Templates by BIGtheme NET

Os quatro níveis de consciência no Universo

 

 

 

Consciência é construção em função das melhores escolhas: porque elas só acontecem quando a melhor parte dentro de nós é quem escolhe, a parte consciente!

 

Existem quatro tipos fundamentais de consciência no Universo

 

1. A Consciência invertida

Esta nem é uma consciência, na concepção do termo, mas justamente, uma ausência dela, que é caracterizada por ações deliberadas no mal sem qualquer nível de remorso, arrependimento ou culpa. Ela está fossilizada na concepção equivocada do Mal, não consegue mais sair dali porque não deseja mais sair dali. Sua consciência sofreu uma inversão de valores que dificilmente pode ser revertida a estados de lucidez e bom senso. Típica desses demônios encarnados, monstros humanos, psicopatas, assassinos em série, pessoas que cometem grandes males e julgam estar fazendo um bem, ou apenas se divertindo e gozando com a dor alheia.

 

2. A Consciência pesada

Aqui, embora ainda existem ações voltadas para o mal, o crime e o erro, elas são acompanhadas de culpa e de arrependimento, o que significa uma possibilidade de reversão destes estados negativos. Se a pena de morte pode ser justificável no nível 1 (consciência invertida), já que não há mais cura ou forma de reverter a maldade incorporada, neste nível 2 essa possibilidade existe, e toda culpa sincera e remorso honesto indicam um esforço da consciência tentando se redimir perante si mesma. Geralmente a religião costuma ser a primeira saída para alívio deste nível de consciência, porque é a religião que sempre oferece as esperanças de redenção e cura para toda alma contrita. A consciência pesada já funciona como um remédio amargo que o próprio espírito começa a injetar na alma, para resgatá-la dos estados de escuridão mental que a levaram aos crimes e erros graves do passado.

 

3. A Consciência tranquila

Neste nível 3, saímos da esfera dos erros praticados (que caracterizam os níveis inferiores) e passamos à esfera dos atos equilibrados. No nível 3, a consciência está em paz consigo mesma, não há culpas, erros ou crimes graves no seu histórico de ações e pensamentos, e ela está tranquila. É o nível que permite a ascensão ao ponto mais alto de consciência, aquele que começa a desenvolver atividade no Bem. Porque, mesmo tranquila, este tipo de consciência verifica apenas ausência de ações negativas, e este é o primeiro passo para implementar as boas ações em sua vida útil. Porque sabemos que, na verdadeira religião da alma, deixar de fazer o mal é o primeiro passo.

Porém, começar a fazer o bem, este é o passo seguinte. No nível da consciência tranquila, há um senso de respeito inerente ao ser humano, há uma conduta moral justa e correta perante o semelhante, mas ainda faltam esforços significativos na direção de um envolvimento maior com as causas humanitárias e impessoais, ou seja, a pessoa ainda está focada no ego, e mesmo que tenha adquirido um senso de moral e equilíbrio na sociedade, ela ainda se encontra aplicada somente às esferas de seu interesse, como família. Não sente ainda aquele impulso de realizar obras maiores, serviços impessoais e atividades que sinalizem já um amor impessoal e incondicional vibrando em seu coração, o que caracteriza o nível 4, o último nível de consciência, aquele para o qual o Universo-Deus conspira e trabalha para edificar em todos os seres.

 

4. A Consciência recompensada

Aqui é o nível de consciência que caracteriza os santos, os grandes humanistas, os grandes servidores da humanidade e os próprios anjos do céu. O pólo oposto da consciência invertida, totalmente polarizada no Mal, este é o nível da consciência totalmente polarizada no Bem e nas causas do Bem, até as últimas consequências do sacrifício. Esta consciência não se isola mais em seu núcleo pessoal ou familiar de valores, ela passa a se importar com a dor alheia como se fosse sua, e com a humanidade como se fosse sua família, uma única família. O Amor universal chamado Ágape é o combustível do seu coração.

Deus é a razão de todos os seus atos e desejos. A humanidade é o alvo de todos os seus ideais, e a consciência perfeita, a sua maior ambição. Viver sob a Grande Lei, chamada AMOR, a sua regra de conduta em tempo integral. Abraçar todo semelhante e dividir tudo o que possui, é a sua caminhada. Absorver cada vez mais luz das fontes do conhecimento legítimo para compreender cada vez mais o Sagrado e o Divino, porque deseja cada vez mais viver e estar no Sagrado e no Divino, esta é a sua escola. Porque essa escola começa na Terra, na pele dos santos e mártires da Justiça, para terminar no céu, na forma dos Anjos, que foram homens de consciência recompensada em Terra, recompensada porque suas consciências vibravam, o tempo todo, a energia do prazer de servir.

Enquanto que as consciências invertidas de demônios gozam na maldade e sentem prazer com o sofrimento alheio, aqui se dá o oposto, a consciência recompensada sofre com a dor alheia, mas goza o amor quando tem a oportunidade de se transformar num Instrumento do Bem eterno nas Mãos do Criador, Mãos estas que, desde o começo, usando a escola da vida e a escolha livre, tenta nos ensinar, nos transformar, nos educar, purificar, abrir e preparar para a invasão da Onda do Amor Infinito, para o qual a consciência recompensada se fez canal aberto em tempo integral.

Somente alcançado este nível de consciência é que podemos transcender plenamente o ego que ainda marca os níveis anteriores e nos unir plenamente com a energia divina que é a Onda do Amor Infinito, que nos atravessa por inteiro por não encontrar mais nenhum bloqueio (ego) dentro da alma livre.
É para a consciência recompensada em todos os seres que o Universo consciente trabalha incessantemente, no laboratório da Evolução do aprendizado em função das escolhas…. as melhores escolhas disponíveis ao livre-arbítrio!

E o maior bem que ela carrega em si não está nos bolsos, mas no coração, que é atravessado incessantemente pela Onda do Amor Infinito. E é por isso que tais almas benditas se desligam de todo materialismo e profissão de egoísmo!

A maior riqueza do Universo já lhes pertence: o Amor de Deus. Não são elas que possuem este Amor, mas o Amor é que as possui.

E por tal razão, suas consciências se sentem recompensadas eternamente.

Adonai

 

JP em 23.08.2019

Comentários