Ufologia

Ex-chefe de segurança espacial afirma: “Aliens existem e fizeram acordo com os EUA”

O ex-chefe da segurança espacial de Israel Haim Eshed afirmou em recente entrevista que os alienígenas existem, mas que a informação ainda é mantida em segredo porque a humanidade não está pronta para receber tal notícia. 

A revelação foi feita durante uma conversa entre o general aposentado e um dos maiores jornais israelenses, o ‘Yediot Aharonot’. Eshed, que esteve à frente do diretório espacial do Ministério da Defesa de Israel por 30 anos e recebeu três vezes o Prêmio de Segurança de Israel, declarou que esperou tanto tempo para falar a verdade sobre os ET’s porque seria ridicularizado e considerado louco há algum tempo atrás. 

No entanto, conforme Eshed, os pesquisadores e acadêmicos têm mudado seus posicionamentos nos últimos anos e, além disso, aos 87 anos, ele já não tem mais nada a perder por falar sobre os extraterrestres

“Se eu tivesse dito o que estou dizendo hoje, cinco anos atrás, teria sido hospitalizado. Hoje já estão falando diferente. Não tenho nada a perder. Recebi meus diplomas e prêmios, sou respeitado nas universidades do exterior, onde a tendência também está mudando”, declarou o ex-chefe da segurança espacial de Israel Haim Eshed. 

Alienígenas e a Federação Galáctica

De acordo com o aposentado, Israel e os EUA têm lidados com os extraterrestres há anos. Inclusive, os dois países fazem parte, junto com outras inúmeras raças que existem no espaço, da Federação Galáctica. Uma aliança formada para evitar e contornar desavenças entre seus membros. 

A cooperação dos humanos com os alienígenas inclui até uma base subterrânea da Federação Galáctica em Marte, onde há representantes americanos e extraterrestres

Humanos e alienígenas trabalham juntos em Marte. (Foto: Pixabay)

Ainda segundo Eshed,durante seu governo, Donald Trump teve ciência de toda colaboração com as raças espaciais e esteve prestes a revelar o segredo ao mundo, mas foi impedido pela Federação Galáctica.Já que os ET’s acreditam que admitir sua existência para a humanidade sem ela estar pronta, causaria apenas uma “histeria em massa”.

Para eles, antes disso, é necessário que a população terrestre evolua e alcance um estágio que a permita compreender melhor o universo. 

“Eles [alienígenas] têm esperado até hoje que a humanidade se desenvolva e chegue a um estágio em que possamos entender, em geral, o que é espaço e nave espacial”, disse.

O general também afirmou que alienígenas têm visitado a Terra com permissão dos EUA:

“Há um acordo entre o governo dos Estados Unidos e os alienígenas. Eles assinaram um contrato conosco para fazer experimentos aqui”, garantiu.

Fonte

Comentários
Compartilhar

Botão Voltar ao topo