MistériosSem categoriaUfologia

Tribo indígena do Brasil afirma que a Terra é oca e que há moradores em seu interior

E se a “Viagem ao Centro da Terra” no clássico de Júlio Verne fosse realmente verdadeira? E em algum lugar um novo mundo estava esperando para ser explorado um lugar onde de alguma forma alguns e diferentes seres vivos habitam as profundezas do nosso planeta um lugar onde não se conhecia a existência de culturas e civilizações antigas e que ainda existem hoje?


Os índios das tribos Lakota, Sioux e Hopi sempre falavam de seus encontros com o “Povo Formiga”, seres misteriosos que lembram os “alienígenas cinzentos” de hoje que ocasionalmente saíam das cavernas, das cavernas conectadas com a Terra Oca para se unir e comer junto com o povo das tribos indígenas.

Até os índios Macuxi que vivem na Amazônia ou em países como Brasil, Guiana e Venezuela, segundo suas lendas seriam descendentes dos filhos do Sol criador do fogo e protetor das doenças e do “interior da Terra”.


Os Makuxi têm sofrido o roubo de suas terras com terrível violência desde os primeiros dias da colonização, ocorrida no século XVIII.

Apesar das repetidas tentativas de despejo eles conseguiram permanecer em suas terras ancestrais.
As lendas orais falam de uma voz falada pela Terra e que até 1907 o povo Macuxi adentrou uma espécie de caverna atraída por uma voz e viajou por 13 ou 15 dias até chegar ao interior do planeta local localizado “desde ‘outra parte do mundo no interior da terra ” onde descobriram criaturas gigantes e vivas com cerca de 3-4 metros de altura.


Segundo os macuxi, esses gigantes ficaram com a tarefa de fiscalizar a passagem em frente à entrada e impedir que estrangeiros entrassem na “terra oca”. Outras lendas dizem os Macuxi, falam de pessoas que entraram na caverna misteriosa por três dias onde encontraram os gigantes ambulantes dando passos de cerca de 1 metro a cada vez.

Após o terceiro dia eles deixaram suas tochas para trás e seguiram sua jornada “dentro” da Terra iluminada pelas luzes que já estavam presentes nas cavernas afixadas nas paredes. Lanternas gigantes do tamanho de uma melancia tão brilhantes quanto o sol.

Após 4 a 5 dias de viagem as pessoas que viajavam para a caverna começaram a perder peso e massa corporal permitindo que se movessem muito mais rápido.


As lendas dos Macuxi contam que após 5 dias dentro das cavernas eles passariam de enormes cavernas cujos telhados nem eram visíveis para uma das câmaras dentro do sistema de cavernas onde quatro objetos “parecidos com o sol” podiam ser vistos tão brilhantes e cintilantes que eram impossíveis de ver cujo propósito era desconhecido na aldeia Macuxi.

Dentro da Terra, havia lugares onde as árvores eram capazes de produzir alimentos. Os Macuxi disseram que se alimentaram de frutas de caju, carvalho, manga, banana e algumas plantas menores, mas só depois de 6-7 dias de caminhada dentro da terra isso foi possível.

Quanto mais os Macuxi se mudavam para a Terra maiores eram as áreas de vegetação que eles observavam e descobriam. Mas nem todas as áreas eram verdes e prósperas. O povo Macuxi dizia que alguns lugares eram e são extremamente perigosos e devem ser evitados como aqueles com pedras quentes e riachos “azoges” (quentes e ácidos).

As lendas orais dos Macuxi continuavam dizendo que depois de passar por essas câmaras gigantes eles haviam passado metade da viagem e que deveriam se mover com cautela pois havia a possibilidade de encontrar o misterioso “ar” que poderia fazer as pessoas “voarem. ou flutuar ”ao redor.

Continuando a jornada eles chegaram a um lugar dentro da Terra onde habitavam os gigantes. Lá, os exploradores Macuxi comiam ao lado dos gigantes alimentando-se de maçãs do tamanho de cabeças humanas, uvas do tamanho de um punho humano e deliciosos peixes gigantes capturados pelos gigantes e dados aos Macuxi como presentes.
Depois da escolta com a comida gigantesca oferecida aos exploradores Macuxi eles estavam prontos para ir “para casa”, prontos para o mundo “exterior”, ajudados a ascender pelos gigantes do mundo interior.

Os Macuxi são considerados os “guardiões protetores” do submundo, guardando a entrada para o interior da Terra e suas lendas falam de uma terra no interior da Terra que está repleta de poder e riqueza incríveis.

Essa lenda, é claro é considerada por muitos apenas uma narrativa outra história ancestral. Mas para os Macuxi essa “lenda” era e é real uma espécie de marca histórica onde eram vistos como protetores da entrada dos exploradores britânicos que vinham à Amazônia em busca de ouro e diamantes proibindo-os de se aventurarem nas cavernas onde alguns não voltaram nunca mais.

Desde o último encontro com eles os gigantes seu compromisso não foi cumprido os Macuxi disseram que seriam punidos por não respeitarem suas obrigações e as “lendas” dos gigantes que desapareceram ao longo dos anos.

Isso poderia ser apenas mais uma lenda? Ou há algo mais misterioso sobre a tribo Macuxi e suas lendas?

Lendas que são transmitidas em muitas civilizações e culturas antigas ao redor do mundo dizem que a Terra Oca realmente existe.

A existência de criaturas gigantes que povoam nosso planeta é outro fato presente em dezenas de culturas antigas ao redor do mundo presente até em textos religiosos como a Bíblia. É possível que as lendas Macuxi sejam reais e que em algum lugar da Amazônia haja uma entrada para o interior da Terra?

Comentários

Botão Voltar ao topo