Templates by BIGtheme NET

Reflexões 11

 

Os três Atos da Ópera Pascal

Naquela noite de Quinta Feira, algumas horas antes de ser entregue aos romanos pelos judeus, pelos próprios irmãos de nação, atraiçoado pela pátria onde nasceu e se manifestou, Jesus Cristo celebrou o ritual da Santa Ceia como abertura dos mistérios da Páscoa, que tem na crucificação o seu ápice, e na ressurreição, a sua exaltação final de glória.

São, portanto, três movimentos de uma sinfonia mística a serem apreciados.

1. A Partilha com o mundo
2. O Sacrifício
3. A vitória sobre a morte

A Ceia significa a partilha de todos os dons e graças trazidas por Jesus Cristo com o mundo, a partir da Verdade anunciada nos evangelhos, este que seriam divulgados pelos doze apóstolos que ele elegeu.

Quando Jesus partilha pão e vinho, está partilhando sua carne e sangue com o mundo, quer dizer, sua vida eterna, sua verdade e sua compaixão para com a humanidade, aquela que, perante o Pai, na sua qualidade de Mediador, faria com que muitas almas fossem salvas, redimidas do pecado e resgatadas da morte.

Simbolicamente, quando Jesus divide o pão em doze pedaços e os distribui aos discípulos, ele quis representar a divisão do mundo em partes que os apóstolos cobririam depois com a evangelização.

A partilha do sangue representa a escolha da missão de fé daqueles doze homens, todos martirizados ao longo de sua obra de evangelizar o mundo, e muitos outros depois deles, formando a corrente dos mártires que, assinando o pacto de sangue com a Verdade Crística, se tornaram participantes do Reino anunciado, o qual ajudariam a construir também, quando chegasse a hora da Grande Reunião e ajuntamento das quatro partes do mundo, prenúncio do Arrebatamento.

As missas da Igreja pretendem perpetuar a memória desse ritual, e embora nem mesmo a Igreja católica alcance todas as suas notas de mistério e poder, o ritual anual da Páscoa celebra a Passagem da morte para a vida, do pecado para a santidade, das trevas para a luz do despertar. Porque Páscoa em hebraico significa Passagem, e assim como Jesus passou da morte para a imortalidade, Ele nos ensinou o caminho para nos tornarmos Filhos de Deus ao seguir os seus passos.

O sacrifício da cruz é uma extensão do pacto celebrado na Última Ceia, completando o seu mistério, quando Jesus assume a condição de primeiro mártir da Grande Obra, que seria depois completada pelos apóstolos e uma multidão de cristãos martirizados ao longo dos séculos, enquanto a Igreja confiada a Pedro tentava ser estabelecida no coração dos homens, antes que a sua institucionalização e corrupção no tempo fizesse com que ela perdesse grande parte do seu poder e credibilidade.

Meditemos então em todos estes mistérios a partir desta noite sagrada.
E que a nossa Igreja não seja aquela de pedra, mas o Templo onde celebramos a comunhão do Amor em nossa vida.

Porque onde as pessoas se reúnem em nome do Amor e da Verdade, ali estará a Igreja desejada por Jesus Cristo, na Terra como no céu…

 

Feliz Páscoa a todos!

 

JP em 18.04.2019

 

 

 

 

O Segundo Ato da Ópera Pascal
Sacrifício

Só o sacrifício pode renovar a vida.
O Universo se transforma e evolui mediante contínuos sacrifícios.
Sem sacrifício, haveria estagnação e entropia.
São estes sacrifícios que permitem a renovação da vida e o aperfeiçoamento da consciência nas escolas do mundo material, estágios de almas em aprendizado e experiência na direção da Luz em almejada ascensão.
(***)
O sacrifício da raiz se chama folha
O sacrifício da folha se chama flor
O sacrifício da flor se chama fruto
O sacrifício do fruto se chama semente
E o sacrifício da semente se chama raiz da nova árvore.

O sacrifício da cruz se chama LIBERDADE!
Feliz Páscoa a todos!

 

A Mensagem da Cruz no incêndio da Catedral de Notre Dame

Muitas mensagens podem ser intuídas nessa imagem da cruz resplandecente dentro do edifício destruído pelo incêndio daquela Catedral parisiense no dia 15 de Abril

1. A Verdade de Cristo é eterna, e não poderá ser corrompida pelos maus caminhos da Igreja, seja ela católica, ortodoxa ou protestante e afins.

2. A Verdade de Cristo não pode ser confinada a uma religião, templo, seita ou doutrina proselitista. Ela é universal e abarca todas as religiões, de todas as partes do mundo e de todas as épocas.

3. Por mais que a Nova Ordem Mundial realize suas manobras ocultas, talvez plantando este incêndio propositalmente para outras finalidades, no final a Verdade irá aparecer.

4. Quem segue a Verdade de Cristo escrita na cruz, triunfará sobre todos os obstáculos, superará todos os incêndios, navegará todas as inundações, vencerá todos os inimigos e contornará todas as oposições. Porque ele e Cristo são UM.

5. Porque o verdadeiro templo que contém a Verdade brilhante e libertadora de Cristo não é de pedra, e sim o santuário do coração tranquilo em estado de comunhão com o Pai. E quando dois ou mais irmãos se reunirem em nome dessa Verdade da Cruz, ali se erguerá um verdadeiro templo entre eles, não de pedra, mas de amor. E nesse templo, elevarão suas orações ao universo e serão atendidos. E o mundo será curado. E a Igreja terrena será purificada pelo Fogo da Misericórdia Divina.

 

 

Sinais no incêndio da Catedral Notre Dame de Paris

A imagem de Jesus Cristo?

É o que alega Lesley Rowan, de Alexandria, Escócia, ao extrair esse perfil de Cristo em pé, com seu manto, em meio às chamas de Notre Dame Catedral.

A grande verdade é que esse incêndio, natural ou proposital, impactou o mundo, e com certeza carrega mensagens implícitas ao símbolo, por exemplo, que a Igreja católica, ortodoxa, protestante, e todas as outras instituições religiosas neste mundo já corrompidas pelo materialismo e pelos interesses políticos dos líderes da Terra (o que declara expressamente o Apocalipse 17, e a Grande Meretriz não é só o Vaticano, mas todas as instituições vendidas às políticas mundiais articuladas por trás da Nova Ordem Mundial) … a declaração não poderia ser mais clara:

Acabou o ciclo da Igreja mundana para começar o ciclo da Igreja celestial.

Porque, se a Primeira Besta controla todas as políticas mundiais, sabemos que a Segunda Besta já controla todas as religiões e culturas do mundo moderno, cada vez mais perto dos prodígios tecnológicos que darão imagem e fôlego a Besta, a ser adorada no mundo no lugar do espírito, porque tentará simular a criação da vida, como o espírito, e tudo não passará de uma mentira montada a céu aberto.

O fim da Igreja mundana (de todas as ordens e fileiras, não só a católica, porque todas se corromperam) é um dos mais fortes sinais do regresso de Cristo.
E parece que o incêndio da Catedral de Paris é um destes fortes sinais.

Em 19.04.2019

As duas armas do homem:

A TROMBETA DA VERDADE E A ESPADA DA CORAGEM

A Verdade sempre liberta, seja em que grau for… o que não pode acontecer é a cruza de braços depois que a Verdade fez o seu papel de tirar a venda dos olhos de muitos. Tendo dito a sua mensagem, a Verdade exige que se tome outra arma: a Espada da Coragem, e se parta para a mudança. Caso contrário, a Verdade terá falado em vão, e o povo voltará a dormir em berço esplêndido, novamente entretido com a estratégia dos muitos pães e circos do sistema… porque aí nos tornaremos os piores tipos de escravos…. os escravos do nosso próprio comodismo.

A Verdade só liberta se lutarmos por ela…

********************************************

Um caminho verde me conduziu para um recanto de paz, onde o meu espírito descansou sereno nos braços sedentos da Mãe Original, feliz por embalar novamente o seu filho em seu Peito Maternal destilando amor na forma de verde, no leite da vida…e nos seus seios eu me fartei de leite e de mel, de verde e de céu, de amor e de vida, pura seiva da Natureza!

E a Paz foi uma cidade que eu reconstrui em mim, quando tudo estava em ruínas no país dos meus pensamentos perdidos no estranho mundo material…

Desde este dia, fiz desse sonho de criança a minha única e necessária religião…e passei a semear jardins em todo campo que encontrei ao longo da estrada…buscando por Ela para sempre!

**********************************************************
As verdadeiras transformações do homem acontecem dentro dele.
Transformações advindas de impactos externos podem até ser o START para deflagrar as transformações internas.
E é por isso que a Divina Providência envia contínuos terremotos em nossa vida, para que verifiquemos as bases, tornando-as cada vez mais sólidas.
A alma é a gema.
O corpo é a casca.
O pensamento é a clara.
A clara nutre e protege a gema.
Bons pensamentos são os nutrientes da clara para a gema, da mente para a alma.
A casca protege e guarda pensamento e o embrião de alma.
Mas sem o calor necessário, o ovo não vinga.
O calor é a temperatura certa das provações da vida, que chocam o ovo e dão nascimento à consciência do homem.
O homem ainda não tem alma, tem um embrião de alma.
Morrer para renascer é a fórmula secreta para desenvolver alma.
A planta só brota e cresce se sua semente morrer na terra onde fora plantada.
Só com a morte total do ego-ilusão é que a alma imortal do homem surge, quebrando a casca do corpo e do adormecimento na matéria.
Enquanto existir o ego dentro de nós, a alma não poderá nascer.
Um e outro não podem coexistir no mesmo campo do coração.
Por uma estrada branca encontrei o meu caminho para o infinito sem cor, sem distância e sem rumo… apenas segui o vento nas folhas e o outono das noites… apenas deixei todos os relógios para trás, rasguei calendários e me despreocupei das bagagens… me fiz leve e esquecido de todo tempo e espaço… caso contrário, estaria indo para qualquer lugar em qualquer hora marcada, menos para o infinito sem tempo e sem lugar para se estar e chegar…. e na minha estrada branca tudo ficou para trás e eu não voltei o meu rosto para contar as folhas que cairam do meu último outono na estação do tempo…apenas olhei para frente para sonhar com os botões que em flor se abririam para mim na novidade dos futuros passos que eu deixei de contar… 

HÁ BELEZA NA MORTE?

Eu vejo beleza na morte… porque sem a morte, a vida não se refaria totalmente melhor. A morte é a depuradora da vida. A morte é a selecionadora do grão, é a professora que corrige as provas da alma, a morte e o tempo são gêmeos… sem a morte da semente, voce não veria a beleza da flor, e sem a morte da flor, você não degustaria a doçura do fruto, e sem a morte do fruto, você não teria nenhuma outra árvore a renascer das sementes daquele fruto que morreu. Vê como a morte é linda?
Sem a morte das folhas no inverno, ninguém saudaria as flores da primavera seguinte…

Sem a morte, estaria fechada, definitivamente, a única porta que garante a renovação das coisas. Nascer e Morrer estão nas extremidades de um mesmo fio chamado VIDA, e que se estende por tempos e espaços imensuráveis dentro da Criação atravessando duas portas, sempre, a porta de entrada e a porta de saída chamadas nascimento e morte.

Se voce fechar uma destas portas, como poderia o fio da Vida fluir livremente em sua evolução rumo ao infinito?

Dizem que o mais belo dos Anjos é o Anjo da Morte, porque é ele que conhece todos os segredos da criação, e é tão sábio e tão alto que se escondeu em tenebrosa face para testar todos os nossos conceitos sobre beleza…. afinal, beleza nunca foi e nunca será somente o que os olhos vêem… longe a beleza real está de ser isto.

Só não existe beleza na ignorância… na verdade, ela é a culpada por deformar a Beleza real das coisas…

No amanhecer dos astros, ouvi a música da Ciranda dos Anjos… está escrito que antes, muito antes de o homem assumir consciência do ser que é, os Anjos louvavam em júbilo o Criador do Universo em suas cirandas nas estrelas, de mãos dadas e voz combinada em sinfonia de acordes e sentimentos.
Na Ciranda do Sol eu começo um novo dia porque os Filhos de Deus sempre tem uma nova canção para louvar a luz… e enquanto eles estiverem lá, cantando nas alturas, estarei eu aqui, vivendo nas profundezas do esquecimento de tudo o que cantei um dia ao lado deles…. mas haverei de ouvir novamente essa canção e tornarei à Ciranda do Sol em todas as manhãs de divina glória que espero viver um dia…

Analogia
O Mar e o ConhecimentoImagine que as águas de um imenso mar são o conhecimento do Universo.
Imagine que sua mente é como um vaso ou recipiente que você traz diante desse mar para recolher um pouco deste infinito conhecimento.
Cada vaso ou recipiente terá um formato único, conforme cada mente.
Vasos quadrados representariam os tipos mais lógicos, que gostam ver as coisas concretamente, bem definidas racionalmente, e se inclinam em apoiar-se na ciência para compreender as coisas.
Vasos circulares seriam os tipos mais emocionais, sensíveis, o oposto complementar dos vasos quadrados, pessoas que captam as coisas mais pelo sentimento que elas passam, vivendo numa dimensão de racionalidade mais abstrata, típica dos artistas, que preferem visualizar as coisas pelo seu grau de beleza e sentimento.
Vasos triangulares seriam os tipos religiosos, mais inclinados ao espiritual em sua ótica particular de captar as coisas e de compreender o mundo, sempre buscando um propósito oculto e maior para tudo o que existe, e um mecanismo invisível inteligente operando por trás das coisas.
Contudo, haverão vasos de todos os tipos, combinando um pouco das três formas anteriores, e o mais comum de se ver são os tipos mistos, ou seja, com um pouco de cada qualidade ou tendência, formando uma resultante mista, complexa e muito pessoal no final das contas.
Uma identidade de pensamento que não se repetirá jamais entre duas mentes.
Qual o melhor formato de vaso?
Resposta da analogia:
Qual o melhor formato do VASO mental para se apresentar diante do Mar Infinito do Conhecimento?Com certeza, não importa qual seja o formato do vaso.
O que importa de fato é que ele esteja furado…
Porque o nosso maior erro e a persistente limitação do pensamento está em tentar conter o conhecimento que, estagnado, não flui e nem se renova, se convertendo facilmente em crença e conceito dentro do pensamento,
Ter e manter consciência é deixar esse vaso furado, é permitir que o conhecimento flua através da mente e não se estagne ou coagule em forma de crenças, de conceitos, de idéias fixas. O pensamento só produz luz quando flui, quando mantém seu vaso furado, para que circule a energia do conhecimento através dele, ao invés de tentar acumular informação dentro dele que, com o tempo, tende a se tornar idéia fixa, obsessiva, crença, conceito… e não consciência.
Porque quem conserva líquido dentro do vaso, conservará somente aquela quantidade fixa.
Mas quem fura o seu vaso, este sim, permitirá a circulação de todo o líquido daquele infinito mar, e permitirá que sua alma seja irrigada permanentemente por fluxos sempre renovados, impedindo para sempre a formação de coágulos mentais e pensamentos estagnados.
A circulação do conhecimento universal pelo vaso mental é o que produz a legítima consciência.
O gênio só produz luz quando não tenta possuir o conhecimento. Tentar possuí-lo é fazer simples arquivamento de informação na forma de conceitos e crenças. O gênio tem o vaso furado para permitir a circulação do precioso líquido dentro de seu pensamento, é a única forma de gerar LUZ CONTÍNUA.!
Ou simplesmente ILUMINAÇÃO!
O AMOR NÃO MORREU!
Apenas foi esquecido sobre um muro a beira-mar, contando as ondas do tempo até que alguma alma sensível o recolhesse de volta e o colocasse num vaso em sua sala, para alegrar o seu coração e perfumar o seu espírito com um aroma e cor que não pode qualquer esquecimento moderno assassinar…
O amor não morreu… apenas jaz esquecido nas praias do tempo… esperando sempre por alguém que o reconduza ao seu jardim original.
O amor não morreu… é somente uma flor esquecida te pedindo atenção e cuidados…

A dois passos do Infinito, contemplei o céu que antes não havia visto… porque, a dois passos do infinito, me permiti sonhar… e esquecer tudo o que ficou antes daqueles dois passos… quantos passos sobre a Terra, quantas lágrimas sobre as ilusões perdidas… quantas roupas que troquei, que lavei e se sujaram outra vez… quanta comida ingeri, quanta água bebi, quantas palavras falei… e nuncaconsiderei aquele céu, o mesmo céu de outrora, da minha poesia de Anjo de asas partidas, que nunca saiu do lugar, esperando com a calma serena das estrelas fixas pela minha memória… e foram muitos os passos que eu precisei dar na terra do esquecimento para que ela finalmente despertasse em mim… e nesse dia, com a paz de um monge em meditação, apenas sentei-me numa via astral qualquer e olhei para o céu como nunca olhei antes… e nesse dia, as estrelas sorriram para mim… a dois passos do infinito…
E que dois passos são estes que faltam ainda para que eu chegue lá?
Deixar tudo para trás…
Amar sem limites…
Só assim serei estrela e me juntarei ao belo céu que eu tanto sonhei…

Por mais negra que seja a tua noite, as estrelas nunca vão deixar de te brilhar esperança… por mais tempo que permaneça o teu barco na maré contrária ao teu sonho, o mar sempre muda de corrente, e cedo ou tarde, os ventos soprarão a teu favor… você só precisa não se desesperar, acreditar… e esperar, com fé nesta verdade que é apenas lei da vida e curso natural do destino…e se acreditares em Deus, Sua Mão estará contigo em todas as tempestades, pintando o teu céu de estrelas para mostrar-te que não estás sozinho…. Ele viaja contigo!

Não só a chuva, mas o Sol, a Lua, a luz das estrelas, o vento… tudo o que vem de fora, é a Vida que te cerca.
E tudo o que vem de dentro, sentimentos, pensamentos, idéias, gostos, lembranças, sonhos e esperanças, é a vida que te cabe e a forma como voce reage à vida que te cerca.
O Destino é a combinação entre as duas coisas… a Vida que te cerca e a forma como a vida dentro de ti reage à Vida que te cerca… Aí sim, voce escolherá se vai bendizer o Sol ou negar a luz… se vai agradecer a chuva ou amaldiçoar o mau tempo… e se vai dormir diante do contínuo espetáculo do Universo ou seguir a luz das estrelas até encontrar a Sagrada Mão que te enviou tudo isso para te acordar….e seguir com Ela rumo ao Infinito!
JP em 19.04.2019

Enigma

É a onda que flui sobre o mar … ou é o mar que flui através da onda?

Resposta

A Ilusão do tempo

Não é a onda fluindo que passa sobre o mar, mas é o mar que passa sobre a onda fluindo até arrebentar na praia.
O mar é que se move nas ondas, não o contrário.
Se o mar é o tempo, e as ondas, a existência de cada um de nós fluindo dentro do tempo, aprenda-se portanto esta lição sobre o tempo:

Não é a sua vida que passa pelo tempo, mas o tempo é que passa pela sua vida, porque a onda da sua vida é a mesma, mas o tempo passando por ela é que dá aquela sensação de que ela se move e se transforma até a praia para morrer lá no final da existência.

A impressão do tempo passando sobre nossa vida é que dá essa falsa sensação de que ela é finita, e por uma lei natural, tem que terminar na praia.

O tempo é uma ilusão que imprime uma falsa marca de começo e fim a uma entidade que Deus criou eterna e imutável: a nossa alma. E quando o corpo refletir essa identidade real da alma, ele será tão imortal quanto ela, e não se submeterá mais às ondas do tempo nos levando em começos e fins que nunca terminam na roda das repetições.

Não seremos mais como ondas passageiras sobre o mar… seremos o próprio mar.

 

JP em 21.04.2019

 

 

Atentados em igrejas católicas e hotéis no Sri Lanka deixam 290 mortos no domingo de Páscoa
Vinte e quatro pessoas foram presas; cidadãos de EUA, Reino Unido, Turquia e Dinamarca estão entre vítimas

COLOMBO — Pelo menos 290 pessoas morreram e cerca de 500 ficaram feridas neste domingo após uma série de explosões registradas em três igrejas e hotéis de luxo no Sri Lanka , onde a minoria cristã comemorava o domingo de Páscoa. O governo decretou um toque de recolher por tempo indeterminado a partir das 18h no horário local (9h30m, em Brasília) e bloqueou a internet. Vinte e quatro pessoas foram presas por suposta ligação com os ataques.

https://oglobo.globo.com/mundo/atentados-em-igrejas-catolicas-hoteis-no-sri-lanka-deixam-290-mortos-no-domingo-de-pascoa-23613206?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=O+Globo&fbclid=IwAR2WUtO0QRdBRnKUHasiuRBdR7Gyl7yaSJF6MYGKCMT9bDePkMIo_qQSrLk

*************************************************

A maior religião da Terra, e também, aquela mais perseguida e odiada, sofre um duro atentado no Sri Lanka. A perseguição aos cristãos nos últimos tempos é uma parte essencial do Apocalipse. E o terrorismo internacional tem um alvo especial: o Vaticano e o Papa.
O que não deixa de ser um KARMA EM AÇÃO, já que a Igreja católica promoveu os mesmos terrorismos e perseguições aos que ela declarava culpados ou hereges no passado, queimando milhares em praça pública… e eu tenho certeza de que esse mandamento não foi Cristo quem lhes deixou… entretanto, há milhões de almas cristãs puras e boas nesse meio, que praticam o amor e a caridade como podem, contudo, o caminho do mártir está previsto para todos os que desejam tomar a cruz do Mestre e seguir-lhe os passos.
Porque o Anticristo exigirá a extinção do Cristianismo da face da Terra, e executará todos os que se voltem contra sua vontade.
(***)
A queda da Igreja de Pedro, que já cumpriu o seu papel na Terra, abrirá caminho para a Igreja de João, aquela que desce dos céus, transfigurada, abrindo suas portas aos 144 mil que serão daqui colhidos, porque estão prontos para a verdadeira religião na verdadeira igreja, já que todas as religiões, crenças, templos e igrejas deste mundo não passaram de ensaios, de experiências temporárias. E como todas elas se encontram corrompidas atualmente, dominadas pelos poderes da Política Mundial, então é hora de demolir o velho para edificar o novo. E tudo isso sinaliza o retorno do Mestre maior.

 

 

Mostre ao impossível o exemplo das cabras da montanha!

Cabras das Montanhas (Oreamnos americanus)

A vida comum é questão de caminhos planos… mas a vida espiritual exige que andemos na vertical, desafiando todos os limites que a vida normal considera impossível…
E se ela debater contigo, mostre-lhe o passo das cabras da montanha…!
(***)
Impossível é o argumento dos perdedores por antecipação.

 

 

 

É justamente quando a subida da montanha se aproxima do fim que ela se torna mais cansativa…

 

 

Contemple o grande mistério, ó buscador da luz, que as estrelas assinaram na Terra, rastros da sabedoria antiga, o ponto de encontro entre o homem e o infinito na curva perfeita da espiral que liga o pequeno ao grande, o indivíduo ao Todo, e a alma a Deus. Faz dessa sabedoria antiga e não da crença o teu Religare, a tua Yoga, o teu Zen, a tua Filosofia, a tua estrada! Sabedoria sem palavras, apenas luz em movimento, luz em espirais coloridas, em geometrias alegres e em arte e música harmônicas! Faz desse mapa a tua Bíblia, a tua regra, a tua via…. e encontra cada templo de pedra em teu corpo, e cada ícone do altar em tua mente, e cada chama acesa do santuário em teu coração.
Subirá então às estrelas, ó buscador, não numa nave ou nas costas de um Messias, mas no próprio Anjo que despertou em ti, abrindo suas asas de compreensão, rasgando sua pedra de esquecimento e voando as alturas maiores que o Sol, até onde o fôlego de sua fé permitir que suba… e se tua fé for maior que este grão de mostarda, subirás ao Infinito! Porque esse é o seu mistério! O dom infinito se fez semente em teu coração, e essa semente quer brotar, quer crescer, se tornar árvore e produzir estelares frutos no mais alto céu das tuas realizações!
Nobre filho das estrelas tu és!
JP em 22.04.2019
Lua e estrela acenam no meu mapa astral a localização da Cidade Sagrada… cujas torres se elevam muito além de um sonho, brilhando em prateados acenos aos meus olhos atraídos por sua ressonância espectral.
A Lua Branca de prata, o Cervo branco, a Pomba Branca, as águas dos rios e nascentes, os lagos, o Graal, a virgindade, a castidade, a pureza dos elementos, tudo isso respira o universo da Deusa Mãe nos fundamentos da Criação, onde mergulham, profundamente, as raízes da Árvore da Vida. Se o coração do Universo é a Luz consciente e a Palavra criadora, o fundamento de tudo isso, a base onde a Luz e a Palavra se apóiam, com certeza reside no cenário branco e virginal da Deusa Mãe, sem o qual nem a Luz divina brilharia, e nem a Palavra divina conceberia…
Realidade e fantasia.
Onde começa um e termina o outro?
A Imaginação é uma faculdade de captar as realidades fantásticas do Universo oculto, porém, precisa ser trabalhada e conectada com a consciência lúcida para não se converter em mera projeção de devaneios mentais, escapismos da realidade, que não precisa ser somente realidade concreta. A realidade abstrata, na verdade, existiu antes da concreta, e dentro de cada elemento concreto da nossa vida, existe uma essência abstrata que lhe definiu na Aurora dos tempos.

Abstrato e concreto.
A alma é abstrata, o corpo é concreto, e ambos são reais, porém, realidades dividindo espaços idênticos em dimensões paralelas. No mesmo espaço que está o corpo, está a alma, ambos são reais e conectados por um mesmo sopro criador, porém, em nossa cultura, aquilo que podemos ver e tocar, isso chamamos de realidade concreta. Mas aquilo que não podemos ver e tocar, chamamos de realidade abstrata, aquela mesma realidade que a ciência de caráter materialista, limitada ao seu campo 3D de observação, tende a reputar como fantasia, quimera, ilusão… não é porque o olho não vê que não existe… e na verdade, muito mais existe além de tudo aquilo que o olho vê, seja o olho de carne, seja o olho dos instrumentos da ciência 3D.

 

 

 

O Universo astral e mental da quinta dimensão possui uma enormidade de reinos luminosos construídos pela Palavra dos Anjos que materializa a imagem mental de seus espíritos conectados com Deus, o Absoluto, a Matriz de onde tudo tem sua origem. Portanto, visitar estes reinos é uma questão de sintonizar com a mente dos Anjos e afinar a nossa palavra com a palavra deles.

 

 

JP em 23.04.2019

 

 

MATAR A MORTE
OS DEZ GRILHÕES

Existem DEZ grilhões a serem perdidos por aquele que entra no caminho em busca da verdade que conduz à libertação do EGO, o grande agente da RODA. Lei de Causa e Efeito, porque quando existe algo, esse algo produz outro algo, e assim, sucessivamente, numa rede de eventos encadeados que se fecham sobre si mesmos, compondo a Roda dos renascimentos em sua concepção final. Os resíduos kármicos surgem pela causa determinada: a Ignorância, que atrai a dor.

(1) Conceitos são gerados por resíduos kármicos, (2) a Individualidade nasce dos conceitos, (3) os Sentidos nascem da Individualidade, (4) o Contato é gerado pelos sentidos, (5) a Sensação tem por causa o contato, (6) o Desejo nasce da sensação, e (7), o Apego vem do desejo, (8) e a Existência surge por causa do apego; (9) o Nascimento surge por causa da existência, e por fim (10), a morte é o ponto final da cadeia gerada por causas e efeitos postos em movimento, fechando o “corpo” da Roda, produzindo o caminho do sofrimento, não da Evolução. Evolução subentende melhorar, aperfeiçoar-se, iluminar a alma e detectar o erro repetitivo, mas a reencarnação ainda é causada pela repetição de erros baseada num fortíssimo APEGO À MATÉRIA E AOS PRAZERES DA CARNE. Há algum aprendizado, mas ele é mínimo e não o suficiente para anular o mecanismo citado PORQUE, se houvesse um aprendizado substancial, não haveria erro repetido, não é mesmo?.

Reencarnar é como repetir o ano letivo. Mas quebrar a Roda e ascender é passar para um nível superior da Escola Cósmica, o que realmente significa EVOLUIR.

A CRUZ DOS QUATRO ELEMENTOS

A cruz é a purificação. O núcleo da Terra possui também um CHAKRA FUNDAMENTAL DE QUATRO PÉTALAS, e que está sendo ativado. Profecia Maia. A ativação gravitacional do centro da Terra é que, na superfície, libera a purificação dos quatro elementos, fogo, terra, água e ar, sobre os quatro defeitos carnais: gula para ar, preguiça para terra, fogo para ira e água para luxúria.
Assim ensinaram os magos.
Os quatro elementos em ordem e harmonia são os quatro instintos humanos sobre controle, dando poder e vida ao corpo e a mente.
Mas os quatro elementos em fúria refletem toda gula, toda ira, toda preguiça e toda luxúria da humanidade, seus quatro instintos animais desenfreados que precisam ser purificados.
Nada é por acaso, e nem por efeito de castigo cego. Mas tudo cumpre a Lei, a Grande Lei de Causa e Efeito, e se existem perturbações planetárias e climáticas lá fora, é porque estas mesmas perturbações acontecem dentro do corpo e da mente de cada ser humano, e de toda a humanidade entregue aos pecados, dos quais NÃO QUER SE ARREPENDER!

A MAIOR ILUSÃO DE TODAS
O TEMPO!
O tempo é tão ilusório quanto a matéria.
Matéria, ilusão de substância concreta composta de infinitos pacotes de nada (partículas reduzidas a energia e vibração).
E tempo? A soma de infinitos intervalos atemporais (t=0) que produzem a sensação de duração.
E luz? soma de infinitos pacotes de onda-partícula que, como tudo o que é matéria e energia, pode ser desintegrado, transformado em outras coisas.
Então, o tempo pode ser desintegrado ou transformado como a matéria e energia?
Em princípio, sim, já que são granulações infinitesimais de nada.
Pense assim: uma sucessão de infinitos AGORAS compõem o tempo, e dessa forma, onde localizar passado e futuro dentro desse modelo? Desintegre essa rede ilusória chamada contagem de tempo, e restará apenas o Agora, ou a Eternidade!
Me parece que, no Universo vasto, todos os infinitos não passam de somas infinitas de NADA! E quando os Budistas falavam na grande ilusão da mente, deviam saber que nosso corpo, a sensação mais imediata que temos de existência concreta inerente a nós mesmos, é uma soma de infinitos nadas. E então, anunciavam que a Iluminação estava associada por efeito á Grande Dissolução, um termo muito apropriado para os modelos da Cosmologia!
JP em 29.04.2019

Comentários