O Colapso do Tempo

Pense comigo: se o tempo é uma dimensão de energia, como o espaço (x, y, z), e se estamos nas bordas de um final de Grande Ciclo, qual o impacto disso sobre os elementos, até então, estáveis, dentro de um sistema (nosso planeta, sistema solar) que marchava harmoniosamente?

Quando olhamos o universo à nossa volta, e constatamos um distúrbio generalizado em tudo, clima, Sol, magnetismo terrestre, natureza, e até na psique coletiva, temos que nos lembrar que, por trás de tudo isso, o que realmente está operando para desestabilizar tudo é o fator tempo como energia.

Tempo é energia em movimento.

E se estamos de fato no final de um Grande Ciclo Planetário, os impactos dessa “desconhecida lei” pela ciência vigente estão se fazendo sentir.
Porque quando o relógio da natureza salta da meia-noite para o dia seguinte, ela não estará apenas mudando os ponteiros de posição.
Ela estará rearranjando todos os elementos numa nova configuração para iniciar um novo ciclo.

Um exemplo cotidiano?

Todos os dias, quando o Sol se põe, quantos elementos mudam no cenário à nossa volta?
Começa a escurecer, começa a esfriar, os ventos mudam de direção, os animais se recolhem, veja quantos elementos modificam sua configuração em relação ao ciclo do dia que acaba de terminar.

Agora, considere esse ciclo ou “dia” durando alguns milhares de anos?
Não deveriam haver vários elementos globais mudando da mesma forma a sua configuração, marcando de fato que o grande ciclo terminou?

Então, quando olhar a sua volta e reparar que todos os elementos visíveis estão alterados, perturbados, lembre-se de que a causa é um vórtice invisível chamado TEMPO que acaba de entrar em fase de transição entre dois ciclos, o que terminou e o que está começando… e se o tempo e o espaço marcham juntos, quando o tempo se alinha nas bordas de um grande ciclo que termina, esse espaço contíguo ao tempo e que abarca nosso mundo também sofrerá um colapso, e com isso, todos os padrões de energia dentro desse sistema irão colapsar gradualmente por sua influência.

Porque é o tempo que se aplica sobre o espaço de três dimensões.
É o tempo que comanda todos os mecanismos de energia dos sistemas inseridos no espaço.
E quando ele se alinha num término de ciclo, começa a destruir tudo para reconstruir tudo.
Tempo, esse agente invisível e que, na realidade, nem existe como passado e futuro (referenciais da nossa mente), é na verdade o grande artífice da Criação.
O Gênesis simbolizou esse grande agente em Seis Dias, e chamou o final dos ciclos de SÉTIMO DIA.
Ou Shabat.

A Terra está entrando no grande Shabath… e toda a vida, perto de ser extinta (ou reciclada).
Porque, para quem não sabe, o termo “Shabath”, traduzido no hebraico como o Sétimo (dia), o nosso Sábado, procede do verbo paralisar, cessar, por fim…

JP em 26.09.2020

Comentários
Compartilhar