Templates by BIGtheme NET

Qual a diferença física e metafísica entre o círculo e a espiral?

 

 

O Círculo é tempo que passa sem nada acrescentar,
e a Espiral é tempo que passa trazendo experiências que acrescentam aprendizado.

O círculo repete, mas a espiral constrói.

O círculo limita, mas a espiral expande.

O círculo é uma porta fechada, a espiral é uma porta aberta.

Círculo é Repetição fechada de dias sem mudanças,
mas Espiral é Evolução de experiências com o tempo.

Círculo mantém o nível de energia estagnado, mas a Espiral traz ascensão gradual dessa energia a partir do núcleo, o ponto de partida.

O círculo é continuar do mesmo jeito, mas a espiral exige esforço. E só o esforço traz evolução. A Evolução natural demonstra que somente as espécies mais fortes permanecem, porque tiveram que se esforçar para superar as demandas do tempo e dos ambientes hostis, trazendo renovação através de sua inteligência e faculdades desenvolvidas sob a pressão do tempo.

A Espiral é um círculo que se partiu e se expande geometricamente na coordenada tempo marcada a partir do núcleo zero do início do movimento.

O círculo gira, a espiral voa.

O círculo repete, a espiral cria e recria.

O círculo é o tempo, a espiral é o vórtice. O tempo não traz nada de novo, porque sua tendência circular é a repetição, mas o vórtice se abre para novas possibilidades entre o hoje e o amanhã.

Espiral é como um ovo, um embrião, que iniciou gradual fase de crescimento a partir de um ponto zero, um tempo inicial, como um cronômetro, que segue contando.

A Espiral é a metamorfose da borboleta.

A Espiral é o ovo, o embrião, a maturação.

O círculo é o tempo, é como o terreno fértil onde devemos plantar as sementes da experiência que conduzam aos frutos da realização.

A Espiral é crescimento, é evolução, é gradual ascensão, é a experiência do tempo sendo absorvida pela alma em transformação.

Enfim, círculo é hoje igual a ontem, e amanhã igual a hoje, mas espiral é a promessa de que a semente que você plantou ontem, germinara hoje e se encherá de frutos amanhã!

O círculo só existe na Teoria porque, na prática, o Universo é uma grande espiral, e nada do que foi ontem estará igual ao que é hoje, e nada do que é hoje estará igual ao que será amanhã.

Planetas, estrelas, galáxias, mudam de posição do espaço-tempo a cada segundo, viajando em espirais de expansão cósmica, conforme a Ciência já detectou nos movimentos do pós Big Bang.

O círculo é o tempo, a espiral é a evolução.
O círculo é a experiência, a espiral é a consciência.
O círculo é o zero eterno, a referência do crescimento numérico do um ao infinito.

O círculo é o zero.
A espiral é o infinito.
A alma é o UM, o eixo de ligação entre o zero e o infinito. O que expande o círculo numa espiral, portanto, é a nossa alma viajando nele e aprendendo, empurrando as curvas cada vez mais para o alto, para os níveis superiores de consciência.

O círculo é a matriz, a Espiral é meta, e a Alma consciente, o propósito.

Através da alma é que o círculo se transforma em espiral. Através da consciência, o tempo produz experiências realizadas. Através do Homem é que Deus atira a Criação para as espirais de perfeição.

Grande é o papel da alma consciente como co-criadora de Universos ao lado de Deus, que, afinal, trabalha dentro de nós nas espirais da nossa própria evolução interna de
Auto-conhecimento.

O círculo é o retorno ao mesmo de sempre… mas a espiral é a porta aberta do eterno momento presente que traz o potencial da revolução, quando ao homem é dada a oportunidade de recriar tudo aquilo que existe em seu círculo de experiências.

Enfim, o círculo é aquilo que você sempre foi e continuará sendo se nada fizer a respeito, e a espiral é tudo aquilo que você poderá ser, desde que se abra à ruptura com o tempo de ontem e sacrifique seus círculos menores, porque a função da espiral é exatamente esta: a de elevar o seu nível de aprendizado para círculos maiores.

E quando você chegar nos círculos maiores, terá que rompê-los mais uma vez, e sempre, e cada vez que quiser subir e continuar subindo nesta jornada ao Infinito, que é todo o propósito de estarmos aqui.

A Espiral recria tudo o que o Círculo traz em seu ventre no tempo zero, início das coisas.
A Espiral inventa o Infinito a partir do zero, o círculo.
Se o Círculo é a perfeição, a Espiral é o aperfeiçoamento.
Para que tudo volte novamente ao zero e recomece no UM, rumo ao novo Infinito!
Uma linda página da Geometria Sagrada aplicada na didática do nosso crescimento interior!

JP em 03.08.2019

Comentários