Os salvadores peixe nas tradições da Igreja Católica

A mitra (do grego cinta, faixa para a cabeça, diadema) é uma insígnia pontifical utilizada pelos prelados da Igreja Católica, da Igreja Ortodoxa e da Igreja Anglicana, sejam eles: abades, bispos, arcebispos, cardeais ou mesmo o Papa.

Muita gente já notou a semelhança entre a Mitra papal (essa espécie de chapéu em formato de cabeça de peixe) com a imagem de antigos deuses sumérios e babilônicos, que eram humanos híbridos com peixe, e chamados de Instrutores.

Aliás, o peixe é um símbolo evidente na atividade messiânica de Cristo.
O pescador de almas. O Peixe é o símbolo do próprio messianismo de Cristo.

O Sacerdócio entregue a Pedro é a base da Igreja Católica, que transformou os Sacerdotes ou Pontifices (fabricantes de pontes entre Deus e o homem) em extensão daqueles missionários salvadores dos primórdios, pescando almas pelas redes do conhecimento espiritual legítimo. Essa é a única associação pertinente entre a Mitra Papal e os seres peixe da Suméria.

Mas então, vem aquela dúzia de entendidos, e só por causa dessa associação, transformam o Papa na Besta do Apocalipse.
Anunnaki demônios? E lá vamos nós.

Quem conhece a cultura dos Dogon da África, sabe que ela se alinha com precisão com as mitologias sumérias, especialmente em relação aos seres peixe, que os Dogons chamavam de NOMMOS, os Instrutores Peixe, aqueles que trouxeram a sabedoria das estrelas para o mundo.

Como Enky, deus das águas e da sabedoria, também representado por peixes, estes seres eram como Anjos iluminando o mundo em sua juventude.

Então, veio a Igreja, pegou estes símbolos, caiu em corrupção (como todas as outras religiões) e a humanidade descontente e desapontada transforma, por associação mecânica, os seres peixe salvadores dos primórdios em demônios.
Mas não enxerga onde os verdadeiros demônios habitam, no ego humano projetando demônios em toda parte à sua volta… tudo para fingir que não vê o demônio dentro de si mesmo.

Leia também  Simbologias bíblicas da Igreja

Não é com essa lógica egocêntrica que se haverá de alcançar a iluminação da Verdade que liberta.
Não são os deuses que são demônios.

Demônios são os humanos, e no que os humanos estão se tornando ao se rebeleram contra os deuses… aliás, como foi no começo, com aquele grupo de Anjos que resolveu se rebelar contra Shadai-Adonai, o Todo Poderoso Senhor do céu e da Terra… estes são os infiltrados e os que estão inspirando a mente humana em toda forma de ignorância que produz sofrimento e mais ignorância, e mais sofrimento.

O ego humano é o pior demônio que existe, deturpando sempre que pode a verdade a favor de si mesmo e de seus pecados convenientes…até Jesus Cristo tem sido transformado em demônio por certos “doutores do absurdo”… para ver em que ponto chegamos.

JP em 26.12.2020

Comentários
Compartilhar