Prepare-se! Calor recorde para o verão brasileiro

El Ninõ, o fenômeno que leva o aquecimento da superfície do Oceano Pacífico mudando as correntes de ar, alterando eventos climáticos em várias partes do mundo, está atuando nesse momento.

“A covid-19 aumenta o risco das ondas de calor”, afirmou a porta-voz da OMM, Claire Nullis, assinalando que os idosos já não poderão sair de casa e estar durante os períodos de mais calor em lugares com ar condicionado como centros comerciais, ou outros espaços públicos.

calor rj - To no Cosmos

Até mesmo fora do verão, os termômetros no Rio de Janeiro costumam mostrar elevadas temperaturas.

Segundo o site BBC, o próximo verão promete ser um dos mais insuportáveis de todos os tempos no Brasil, com as temperaturas ultrapassando facilmente os 40ºC por vários dias seguidos nos locais tradicionalmente mais quentes, como Rio de Janeiro, Piauí e Tocantins. Meteorologistas afirmam que os termômetros podem registrar calor até 4ºC acima da média.

calor mangueira - to no cosmosNão é apenas de combate aos desmatamentos que os ativistas tanto falam que a Natureza em geral precisa da colaboração do homem. A Natureza á a Mãe de tudo e todos, é muito mais do que isso. Não adianta plantarmos árvores mas jogarmos papel de bala, cigarro ou outra coisa do tipo no chão. Do que adianta falarmos de sustentabilidade se não somos capazes de enxergar a Natureza que é viva ao nosso redor?!

O gráfico abaixo é da comparação da do fenômeno EL Niño nos anos de 1997 e 2005. O aumento do aquecimento das águas do Oceano Pacífico provocando grandes mudanças climáticas é enorme. (Clique aqui para assistir o vídeo)

El niño - To no Cosmos

O cálculo é bem fácil, quanto maior for o El Niño isso resultará simplesmente em um verão muito mais quente. A temperatura global elevou cerca de 0,8º celsius, e até o fim do século esse número pode aumentar para 5º Celsius, segundo o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climaticas).

O calor é tanto, que entre meio-dia e Às 15h fica praticamente impossível a prática de exercícios físicos.

corais protetos solar - To no CosmosAh, não podemos esquecer do filtro solar, certo? Bem, certo, mas recentemente muitos médicos e especialistas têm debatido a questão do uso do filtro solar. Os produtos químicos existentes nos protetores solares não só não conseguem proteger eficazmente contra todos os raios solares, como também têm efeitos tóxicos para os seres humanos, os cursos de água e a vida aquática.  O melhor conselho dado por eles, é eliminar os protetores solares e adotar uma dieta rica em antioxidantes, e claro, evitar o contato direto com os raios solares sempre que possível, das 10h e 11h às 16h e 17h, de acordo com o horário de verão.

A imagem acima é de um estudo feito pela EHP (Environmental Health Perspectives), publicado em 2008, que demonstra que o efeito químico dos protetores solares matam os corais.

Alguns conseguem suportar o insuportável calor em plena praia lotada.

Em 2013, nevou no Egito, o que não acontecia há mais de 100 anos, e também na Guatemala, devido as mudanças climáticas. Tanto o calor quanto o frio se tornam mais extremos, o que é principalmente o resultado das atitudes humanas. Os chamados especialistas já não sabem bem o que fazer, pois a situação está fora de controle.

Então antes de se queixar do calor, lembremos do papel de bala, do lixo jogado na rua ou no oceano. Nenhum ar-condicionado proporciona uma natural brisa fresca. 😉

Comentários
Compartilhar