Templates by BIGtheme NET

Simbologias bíblicas da Igreja

De modo geral, todas as Igrejas fazem o oposto do que Cristo ensinou. As Igrejas Evangélicas também estão indo contra o Ensinamento, especialmente no tocante as riquezas mundanas, e muitas instigam a cobiça ao invés da caridade, e a posse material em vez do desapego.
A questão das sete colinas, se observar o Apocalipse 17, ali se declara que se trata não do Vaticano, e sim do mundo inteiro. O próprio Livro de Enoque fala da visão dos sete montes, ilustrando todo o mundo, num tempo em que Roma sequer existia no mapa.

Satanás se escondeu em toda parte.

O Vaticano não é a morada exclusiva de Satã… tem seus crimes, mas que Instituição, religiosa ou não, não os tem?

Na leitura da Bíblia e mesmo segundo a Cabala, sete quer dizer universalidade. Note que todo o Apocalipse é cifrado no setenário: sete anjos e toda a ação setenária deles procedente, significando a Totalidade. Não faz sentido chamar o Vaticano isoladamente de Rameira ou Donald Trump de Anticristo. São interpretações erradas, imperfeitas, aliás, como toda profecia está sujeita. Principalmente o intrincado Apocalipse.

A questão das vidas passadas, sei que colide com as crenças cristãs, embora isso esteja contido no acervo do conhecimento da Bíblia não declarado. Aquela parte hermética, oculta, cifrada. Ela pode ser conferida em Jó, por exemplo, um tratado de alquimia antiga (fala até na Fênix) e nos provérbios, entre outras partes. Mas está cifrada.

A transmigração das almas não é crença, é lei reguladora da evolução. Não pode-se evoluir em uma única vida. E as vidas que vieram antes de Jesus Cristo? Segundo a própria definição da redenção em Cristo, como se redimirão por exemplo Salomão, Davi e os homens que nasceram antes dele? Como poderão ser batizados pelo Evangelho Novo se não retornarem?

Como Deus poderá julgá-los de acordo com a Verdade de Cristo se eles nunca a ouviram?

Ressurreição é outra coisa, é merecimento dos humanos que se tornaram prontos para reassumir a condição Anjo perdida, encerrando a roda dos renascimentos para sempre. Por isso é que a Bíblia não se preocupa muito em anunciar a Lei da Transmigração, haja visto que o Espírito de Deus preparava o mundo para a ressurreição através de Seu Filho anunciado.

Sei das estratégias de Satanás, e todas elas, de uma forma ou de outra, induzem o homem ao pecado. As palavras de Parravicini estão em conformidade absoluta com o Evangelho e as leis de Cristo. Duvido que Satã operasse engano ali. E não operou: as predições acertadas dele são uma garantia de que ele falou em Nome de Cristo. Satã pode até fazer prodígios, mas nunca prodígios que aproximem as pessoas de Cristo.

Sempre no sentido de afastá-las pelo pecado.

Não falo em representante, mas o Apocalipse fala em duas testemunhas que viriam para dar o testemunho final da verdade.

E participarem da reunião dos eleitos, como preconizaram Zorobabel e Josué, rei e sacerdote, a imagem do Império e da Igreja restauradas na Terra.

A parte precisa do Apocalipse 17 é esta:

Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.
Apocalipse 17: 9

As sete cabeças da Besta ou Primeira Besta (Anticristo) são os sete montes, sobre os quais reinam os sete reis. Não se trata do Vaticano. Se trata do reino universal das potências, das nações, é uma visão de totalidade.

Quem disse que estes sete montes era o Vaticano por causa da simbologia em torno de Roma, a cidade das sete colinas, errou.
São interpretações de protestantes tentando atacar o Vaticano e colocar sobre ele o peso exclusivo do título Segunda Besta. Mas a ação setenária dos (Sete) Anjos no Apocalipse é claríssima ao se referir a uma ação global. Eles não vão tocar trombetas ou derramar taças apenas em Roma. Todo o planeta está coberto pelo poder das duas Bestas e sofrerá por isso.

A Meretriz, na Verdade, é paralela à Segunda Besta, que é a Falsa Religião, toda e qualquer falsa ideologia religiosa a perverter os caminhos do homem, como as doutrinas de Balaão, mencionadas antes.

“Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e fornicassem.
Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio.”
Apocalipse 2:13-15

Toda e qualquer doutrina pervertida, corrompida, seja cristã ou pagã, não importa, se estiver contaminada por falsos conhecimentos e ideologias que levem o homem ao pecado, está no acervo da Segunda Besta ou Falso Profeta.

Longe de imaginar que somente o Papa é o Falso Profeta ou o Vaticano, os sete montes.

Muito impreciso e redundante essa interpretação, ela veio de teólogos protestantes, inimigos declarados de Roma.

E sobre o representante de Deus na Terra, bem, vivemos os tempos mais difíceis entre todos. Como alguém que seja conhecedor das Escrituras, haverá de lembrar que Deus sempre envia alguém a falar em Seu Nome e a lembrar a sua Lei ao povo pecador em momentos de necessidade.

Por exemplo, o sábio Esdras, quando Israel era cativa em Babilônia, para restaurar o Templo e o culto, totalmente desfigurados.

Profetas e o próprio Messias vieram com essa finalidade, restaurar as diretrizes do conhecimento da alma em tempos de caos e confusão.

A propósito, para o nosso tempo do fim, não somente a Biblia e suas duas testemunhas, mas inúmeras religiões “pagãs” anunciaram a vinda de um grande reformador da Lei e do conhecimento espiritual. Temos visto conflitos ideológicos crescerem em monta,porque a liberdade da informação trouxe um agravante:
a confusão doutrinária.

Então, um novo ungido virá para tentar restabelecer os caminhos do espírito em tempos de falsos cultos se multiplicando como erva daninha. Os hindus o chamaram de o Maitreya, ou o Grande Instrutor do Mundo, enquanto Parravicini o nomeou simbolicamente de O Novo Menino. Os maias falaram do retorno do seu Quetzalcoatl (kukulcan) das estrelas, e os egípcios anunciaram o retorno de Osíris para iluminar o mundo outra vez.

Todas estas culturas convergem para o nosso tempo, e todas falam que este ungido iria revelar a Luz original das religiões unificadas, combatendo assim o Grande Inimigo da Verdade infiltrado em toda parte. Se fala que o Papa anunciará também salvadores entre os Aliens, o que bate com aqueles Anjos que Jesus disse enviaria no final dos tempos para o arrebatamento de sua Eclésia, ao mesmo momento do grande sinal do Filho do Homem no céu.

Somente um novo Messias ou Ungido (houveram mais de um na Biblia) poderá realizar tal proeza, corrigir os erros e unificar o conhecimento. Como um novo Moisés libertando os hebreus do Egito, ou Jesus resgatando os da casa de Israel das mãos do poder romano: lembrando que, quando ele veio, praticamente toda a Casa de Israel o rejeitou, e depois o mandou à cruz.

É bom lembrar que esse representante não virá com credenciais que demonstrem que ele fala em nome de Deus. Então, como foi com Cristo, que as ovelhas saibam reconhecer a voz do seu Pastor, quando ele chamar.

Enfim, eu consigo ver uma coerência em tudo isso, e sentir que estamos nesse tempo. O tempo de ouvir novamente a voz do Pastor.

E até pela definição de Igreja, não seja nem instituição, e nem templo de pedra. A Igreja é nosso corpo-templo, morada do Espírito. E a Igreja é também a fraternidade dos seres em Egrégora de manifestação de Deus num sentido cósmico,coletivo, superior.

A Igreja, a Eclesia, é formada por seres. É a egrégora Cristo dos 144 mil, é a Unidade do Corpo de Cristo, é algo muito maior do que todas essas institucionalizações das religiões.

Mas eu ainda acho que esse Papa vai surpreender o mundo.
E se tornar um bode expiatório.
E Jesus, a cabeça da Igreja, veio para nos ajudar a nos ajudar.

E sabe qual a melhor forma de demonstrar esse amor por Jesus?

Seguindo os seus mandamentos. Mas este é o problema do mundo, usa o culto muitas vezes para mascarar a desobediência. E aí o culto perde seu valor. Porque Deus não quer sacrifícios mais do que atos de obediência do homem.
E a pior coisa que pode haver é uma mente dirigida pelo pecado DISTORCER A DOUTRINA PARA AJUSTÁ-LA AO SEU PECADO!

A melhor forma de demonstrar amor ao Pai é obedecendo Ele.

E conhecer a Verdade é a única forma de obedecê-Lo.
A Verdade é a única doutrina.

JP em 13.02.2019

 

Comentários