Rosto de Jesus Cristo aparece na Hóstia do Sagrado Sacramento na Índia durante missa

Mais de 10.000 pessoas se reuniram em uma igreja do povo na arquidiocese de Tellicherryy em Kerala depois que se difundiu a noticia de que o rosto de Jesus apareceu na Hóstia do Sagrado Sacramento durante uma missa da manhã.
A arquidiocese mostrou para uma equipe para investigar o fenômeno que ocorreu na Igreja de Cristo Rey, Vilakannuer, a uns 50 quilômetros ao leste da cidade de Kannur na Índia.

“A Igreja não fala sobre a popularização de tais incidentes”, o pároco P. Thomas Pathickal, de 60 anos, disse que chegou à paróquia há três anos, disse que seguiu as instruções do arcebispo George Valiamattam de Tellicherry para manter o “Sagrado Sacramento Milagroso” dentro do tabernáculo e rezar na igreja.
Mais de 50 pessoas estão rezando na igreja enquanto esperam que a equipe de investigação arquidiocesana decida sobre a exibição pública do Sagrado Sacramento.

Altos funcionários da policia do distrito e do departamento de vigilância chegaram ao lugar quando pessoas de outras paróquias se reuniram em massa em Vilakannur e os veículos bloquearam o caminho a Paithalmala, um lugar famoso para o turismo de aventura.
O Padre Pathickal disse que o fenômeno ocorreu quando a paróquia estava preparando para a festa de Cristo Rei no dia 24 de novembro.

Narrando o incidente, o sacerdote disse que no momento a elevação, durante a missa das 7 da manhã, notou uma mancha na hóstia do Sagrado Sacramento que usou na consagração.
“Se fez maior e brilhante e apareceu um rosto de repente”.
O sacerdote disse que manteve a um lado ao Sagrado Sacramento e continuou a missa usando outro Sagrado Sacramento que se encontrava no tabernáculo.

Depois da missa chamou ao sacristão, que lhe disse que era o rosto de Jesus. Logo, o sacerdote colocou o Sagrado Sacramento em uma custódia e o manteve no altar para ser adorado.
Centenas de pessoas como K.J Thomas vieram ver a cara brilhante de um homem barbudo com o pelo grande.
“Era branco e negro, não cor”, disse Thomas depois.
O Padre Pathickal disse que a cara brilhante ainda se via quando colocou dentro do tabernáculo ao redor das 11 da manhã, segundo as instruções do arcebispo.

Thomas disse que sua fé se duplicou depois de ver “o milagre”. Disse que tinha vindo a Naduvil, na sede de Panchayay, a 3 quilômetros ao leste, por alguns assuntos oficias quando se conheceu a noticia.
“Eu me apresei aqui e tive a sorte de ver Jesus”, adicionou.
Disse que muitas pessoas estavam molestas porque o sacerdote se negou a mostrar o milagre.
Estabelecida em 1962, a paróquia tem mais de 500 famílias e 1.250 católicos, a maioria deles de segunda e terceira geração de pessoas que imigraram do centro de Kerala no século passado.

https://mysticpost.com/2018/11/miracle-bread-in-catholic-church-face-of-jesus-appears-on-host/

*************************************************************

Me responda você
A questão aqui não é acreditar ou deixar de acreditar neste e noutros sinais semelhantes envolvendo o rosto de Cristo e da Virgem Maria.
A questão é: porque raramente ou nunca temos notícias do rosto de Maomé aparecendo nas Mesquitas, ou do rosto de Buda aparecendo nos mosteiros, ou do rosto de Krishna aparecendo nos templos, ou do rosto de Moisés aparecendo nas sinagogas… já que estas religiões tem milhões e milhões de seguidores no mundo inteiro, celebrando as mesmas egrégoras mentais que podem facilmente construir essas imagens em situações semelhantes…
A teoria da egrégora mental ajuda a explicar muitas dessas aparições de imagens, mas nem todas elas.


Se valesse mesmo a lei da egrégora mental, forçosamente teríamos de receber notícias do rosto ou das imagens daquelas outras personalidades que representam as outras grandes religiões da Terra, com milhões de seguidores ativos… mas por que elas não existem?
Somente imagens de Cristo e da Virgem Maria?
Seja lá qual for a causa de projeção destas imagens, extraterrestres, egrégora mental, alucinação coletiva, espíritos plasmando imagens na matéria, fraude, não importa. A questão é, porque Cristo, sempre Cristo, e nenhum outro?


Para quem acredita nos sinais, a resposta é bastante evidente.
Para quem não acredita, tente explicar então porque, pela mesma via do fenômeno, não temos rostos de outras personagens espirituais das grandes religiões vivas da Terra com milhões de seguidores com as mesmas condições de realizar os mesmos fenômenos.

JP em 23.01.2020

Comentários
Compartilhar