Templates by BIGtheme NET

Os Estranhos Desaparecimentos Espontâneos

Desaparecimentos misteriosos não é algo novo. Seja qual for o motivo, algumas pessoas parecem desaparecer sem deixar rastros, e nunca mais são vistas.  Por mais que esse tipo de caso pareça ser estranho, há um tipo mais estranho ainda, pessoas que desaparecem na frente de outras pessoas ou perto de outras, como mágica.

homem sumindo - To no Cosmos

Um dos primeiros relatos sobre esse estranho tipo de caso, foi nos idos anos de 1760, na cidade de Shepton Mallet, Inglaterra.

Owen Parfitt, era um senhor que passava a maior parte do dia contando suas aventuras da mocidade, e como apresentava problemas físicos, não conseguia se locomover sozinho. De acordo com as histórias, em um belo dia Owen estava sentado na porta como de costume. Como era um dia bastante frio, Owen estava enrolado em um casado, e quando sua irmã foi buscá-lo, eis que apenas o casaco se encontrava lá, lá onde em instantes antes Owen também estava.

Como ele não conseguia caminhar sozinho, sua irmã pensou que algum vizinho teria entrado com ele para dentro da casa, como às vezes acontecia, mas o senhor Owen não foi encontrado em lugar nenhum. Toda a área foi vasculhada por sua irmã e os habitantes locais, e um senhor com problemas para se locomover não conseguiria estar tão longe, mas mesmo assim não foi encontrado.

Na época o povo dizia que o Demônio veio buscá-lo como pagamento de um pacto feito entre eles, e até hoje o mistério não foi solucionado.

Benjamin_Bathurst - To no Cosmos

O diplomata Benjamin Bathurst, que misteriosamente desapareceu.

Já na noite de 25 de Novembro de 1809, um diplomata britânico chamado Benjamin Bathurst estava indo para Berlin antes de poder voltar para casa depois de uma importante viagem para Viena.

No caminho, Bathurst, fez uma parada na cidade de Perleberg para comprar alguns cavalos e ter uma refeição. Após o jantar Bathurst disse para o seu assistente que iria esperar na carruagem, e logo em seguida o seu assistente o seguiu, porém ao chegar na carruagem que ainda estava com a porta aberta, o diplomata não estava lá, mesmo tendo sido questão de segundos.

Dado a importância de sua pessoa, principalmente por ser um diplomata na época, uma grande busca foi realizada em todas as casas e redondeza, e nada foi encontrado.

No site Wikipedia podemos ver que a esposa de Benjamin Bathurst viajou para Paris pessoalmente após exaustiva e cara procura, para visitar Napoleão Bonaparte e saber do paradeiro do diplomata, já que a região se encontrava em guerra na época. Napoleão disse desconhecer o incidente e ofereceu ajuda nas buscas.

Um dos casos mais famosos é de Louis Le Prince, um dos precursores do cinema, e a primeira pessoa a capturar imagens em movimento.

passaro homem - To no CosmosEm Setembro de 1890, Le Prince embarcou em um trem para retornar à Paris, após visitar o seu irmão em Dijon, França. Le Prince foi visto mexendo em sua bagagem e adentrando em sua cabine, a qual ninguém o viu sair depois, durante todo o percurso.

Quando o trem chegou na estação de Paris, Le Prince não desembarcou e então um funcionário foi enviado até a sua cabine para despertá-lo. E como já deve saber, eis que Le Prince e sua bagagem não estavam lá, porém a porta e a janela da cabine estavam trancadas pelo lado de dentro. Como?!

Não podemos deixar de citar, como nos conta o site Historic Mysteries, que com esse desaparecimento de Le Prince, Thomas Edison, que estava sendo processado por Le Prince acusado de ter roubado sua patente, tentou levar os créditos pela patente de projeção de imagens em movimento, que mais tarde ficara com os irmãos Louis e Auguste Lumière.

Thomas Edison é acusado de ‘roubar’ patentes de outros cientistas, como de Nikola Tesla, por exemplo.

Da mesma maneira que o caso de Le Prince não teve uma resposta, viajando para uma época mais recente, em 2006, Brian Shaffer, estudante de medicina na Universidade de Ohio, que se embriagou em uma casa noturna e foi visto pela última vez conversando com duas mulheres.

As câmeras de segurança filmaram Brian entrando no estabelecimento, mas em nenhum momento é mostrado quando ele sai, sendo mais um caso ainda não resolvido pela polícia local.

Há inúmeras teorias sobre o desaparecimento, como sequestro, suicídio, fugas, e até abdução por seres extraterrestres estão na lista.

David Paulides - To no Cosmos

David Paulides, relata curiosos casos em seus livros.

O investigador jornalista e perito na área de desaparecimento de pessoas, David Paulides diz:

“Na grande parte dos casos que estão catalogados, se as pessoas são encontradas, elas são encontradas inconscientes ou semiconscientes, e normalmente em áreas que já haviam sido procuradas e nada havia sido encontrado. Na maioria dos casos essas pessoas são crianças, e não conseguem se expressar (ou não são acreditadas), têm alguma deficiência que as impossibilita de reportar o ocorrido, ou então simplesmente não lembram de nada. Nos casos em que lembram, realmente é algo impressionante.”

Em seu livro Missing 411, David Paulides investiga 411 casos bastante misteriosos de pessoas desaparecidas. David sugere que no mundo há 30 ‘pontos geográficos’ onde a maioria dos desaparecimentos ocorrem. Nesses locais os desaparecimentos ocorrem em instantes, e em áreas cercadas de testemunhas.

Sabemos que muitos casos são de cunho criminal, porém muitos continuam sem resposta.

Em 2008, Odair José Berti, sem saber como aconteceu, foi parar em cima de uma pedra com cerca de 300 metros de altura, onde teve que permanecer por 17 horas até conseguir ser resgato pelos Bombeiros, em uma operação que durou 12 horas.

Para os bombeiros, o ocorrido não tem uma explicação lógica, e que seria impossível ele subir em cima de tal pedra pro conta própria. Mesmo após ser dito pelo Fantástico que Odair Berti é sonâmbulo, os moradores locais e a maioria das pessoas, continuam achando ser impossível uma pessoa adentrar uma mata fechada e escalar 80 metros enquanto dorme.

Seria uma brecha no Espaço-Tempo?

Comentários