O gigantesco símbolo sagrado do Sri Yantra no deserto que ninguém explica – só os UFOs

Na verdade, é um “Desert circle”, sulcado nas areias do deserto com absoluta precisão e simetria nos traços, apesar de seu enorme tamanho.
Algo que nos faz lembrar as linhas de Nazca e suas finalidades de “visualização aérea”, da mesma forma como funciona com os modernos crops circles.

Sri Yantra – gravura aparece no leito seco do lago Oregon

Um mistério que é belo, mas muito surpreendente, nas últimas duas décadas, tem havido muita especulação sobre a origem da raspagem da terra do Sri Yantra de 1990 que apareceu em um leito de lago seco e remoto no Oregon, perto da fronteira de Idaho.

Assim que a descoberta foi relatada após avistamentos objetos luminosos na região, alguns supostos autores humanos reivindicaram a obra, mas sem apresentar provas.

De modo que o mistério nunca foi solucionado.
Curiosamente, do outro lado do mundo, começava o fenômeno crop circle na Inglaterra no formato de inéditos pictogramas com mensagens inteligentes, a maioria comportando o padrão 11-11.
A imagem abaixo foi a primeira de todas elas, datada de 23.05.1990.

Onde e quando foi a descoberta de Sri Yantra no leito seco do lago Oregon?

Uma Mandala Hindu antiga muito grande e perfeitamente formada, chamada Sri Yantra, foi descoberta inscrita no leito seco do lago por um Piloto da Guarda Nacional Aérea em um treinamento Normal executado a partir de uma base perto de Boise, Idaho.

Esse símbolo media um quarto de milha de comprimento e consistia em mais de
21 km de linhas gravadas na terracom profundidade de 3 ”- 10”(polegadas).

Nenhuma pista humana ou de pneu foi encontrada em qualquer lugar perto do local. Um grupo de 5 artistas de Iowa assumiu a responsabilidade pela aparência do símbolo, dizendo que esculpiram todo o design com um cultivador de jardins durante um período de nove dias.

No entanto, nenhum outro piloto ou qualquer outra pessoa relatou ter visto o projeto em qualquer estágio da construção. A análise da linha da formação indicou que o material do solo sulcado havia sido removido,

A exata localização foi dada por Lieutenant Bill Miller do 190 º Esquadrão de Reconhecimento tático, que imediatamente relatou os detalhes do que ele tinha visto às autoridades – um glifo de 13,3 milhas de linhas de cerca de um quarto de milha de largura e comprimento esculpido com extremamente difícilculdade no leito seco de um lago na bacia de Mickey, localizado ao sudeste das montanhas Steens, no deserto de Alvord, a 70 milhas da cidade de Burns, no Oregon.

Uma milha terrestre equivale a 1.609,344 metros ou 1,609344 quilômetros.
O objeto tinha 13,3 milhas de linhas sulcadas (21,4 quilômetros) e um quarto de milha de largura/comprimento (400 metros de largura e comprimento).

Por algum tempo, esse evento foi tratado com a confusão de arranhões sem sentido dos veículos de passagem. As investigações no terreno porém revelaram que não haviam vestígios de veículos ou de intervenção humana.

Imagens comparativas entre o Sri Yantra hindu e o Som de OM (mantra) num tonoscópio, que transforma vibrações em padrões de linhas geométricas)

A notícia espalhou-se rapidamente de que se tratava de um evento extraterrestre. O evento foi debatido por muito tempo e também se espalhou o boato de que um homem chamado Bill Witerspoon o havia criado como uma obra de arte.

Mas nada foi confirmado.

Essa tendência continua até hoje, a saber, humanos assumirem indevidamente a autoria destes agroglifos, crops circles ou desert circles sem PROVAR NADA, sabendo que Aliens não virão aqui cobrar os direitos autorais.
Pelo menos por enquanto…

O Dr. Deardoff, professor de pesquisa emérito do Departamento de Ciência Atmosférica da Universidade Estadual do Oregon e colega de Newman e Alan Decker, compilou os detalhes de suas investigações e encaminhou a história para a UFO Magazine, uma revista britânica dedicada ao assunto de objetos voadores (OVNIs) e vida extraterrestre.

O Dr. Deardoff escreveu em sua história de investigação na qual o governo não foi capaz de dar uma explicação razoável do glifo desse tamanho, numa súbita aparição indetectada em um local desolado, que era constantemente patrulhado pela Guarda Aérea Nacional de Idaho, conforme sua pesquisa .

Nenhuma conclusão concreta foi dada sobre como um glifo de tamanho enorme surgiu por conta própria, embora houvesse reivindicações de Bill witerspoon.

Não foi possível obter respostas, nem pelo governo nem por cientistas, pelo aparecimento repentino do Sri Yantra no deserto remoto dos Estados Unidos.

Veja o vídeo com o registro do magnífico “desert circle”, ele dá uma noção do tamanho do objeto

O Sri Yantra

“O Sri Yantra , Sri Yantra , ou Sri Chakra é uma forma de diagrama místico (yantra) utilizado no Sri Vidyâ escola de Hinduísmo. Consiste em nove triângulos entrelaçados que cercam um ponto central conhecido como bindu . Esses triângulos representam o cosmos e o corpo humano.
Por causa de seus nove triângulos, Shri Yantra também é conhecido como Navayoni Chakra”.

Sri Yantra

Além da concepção mística, me proponho aqui a analisar a concepção cosmológica dessa Mandala antiga.

Esta mandala, como todas as mandalas de contexto cosmológico, mostra o Universo limitado em quatro quadrantes, e sua geometria emana de um centro geométrico que se espalha para duas direções (o dualismo cósmico), numa grade vibratória representada por unidades triangulares, pequenas, médias e grandes, numa clara escala fractal de ressonância entre os diversos sistemas do Universo entrelaçados.

O Yantra mantra ou Shri Yantra é uma ilustração genérica que explica o funcionamento de qualquer mantra, oração, palavra ou mesmo pensamento sustentado com base no conjunto de vibrações que eles produzem, se convertendo numa matriz criadora pessoal (o três significa Criação, na leitura mística do Universo).

E quando o praticante insere sua consciência individual num plano de expansão mental e vibracional para outras dimensões, conectando-se com outras mentes no Macro Universo, ele reproduz o Yantra Mantra em sua geometria básica, fortemente associada a OM (AUM).

Porque Shri significa riqueza, prosperidade, abundância, e Yantra, instrumento ou mecanismo.

Um instrumento a ser amplamente usado como recurso nas meditações e visualizações e que promete abundância e prosperidade espiritual em todos os trabalhos, e por efeito, prosperidade material, embora não seja ela o alvo, apenas consequência…

É também chamado YANTRA MANTRA, cuja tradução completa o sentido final:

YANTRA (sânscrito): instrumento, mecanismo
MANTRA (sânscrito): controle da mente

E mais uma vez, alienígenas muito interessados no despertar da humanidade através da exploração dos poderes da mente, entregando-nos um conhecimento que, muito antigo, se torna mais e mais esquecido e deturpado na era moderna, para prejuízo da consciência coletiva, cada vez mais adormecida pelas manobras do sistema vigente.

JP em 03.07.2020

Veja também:


Comentários
Compartilhar