preciso conhecer não a teoria que confunde, mas a Verdade que liberta… aquela que é caminho e vida, nova vida.
JP em 13.07.2019

Comentários