Templates by BIGtheme NET

Por que não existe câncer de coração? O segredo do coração como cura do câncer?

 

 

 

 

Primeiro, a visão médica e fisiológica

 

É raríssimo mesmo. A maioria dos casos é de metástases de tumores originados em outros órgãos. E desses poucos tumores com origem no coração, a maioria é benigna.

A baixa incidência se deve ao tecido muscular que compõe o órgão. Ao contrário de outras partes do corpo, as células do coração encerram o ciclo de divisão muito cedo na vida. A partir daí, o órgão cresce conforme as células aumentam de tamanho.

Sem divisão celular, é quase zero a chance de haver uma multiplicação desordenada de células, que é justamente o que caracteriza o câncer.

O cardiologista José Luis Aziz, diretor da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), explica que o câncer no coração é raro, mas existe. Há vários tipos de câncer no coração. Tratam-se de cânceres vinculados aos músculos.
O mais comum se chama mixoma.

Fontes: Cristiano Guedes Duque, oncologista do Instituto Nacional de Câncer e National Cancer Institute (EUA).

**********************************************************************************************************

Agora, a visão espiritual

O coração é o órgão em contato direto com a fonte da Vida no corpo: a sua bateria interna, o pulso cardíaco, a vibração regular que não só faz o sangue circular mas como também transmite essa vibração e pulso a todas as células do corpo físico, é o que impede a manifestação de uma doença tão maligna quanto o câncer.

Além de suas células terem um ciclo de vida curto, e já se estabilizarem no tecido cardíaco, elas são as primeiras a receberem a vibração do gerador cardíaco, esta vibração secreta da vida que tem sua fonte primária diretamente conectada ao espírito da vida, que não pode ser encontrado nem pelo bisturi dos cirurgiões e nem pelas modernas tecnologias de raio X, Ultrassom e tomografias dos laboratórios.

O coração foi o primeiro órgão formado na nossa vida ainda em estado embrional, no ventre materno.

O coração é o primeiro órgão a ser formado no período embrionário e todos os eventos seguintes na vida do organismo dependem da habilidade deste órgão de equivaler o seu rendimento com a demanda do organismo por oxigênio e nutrientes.

Por isso é tão difícil para os tumores sobreviverem nos tecidos cardíacos, já que estes tumores resultam de vibrações muito baixas, enquanto que as células cardíacas vibram numa taxa elevada, tanto mecanicamente quanto espiritualmente falando. É como se as vibrações cardíacas dissipassem tumores.

Uma expressão de cura?

Estendendo isso para uma ideia de cura do câncer, em todas as suas formas, e não somente do câncer, mas a cura “milagrosa” de muitas doenças acionadas pelo poder da fé e do entusiasmo, certamente deve estar apoiada no fato de que a pessoa doente nestes casos, mesmo sem saber, aciona os poderes secretos da vibração do coração, a fonte da energia divina dentro de nós, capazes de se estender a todas as partes do corpo e até da mente, dissipando todos os coágulos, nódulos e tumores, e realinhando órgãos, tecidos e sistemas com a matriz original de vida orgânica pelo coração administrada, desde sua bateria, sua fonte, sua vibração matriz.

Em termos de chakras, no coração reside o Chakra Anahata, flor verde de doze pétalas.

É o chakra do meio (o quarto) e fica exatamente no meio dos sete chakras, tendo três chakras “físicos” abaixo dele, e três chakras “psíquicos” acima dele.

Anahata, termo sânscrito, significa “Inviolado”, isso porque o primeiro mistério da Vida ali se encontra, não acessível nem aos bisturis dos médicos e seus exames, e nem ao pensamento comum da vida quando superficial. Somente quando mergulhamos em profunda meditação, atração do amor interno, é que começamos a levantar o véu desse Santuário chamado coração, altar do Templo interno, e receber a revelação do Sagrado Espírito ali assentado em seu Trono, antes mesmo do nosso nascimento deste mundo, repleto de toda a ciência, verdade e conhecimento de quem somos, e de tudo o que diz respeito a nossa vida, ontem, hoje e amanhã, no infinito e na eternidade.

Meditar e comungar destas revelações com Ele é, portanto, o alvo de toda prática de interiorização, e muitas delas com resultados formidáveis de cura e solução de problemas além das expectativas do mundo normal e suas soluções limitadas!

Jesus dizia que, se a nossa fé fosse do tamanho de um grão de mostarda, ela seria capaz de remover montanhas.

Ele quis se referir ao átomo da Vida encerrado dentro do coração, que é menor que um minúsculo grão de mostarda.

O Átomo da Vida está dentro do coração, e dele procede a vibração secreta que anima este órgão e impulsiona o sangue e os órgãos na manutenção desta vida. Este átomo ou núcleo de poder está conectado diretamente com a Fonte Primária (Deus) e por isso, a prerrogativa de todas as práticas de introspecção e meditação reside num coração tranquilo.

E é interessante notar que, num estado de profundo relaxamento, podemos sentir a vibração do coração pulsar em todo o corpo, desde a ponta dos dedos do pé até a ponta da cabeça.

Isso demonstra que, mesmo que não tenhamos essa percepção no dia-a-dia, realmente a vibração do coração nos atravessa por inteiro, corpo e mente, o tempo todo.

Não é sem razão que este é chamado o Órgão do Amor.
E não somente o amor que temos dentro e o amor que dedicamos aos outros.
Há outro Amor anterior a este que raramente as pessoas têm considerado.

O Amor de Deus (a Fonte dentro de nós) revelado pelo sacrifício do Espírito na matéria, prisioneiro da carne que é, lutando contra a inércia e a morte 24 horas por dia para nos garantir vida, saúde e consciência para pensar, criar, amar, trabalhar e viver… porque nenhum de nós precisa se preocupar com as batidas do coração.

O coração estará lá, trabalhando para bater e viver, e nos dar vida, ainda que passemos todo o tempo esquecidos dele.

Assim como tumores malignos não suportam a energia do tecido cardíaco, muito próximo da fonte da vida, todos os problemas da vida, todos os tumores do pensamento, todas as dificuldades da mente perdida e da consciência ferida, e todos os maus efeitos de ações equivocadas, encontrarão de imediato uma luz de cura e restauração, quando nós aproximamos o conjunto dos nossos passos de vida para o Exame daquele desconhecido Deus que mora dentro de nós….

Quando OUVIR O CORAÇÃO não é apenas uma sentença poética ou filosófica, mas a pura expressão daquele que encontra a cura, a solução e a saída para todos os problemas dentro de si mesmo. Porque Sabedoria vibra junto dessa Voz silente no Altar do Templo Físico.

É o Amor de Deus amando por nós ao nos dar vida, saúde e consciência gratuitamente… lembre-se disso na sua próxima aflição física, mental ou espiritual. Porque esquecer disso é o que geralmente nos atira em todo tipo de aflição.

Porque a conexão direta com o coração não apenas como fonte de vida, mas principalmente, como morada de Deus dentro, é a solução para todos os problemas, solução esta cada vez mais perdida no mundo materialista que vive na superfície visível das aparências, e não mais nas profundezas invisíveis da Verdade.

 

JP em 19.09.2019

Comentários