Templates by BIGtheme NET

OS VERDADEIROS ANUNNAKI – parte 1

O ERRO DE ZECHARIA SITCHIN

Não só a Igreja e outras instituições religiosas e pseudo-religiosas, mas muitas instituições seculares não-religiosas vem condicionando a humanidade à meia-luz das informações, como a própria NA$A e outras instituições a frente das pesquisas científicas, fazendo a todos de bobos quando nega ou se furta de maiores detalhes sobre a realidade extraterrestre que todos nós sabemos que ela tem em mãos. A Igreja começou com conhecimentos poderosos, mas a cobiça dos homens é a mesma, vistam eles batina ou não. O fato é que conhecimento dá poder e liberta. Se o povo fosse educado na direção da consciência cósmica, o que inclui a verdade extraterrestre, seria menos materialista, menos manipulado, menos consumista e, portanto, daria menos lucro à máquina capitalista, e isso é justamente o que eles não querem. Quanto mais condicionam o povo ao consumismo, mais faturam.

“Vamos dar pão e circo para o povo, e tudo o que eles exigirão de nós será farinha aos pães e palhaços para entretê-los”, essa é a idéia.

Quanto menos interessados nas questões de real importância, como a realidade extraterrestre, melhor para nós. Vamos deixá-los entretidos com besteiras…” e sempre funcionou assim.

Os Anunnaki, os que vieram do céu, segundo as mesmas tradições da Igreja (que os interpreta como sendo os ANJOS), que foram herdadas de outras culturas somadas ao testemunho de Jesus Cristo, são de Sirius.


Há uma longa relação de concordâncias que nos leva a essa dedução um tanto quanto evidente.
Os Dogons africanos deram as chaves principais, a simbologia do PEIXE é muito mais antiga que a cristã, ela vem de muito antes, passa em todas as culturas do mundo antigo. O Peixe, referência aos deuses oceânicos, os que vieram das estrelas (Anu-nnaki), especialmente da região zodiacal de Touro, para onde apontam todos os monumentos do mundo antigo, como a Grande Pirâmide de Gizé, ou inúmeros templos da América pré-colombiana…enfim, os verdadeiros criadores e instrutores do nosso planeta assim foram honrados e lembrados pelos antigos….
Mas essa é aquela metade da história que não convém contar ao mundo. Porque conhecimento dá poder, e liberta. Se a humanidade começasse gradualmente a largar televisão, novelas, futebol e carnaval, e passasse a estudar, a meditar mais na direção do conhecimento universal, poderia mudar toda a configuração social e política do mundo ao criar um verdadeiro chamado, uma verdadeira nota de aproximação dos irmãos das estrelas.
Muitos tomam apenas as concepções de Sitchin e interpretam nos Anunnaki apenas uns espoliadores de ouro do planeta e escravagistas. Colocar o SENHOR do Antigo Testamento na forma de um rei Anunnaki garimpeiro das Galáxias foi o erro mais torpe daquele pesquisador. Uma desinformação ou mesmo contra-informação absurda que está causando tanto dano à Ufologia e a compreensão da realidade extraterrestre em nosso mundo quanto o ceticismo omisso da NA$A e dos acadêmicos…

Como pode este Anunnaki ter tecnologia para criar seres vivos de barro para trabalharem para Ele e não ter tecnologia para fabricar ouro e outros minerais, sendo que os melhores Alquimistas da Idade Média não só tinham a chave da Transmutação metálica como operavam com certo trabalho e hermetismo a referida conversão do chumbo em ouro? Uma contradição gritante, já que a Alquimia e o segredo da Transmutação Metálica, como muitas outras ciências, vieram de lá mesmo, das estrelas dos Anunnaki…

Isso está errado, tudo errado, foram traduções imprecisas de Sitchin das tabuinhas sumérias. Enki era um deus sábio e compassivo, e se Enlil é apresentado como tirano, mudem o termo tirano par justo, já que a humanidade tinha caído na barbárie naquele tempo, como registra o Gênesis 6 de Noé e o episódio do Dilúvio. Justiça é uma coisa, é a aplicação da Lei Maior quando o mundo entra em corrupção generalizada, barbárie e caos. Tirania não vem de Deus.

O homem sim, é tirano sobre os mais fracos, a quem escraviza. As teorias de Sitchin se encaixam para a humanidade, e não para os deuses.
No entanto, temos ciência da existência dos Anjos caídos e dos infra-alienígenas…

JP em 23.01.2019

Comentários