Templates by BIGtheme NET

Ateus que seguem consciência própria serão bem vindos no Céu, diz Papa Francisco

Conhecido por sua postura diferente dos demais pontífices que o antecederam, mais um comentário do Papa Francisco, que tem sido considerado um dos sacerdotes mais adorados que já comandou a Igreja Católica, parece ter elevado a popularidade do líder religioso e abalado a estrutura arcaica da Igreja.

Francisco Papa - To no Cosmos

“O Paraíso está aberto para todas as criaturas do Senhor”, disse o Papa a um garoto que chorava pela morte de seu cachorro.

Em uma carta aberta ao fundador do jornal italiano ‘La Reppublica’, Eugenio Scalgari, ele escreveu que Deus perdoaria aqueles que não creem, caso eles tenham seguido suas consciências durante a vida.

No próprio site da Rádio do Vaticano, foi publicada uma matéria na qual o papa diz que ‘fazer o bem’ é o princípio que une toda a humanidade, indo além da diversidade de ideologias e religiões.

Papa - To no Cosmos

Jorge Bergoglio, o Papa, tem apresentado discursos um tanto ‘revolucionários’ de acordo com as normas da Igreja.

Em resposta a uma série de perguntas feitas por Scalfari, Francisco escreveu: “Você me perguntou se o Deus dos cristãos perdoa aqueles que não acreditam nele e que não buscam o perdão. Eu começo – e isto é uma coisa fundamental – dizendo que o perdão de Deus não tem limites se você vai a ele com um coração sincero e penitente. O problema para esses que não creem em Deus é obedecer a consciência”.

Robert Mickens, o correspondente no Vaticano para o jornal católico ‘The Table’, contou que os comentários do pontífice são mais uma evidência de que a Igreja Católica está trabalhando para retirar a imagem manchada que foi reforçada após o período de conservadorismo extremo liderado por Bento XVI. “Francisco ainda é parte dos conservadores, mas isto tudo é uma forma que ele tem buscado de dialogar de uma forma mais significativa com o mundo”, escreveu Mickens.

Em 2013,  o Papa Francisco disse que ateus podem ir para o céu, sendo prontamente publicado em sites e jornais a resposta imediata do Vaticano dizendo que ateus vão para o inferno.

Meses depois o Papa reafirmou a sua colocação, conforme mostra o site Independent.

 

Comentários