Templates by BIGtheme NET

A CIÊNCIA DA REGENERAÇÃO

O poder que reprograma o DNA é o espírito.
Quantas pessoas não se curaram apenas pelo poder da oração e da meditação? O que traz evolução ao DNA da raça são atitudes evolutivas da consciência.
O que involui o DNA é a maldade, é a violência, é a impureza. Já dissemos, o DNA é a ponte entre o corpo e o espírito, o fio de ligação entre o nosso psiquismo sutil e nosso instinto.
Portanto, má conduta, má alimentação, poluição, stress, vida sedentária ou acelerada demais, ira e mágoa acumulada, gula, luxúria, todo tipo de conduta desequilibrada vai produzindo choques negativos e involutivos em nosso DNA, e aqueles defeitos genéticos vão aparecendo cada vez mais nas novas gerações, doenças hereditárias que na verdade são processos kármicos que vão se acumulando e sendo projetados em combinações cromossômicas cada vez mais defeitusosas.
Besteira a ciência querer se meter aí, e na verdade, os cientistas não trabalham para o bem da grande humanidade, se trabalhassem, não permitiriam os Chemitrails no ar, para contaminar lentamente as populações do planeta, não permitiriam alimentos e drogas, ou bebidas e cigarro, ou todo tipo de substância cancerígena e degenerativa que ingerimos e inalamos o tempo todo. Não permitiriam a indústria farmacêutica, que não cura, apenas camufla doenças…  a despeito do maciço faturamento dos laboratórios.
Esses cientistas trabalham para as elites, buscam a fórmula da imortalidade para os ricos e poderosos. Muito se fala na cura do câncer, de que ela já existe e é até barata e acessível, mas as máfias  seguram tudo isso, não libera. É uma contradição pensarmos que a ciência estaria explorando o DNA para a melhoria da humanidade.
Desde Hitler se fala na busca de uma super raça de laboratório, de uma elite favorecida neste mundo, tratada à parte, enquanto a humanidade perece com suas necessidades primordiais em débito.
Falta de água, falta de comida, doenças avançando, onde estão os cientistas? E para quem eles trabalham de verdade?
Porque em vez de brincarem de Deus nos laboratórios, não saem logo com a cura do câncer ou a solução de abastecimento de água e comida dos países do terceiro mundo?
É porque a NOM quer a redução populacional.
Então os cientistas por ela financiados vão trabalhar apenas para as elites. E suas curas, proezas e milagres genéticos não serão estendidos a humanidade, como todo o resto.

Mas os Anjos de Deus entregaram aos povos de toda a Terra a verdadeira ciência da evolução do homem, porque evoluindo a consciência, o DNA evolui por efeito e consequência.
É a psíque que domina o corpo, não o contrário.
Se voce produz mudanças positivas na consciência, o DNA vai se regenerando e até despertando novas potencialidades. Pelo contrário, a vida desregrada é fator de DEGENERAÇÃO do DNA. Álcool, bebida, drogas, sedentarismo ou ritmo acelerado, stress, ira, tensão nervosa, gula, passionalidade, luxúria, tudo isso é fator de degradação do corpo e da mente, e degenera lentamente o DNA, e as novas gerações vão caindo em famílias com mais e mais doenças hereditárias, que nada mais são do que o efeito negativo da conduta desregrada das gerações anteriores.
Trabalhar com o DNA é isso, é trabalhar com o Espiritual. É pelo espírito que se melhora o DNA, é pelo trabalho com as virtudes da consciência que o ser humano pode se regenerar, sem falar nas ciências ocultas, ciências herméticas, sem falar em DAAT, a ciência proibida dos deuses na esfera da sexologia sagrada… não ESSA SEXOLOGIA CARNAL E MUNDANA, mas uma atividade não sexual, ou o sexo dos Anjos, na esfera não da carne, mas da PALAVRA… sexo dos Anjos, porque a ferramenta de criação deles não é mais a biologia dos corpos, e sim, a vibração das vozes… a chave real da regeneração do homem e na sua transformação em Anjo, em Iniciado, em Imortal, a exemplo de Jesus e de muitos outros mestres que passaram “para o outro lado”.
Só existe uma ciência que pode trazer evolução ao DNA, e ela é a ciência do espírito. Por trás do DNA está Deus, está o espírito consciente. Não se programa evolução artificialmente. E a ciência, ao fazer tudo artificialmente, mais e mais se aproxima da geração máquina ou geração robot, que todos já podem constatar no dia a dia por aí.

A geração cibernética, geração artificial. E tudo isso caminha para a combinação de engenharia genética com robótica: e veremos o nascimento do monstro cibernético.

O DNA é a ponte entre o corpo e o espírito. Quem trabalha com as chaves da energia espiritual e mental, por efeito exerce evolução do DNA. Mas quem vive a vida desregradamente, este degenera seu DNA e pior, transfere a degeneração e os defeitos genéticos para as futuras gerações.
Contudo, a pesquisa tem um aspecto positivo, o de demonstrar o modo não mecânico do código genético, e de que ele realmente responde às vibrações, às energias da mente e da palavra, e certamente pode ser reeducado, realinhado.

Cedo ou tarde a ciência perceberá que a vida é um produto não do acaso das forças, mas de inteligências seguindo as linhas finas e precisas de uma partitura escrita pelo espírito inteligente e consciente que habita o homem. O importante é conduzir a ciência com consciência.
O importante é usar o conhecimento como ferramenta de avivamento espiritual, e não de negação. O segredo da atração é realmente este, o de descobrir o poder ingente que habita nas profundezas mais desconhecidas da matéria que nos reveste, e fazê-lo acordar, despertar e trabalhar em favor da consciência e não do materialismo, coisa que, na prática, não vemos a ciência oficial, de feição ateísta, realizar.

E que a tecnologia não nos seduza ao ponto do esquecimento de que ela nunca poderá fazer o papel de Deus em nossas vidas. Há muito mais tecnologia natural numa pequenina flor que desabrocha na montanha mais afastada do que no maior e melhor computador da Terra, em qualquer tempo em que ele seja criado.

Ter essa compreensão e explorar a tecnologia viva é a chave para nos aproximar do operador dessa mesma tecnologia viva e natural,
o espírito real e a inteligência invisível que nos comanda.
JP em 27.01.2019

Comentários