Os Últimos Dias de Pompéia

(matéria de 25.07.2017)

Vamos entrar no Sétimo milênio da Terra, o grande Shabat da humanidade, que significa colher, ceifar a terra, para que ela entre no repouso.
Em outros termos, o processo da extinção global sem o qual não é possível recomeçar. A partir do momento em que a civilização já fundou bases muito antigas que se fizeram e se fazem contrárias à Ordem proposta por Deus e seus agentes desde os primórdios, humanidade essa que foi muito mais guiada, ensinada e direcionada por Anjos caídos que por Agentes legítimos do Pai.

Agora, se os frutos que pendem da Grande Árvore do Tempo, caírem ao chão, esmigalhando-se com a queda, ninguém fale em condenação divina, apenas atente ao fato que o fruto despenca da Árvore e se espatifa no chão por causa de seus próprio estado de podridão.

Profecias maias estão de acordo preciso com as profecias bíblicas.

A ceifa da terra, pessoas e almas já prontas, desligadas do materialismo e com certa maturidade espiritual alinhadas com os valores de Cristo, que estejam prontas para trabalhar em outras frentes e missões, missões de amor e ajuda, apóstolos erguidos da Terra para ajudar os que sofrem, e deles falou a Virgem de La Salete…

Eles serão primeiramente levados para outra dimensão da Terra, em preparação, e depois, subirão ao céu, num retiro reservado, porque nem mesmo a Terra será lugar para se ficar quando os elementos de fogo e energia forem desatados para limpar toda a sujeira física e psíquica que a humanidade acumulou por aqui em milênios de guerras, devastações e cobiças famigeradas… aqui não poderá ficar nenhum filho de Deus, exceto aqueles que já foram condenados aos Infernos das dimensões inferiores, indo de encontro aos Anjos caídos trancafiados no Tártaro, e isso desde o testemunho do profeta Enoque, que abrirão suas portas com a energia do fogo e da vibração necessárias a purificação de toda a maldade humana.

Lembrem-se, Deus não criou o Inferno para a condenação eterna do espírito humano. Há que se traduzir a simbologia. RÉU ETERNO DO INFERNO É O EGO. Sim, é ele, o ego, o Mal, ele é sempre sentenciado ao fogo eterno em todos os tribunais do Cosmos, e depois que as almas são depuradas dolorosamente destes egos famintos, que se não fossem impedidos e detidos, destruiriam tudo e contaminariam tudo novamente se liberados ficassem, sim, somente depois desse transe de milênios nas dimensões inferiores, quando estes egos-demônios forem completamente incinerados, então as almas são liberadas para uma nova ronda evolutiva em mundos puros.
Essa é a mecânica do Inferno, decifrada toda a simbologia dantesca.

Imagine-o como o Intestino do planeta Terra.
Se voce já sabe por que o corpo físico precisa de um intestino, para não se auto-intoxicar em seus próprios detritos, compreenderá imediatamente a função do INFERNO no planeta Terra e em todos os outros mundos habitados.

Antes, aqueles selados filhos de Deus serão levados para o DESERTO, que significa uma dimensão paralela neste mundo mesmo, e ficarão lá por três anos e meio, se purificando e se preparando para a grande ascensão, conforme o Apocalipse 15.

Tudo isso consta no Apocalipse 14 e 15, e quando finalmente a Grande colheita estiver completa sobre a Terra, a comitiva do Cordeiro, e seus 144 mil e outros milhares, subirão ao lugar retirado do céu, fora da Terra, aquele lugar que se parece com um mar de vidro misturado com fogo… e que na verdade, é um lugar repetido em outras passagens bíblicas e até em textos apócrifos… é a morada do Senhor, o Tabernáculo do céu… Vênus, cercado de nuvens de fogo e mares vibrantes escondendo um mundo azul e pacífico de excelências divinas, mundo esse jamais visto aos telescópios por se encontrar na Quarta Dimensão…

Esse é o grande segredo bíblico, aquela Casa da Grande Hierarquia conhecida como YHWH, Adonai, o Ancião dos Dias, Sanat Kumará dos teósofos, enfim, o Primeiro Anjo da Criação humana na Terra, que está em Vênus numa dimensão espiritual e é o seu próprio Logos e coração… para lá subiram Enoque, Elias, Ezequiel, Moisés e o próprio Jesus em sua ascensão em uma nuvem de fogo e energia.

Para lá foi arrebatado o próprio João de Patmos, durante seu cativeiro, recebendo todas as visões gloriosas dos tempos que viriam.

E todos eles subiram na MERKABÁ DO SENHOR… esse misterioso veículo, em parte ufológico, mas em parte, puramente espiritual, que conduz os selados e os homens de Deus a missões maiores em suas mansões de luz e energia, desconhecidas pelos humanos… e que anda aparecendo recentemente em belos crops circles… e se o crop circle anuncia o veículo, anuncia quem chega nele, por consequência!

Vai acontecer de novo, O Senhor Sanat Kumará está retornando, crops circles são suas mensagens de seus mensageiros. Ele é o Ancião dos Dias do profeta Daniel, que se apresentará para o Juízo Universal.
O mundo que se prepare, pois como disse o profeta Ezequiel:

Que se cale toda a carne diante do Senhor!”

E enquanto as pessoas ignorantes aqui em baixo brigam e discutem suas religiões e crenças debaixo de concepções cegas, as esferas superiores estão rolando em estouros de nascimentos cósmicos lá nas alturas, porque o Filho de Deus está para nascer outra vez na morada das trevas… poucas mentes, infelizmente, estão prontas para as verdades contidas nesse episódio de raridade infinita na história não só da Terra, mas de todo o Universo.
Enoque o chamou de O ELEITO.

Mas é sempre assim… enquanto o Cristo nascia na humilíssima manjedoura, poucos pastores estavam acordados para velar por ele, enquanto todo o resto da humanidade dormia em sono profundo, correndo atrás de misérias e migalhas… são verdades eternas que se escutam no universo, quando acontecem, não com os ouvidos, mas com o coração!
E cada coração agora será impelido na direção não das coisas que fala na teoria, mas na direção das coisas que vive em seu desejo secreto.
Na maioria das vezes, nem tão secreto assim…

São raridades planetárias em enquadramentos jamais vistos, são desenhos da Cosmologia inédita, trazendo estrelas que retornam, cometas que explodem e alinhamentos em matrizes de energia dotadas de tão grande raridade que poderão passar milhões de anos sem que sejam repetidos nos quadrantes dos céus… eles é que trazem um Novo destino de luz para os que estiverem em sintonia com suas novas canções.

VIGIAI E ORAI ENQUANTO TENDES LUZ… Então, faça o melhor que puder.

Joio e Trigo.
As espigas boas e más começam a por suas cabeças sobre as plantações do mundo. Dê o seu melhor, apresente sua boa espiga ao Criador, e vá meditando, orando pelos seus, vigiando… focalizando sempre com a Mente-Cristo e com o Coração-Cristo, tendo o referencial de toda a Verdade e Justiça necessárias à cura do mundo.

O resto é aguardar, nada mais podemos fazer, a sentença da humanidade já foi selada, agora só espera o tempo inevitável do seu cumprimento… e sobre esse tempo, todas as vozes ao redor do mundo estão falando em coro a mesma coisa: Está Perto, muito Perto… o Parto das estrelas!

JP em 07.05.2020

Comentários
Compartilhar