Outra Testemunha do Objeto P 7X

Segue a notícia após o meu comentário)

Prefácio

A Minha Posição?

Não tenho telescópio para observar o céu, mas fazendo cálculos sobre agrupamentos planetários, eclipses e outros argumentos de ângulo e massa planetária reunidos ao local conhecido do objeto P 7X por diversos astrônomos do mundo, é que eu consigo mapear esse astro, através dos impactos de energia que ele gera no planeta Terra, Sol e adjacências.

Com uma pequena ajuda dos crops circles, que muitas vezes fornecem as coordenadas destes eventos cósmicos muito antes deles acontecerem, costumo ter um bom grau de acerto.
O Objeto P 7X é real, está na mesma localização conhecida, e mudando a cada dia, transitando entre as órbitas de Saturno e Júpiter numa órbita extremamente excêntrica e inclinada em relação à eclíptica, o que torna seu monitoramento algo desconcertante, até para os astrônomos mais hábeis.

Agora, quanto a esse SEGUNDO SOL que o Tio Abadom julgou ser NIBIRU, e que alguém em New Jersey viu colado no Sol , por uma mera questão de leis da Astrofísica, impossível que seja um astro, tão gigante e brilhante assim, que não seja visto em diversas partes do mundo e cause um colapso no sistema solar – porque certamente o Sol atrairia esse outro Sol para um abraço aniquilador no céu…
Continuo afirmando o mesmo de sempre:

Esses objetos perto do Sol não são Nibiru e coisa alguma, mas são UFOS que estão SINALIZANDO ao mundo a seguinte mensagem (Porque UFOs podem controlar a gravidade do Sol, mas um segundo Sol colado com o primeiro jamais o faria!):

“Existe um segundo Sol se aproximando da Terra”

A mesma mensagem, inclusive, que os crops circles dos mesmos extraterrestres anunciam há três décadas, no mínimo.
Mas, da mesma forma que a grande mídia não liga para estes sinais do céu, ela nunca acreditou nas mensagens crop circle, alegando que são coisa de “humanos”.

Humanos com dom de profecia, no mínimo!
Porque são mensagens de coisas ditas antes e que se realizaram depois.

E sobre a conexão com a Pandemia, essa é uma reflexão que eu fiz há algum tempo por aqui, que o objeto em questão, por estar abalando todo o equilíbrio planetário, principalmente o equilíbrio climático e magnético da Terra, está com certeza abalando a delicada estrutura da Biosfera, e com toda certeza, está como a variável principal das equações que explicam não só o atual surto de coronavírus como também o aumento vertiginoso de uma série de outras pragas biológicas e abalos na cadeia vital, em diversas partes do mundo.

***************************************
Segue a notícia:
Segundo declarações do observador do céu brasileiro Tio Abadom, um corpo celeste invadiu o sistema solar e é monitorado por telescópios espaciais e telescópios terrestres. O objeto desconhecido está atualmente localizado perto dos planetas Júpiter e Saturno e parece estar acelerando.

Coincidência ou não, mas na semana passada, Alonso Ent pegou um estranho fenômeno celestial em Trenton, Nova Jersey, que conseguiu capturar algum tipo de objeto celestial perto do sol (geralmente chamado de segundo sol).

Alonso, que é um cinegrafista experiente, disse: “MUITO RAPIDAMENTE E, MESMO MUITO DIFÍCIL DE FOCAR, EU PODERIA GRAVÁ-LO POR ALGUNS MINUTOS.

Embora Tio Abadom fale sobre o infame planeta NIBIRU, podemos nos perguntar se poderia ser um navio-mãe alienígena gigante, o registrado pela sonda heliosférica SOHO.

A questão surge espontaneamente ao astrônomo Tio Abadom: “Será que o que está acontecendo agora na Terra (PANDÊMICO) é uma conexão direta com a presença desse objeto espacial não identificado?”

Nós apenas temos que esperar por mais desenvolvimentos sobre o movimento desse grande objeto espacial que está se aproximando da Terra.

JP em 19.03.2020

Comentários
Compartilhar