Templates by BIGtheme NET

Religiões Ufológicas

Como era previsível, o impulso místico-religioso do homem nunca desaparece, apenas muda de vestimenta.

Antigamente, os humanos cultuavam os deuses e forças além de sua compreensão na personificação dos elementos da natureza, mas hoje, os humanos divinizam as entidades alienígenas.
Muitos ridicularizam os movimentos religiosos do passado, dizendo que os humanos primitivos divinizaram as forças da natureza que não podiam compreender. Mas agora, uma parte substancial da humanidade moderna está divinizando da mesma forma as entidades alienígenas, colocando nelas todos os seus medos ou suas esperanças de salvação e ascensão.
É natural da mente humana sempre construir um ídolo a quem possa mirar superioridade e tomar por referência na sua busca.
Isso explica o efeito Alien sobre Jesus Cristo em diversas religiões cristãs que pretendem uma nota de modernidade em seus entendimentos (efeito Alien sobre Jesus engloba todas as teorias que pretendem ver em Jesus um Alienígena, não um humano que manifestou o espírito de Deus).
O grande problema da Ufologia é a sua pequena percepção e mesmo discernimento entre o que é puramente espiritual e transcendental do que é alienígena, extraterrestre e materialmente tecnológico.
Essa classe de estudiosos pretendem qualificar todos os fenômenos espirituais descritos na Bíblia e em outras doutrinas do passado como meros prodígios tecnológicos de alienígenas de “carne e osso” em suas naves, demonstrando imensa ignorância sobre os mistérios do espírito que é imaterial e não tem a menor necessidade de tecnologia para existir, seja ela qual for.
Os domínios
Aliens sempre governaram a humanidade, mas os Aliens não são, de modo algum, o topo da Pirâmide em termos de Hierarquia.
Há seres muito superiores aos Aliens, já transfigurados em formas incorpóreas e tão além do nosso entendimento, que governam os Aliens, estes que ainda precisam de forma e de tecnologia para subsistirem no Universo, embora muitos não consigam contemplar tais seres e, por isso, limitam sua compreensão apenas ao domínio extraterrestre e tecnológico como absoluto na solução dos enigmas do Universo inteligente, ignorando por completo a concepção daqueles planos dimensionais tão elevados em que nem forma, nem matéria e nem tecnologia são mais necessários.

Para estes, os deuses são Aliens. E só.

Então, as religiões ufológicas se multiplicam, no final, travestindo conceitos das religiões antigas sem perceber, assumindo uma nota de pseudo-modernidade.

Mas, numa visão mais ampla, a Hierarquia de Governo do Universo seria:

1. DEUS Onipresente, Onipotente e Onisciente (no sentido Macro-Absoluto do termo) governa sobre os seres mais elevados do Universo, posto que é a Fonte e a Origem de tudo.

2. OS SERES supremos saídos de Deus (Anjos, Serafins, deidades, incorpóreas, energia além da matéria, consciências puras e livres) governam sobre entidades alienígenas materiais inteligentes, estas com domínio tecnológico (E governam sobre a nossa humanidade também, e sobre todos os seres vivos e departamentos da Criação). 

O nível de ação dos seres espirituais superiores com o Universo físico acontece dentro de leis e fenômenos que, transcendendo as tecnologias mais avançadas, estão num nível de consciência para nós totalmente inacessível ainda, que descarta totalmente a necessidade de tecnologia para existirem e se manterem, porque estão em comunhão permanente com as forças do Universo espiritual.

3. OS ALIENS emancipados governam humanidades “inocentes” como a nossa, ainda dependentes de cuidados, de orientação e proteção. Tão inocentes que estes humanos julgam mesmo que eles é que se auto-governam…
Aliens governariam sobre a parte física e material do Universo, mantendo a ordem dos mundos.
Resumo simples:
Deus governa sobre os Anjos e entidades puramente espirituais (nenhum traço de tecnologia)
Anjos e Espíritos superiores governam sobre Aliens avançados (tecnologicamente falando) e muitos destes aliens, como humanos especiais, são encarnações de Anjos. E combatem demônios nos planos ocultos.
E Aliens superiores avançados governam sobre humanidades inocentes e atrasadas, como a nossa. E combatem Aliens inferiores, decaídos.

O problema é que, para muitos, daqui para cima tudo se resume a Aliens e tecnologia para desvendar os mistérios do Universo, o que, para mim, é uma concepção extremamente pobre, rasa e superficial do mistério total.

Para muitos, é difícil supor que mesmo os Aliens mais avançados do Universo ainda estejam ABAIXO daqueles Seres da Presença DEUS, e por eles são governados e instruídos.
Então, acham que todas as manifestações espirituais da antiguidade se resumem a alienígenas em suas naves, ignorando espíritos seráficos, por exemplo, formados de energia consciente pura, acima e além de qualquer concepção material ou tecnológica, a falar por exemplo com Moisés na montanha, na forma de uma sarça ardente… Aliens estão apenas a meio caminho da Pirâmide de Hierarquia do Universo. E o humano terrestre, na base.
A Tecnologia é acessório, não meta das humanidades avançadas.
A tecnologia dá conforto e comodidade, mas não evolui ninguém. Basta ver o que a nossa humanidade está fazendo com a (pouca) tecnologia que tem. Dirá se *muita ela fosse!
Enquanto o ser humano não aprenda a controlar a si mesmo, terá que se submeter ao controle de forças maiores do que ele em ação no Universo. Até lá, tem muito o que aprender. E depois que aprenda, então começará a sair da etapa de ser controlado por aquelas forças para entrar na etapa de partilhar poder e conhecimento com aquelas forças, que o ajudarão a subir cada vez mais na escala hierárquica do Universo espiritual em eterno movimento de ascensão.
A Hierarquia é a chave da organização do Universo vivo!
JP em 30.04.2019
Veja também
http://tonocosmos.com.br/a-identidade-dos-sete-espiritos-de-deus/

Comentários