ALERTA – Ciclone Bomba impactará o Sul e o Sudeste do Brasil

Uma ciclogênese (o desenvolvimento ou fortalecimento de uma circulação ciclônica na atmosfera) explosiva que impactará o Sul e parte do Sudeste do Brasil entre esta terça e a quarta-feira. O episódio trará chuva intensa para parte da região, tempestades isoladas e muito vento.

O episódio também conhecido como “bomba meteorológica” ou “ciclone bomba” ocorre quando a pressão atmosférica no centro de um ciclone cai em média 1 hPa por hora em 24 horas, ou seja, no mínimo 24 hPa em 24h. 

É exatamente o que se espera ocorrerá entre o Sul do Brasil e o Atlântico entre esta terça e a quarta-feira. Veja no mapa que o modelo alemão Icon, disponível ao assinante na seção de mapas, projeta 1.001 hPa no centro da baixa sobre o Sul do Paraguai na madrugada desta terça, mas 24h depois, na madrugada de quarta, a baixa pressão já como ciclone formado estará com 976 hPa sobre o Atlântico, uma queda de 25 hPa em 24h.

Esse tipo de fenômeno, ciclone bomba, é comum no inverno e sempre ocorre no Norte da Europa e no Nordeste dos Estados Unidos, onde recebe o nome de Nor’Easter. Aqui no Atlântico Sul é mais comum em latitudes mais ao Sul do que vai se formar agora, comumente a Sudeste do Rio da Prata, na costa da Argentina ou no cinturão de baixas da Antártida. São estes ciclones que “sugam” ar muito frio e trazem queda de temperatura. Por isso, esfriará muito na quarta-feira. 

A MetSul Meteorologia alerta que esta ciclogênese explosiva trará chuva forte e volumosa para a faixa central do Rio Grande do Sul, inclusive Porto Alegre e região, e a Metade Norte gaúcha nesta terça.  Será responsável ainda por temporais fortes a severos em Santa Catarina e no Paraná durante esta terça. O efeito maior, contudo, será um um episódio significativo de vento no Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

Observação:

Aviso dos círculos na praia de Cidreira, RS, após intensa atividade ufológica na região?

Seriam avisos antecipados sobre este tal CICLONE-BOMBA que vai atingir o Rio Grande do Sul nesta terça feira, 30 de junho.
As marcas foram feitas na praia semana passada, e lembravam ondas sísmicas, como eu notifiquei.
E essa possibilidade de simbolos alienígenas falando de catástrofes naturais já acontece há um bom tempo nos crops circles ingleses. Essa parece ser uma de suas finalidades.


Compare a imagem dos círculos na areia de Cidreira com as imagens aéreas do ciclone bomba chegando justamente nas praias do Rio Grande do Sul.
Compare como as figuras parecem estar numa sequência que termina nesse grande círculo-espiral da imagem, exatamente como um ciclone se formando e aumentando enquanto caminha pelo oceano.
Coincidência?
Alertas ao mundo, ao mundo incrédulo.
Vamos esperar pelas próximas horas para ver o que vem por ai…
Meu conselho é: nunca deboche antes de esperar pelo dia seguinte.

JP em 30.06.2020

Fonte

Comentários
Compartilhar