Templates by BIGtheme NET

O Segredo do Santo Oito – Parte Final

Parte final – GENERALIDADES DO OITO

OITO é o Infinito porque simboliza a Cadeia Dupla, que flui do Zero (microcosmo) ao Infinito (macrocosmo), e do Infinito ao Zero. O centro do Laço é o zero, o começo, e as bordas do laço, o fim. Mas a Cadeia Dupla não tem tempo, porque ela abarca todos os tempos, todos os números, todos os campos, do zero ao infinito e do infinito ao zero em seu segredo de Movimento Perpétuo (Roda).

Em termos algébricos, infinito e zero se tocam, porque se eu dividir qualquer número pelo infinito, o resultado final será o zero, e se eu dividir qualquer número por zero, o resultado final será o infinito!

São fundamentos importantes no Cálculo Integral e Diferencial.

É o número das tábuas musicais elementares, repetindo o mesmo tom das escalas anteriores nas Oitavas seguintes  do Instrumento considerado.

 

Também teremos um Universo em Oitavas, com camadas da Criação distintas segundo a mesma regra, com as dimensões superiores repetindo modelos de frequência das dimensões inferiores, oitavas acima, como num grande Universo espelhado fractal? Certamente!

Qual é o oitavo SOM? Oitava acima é a sétima repetida da escala Sete anterior. Não é o oitavo som. Como a oitava cor. Se o espectro da Luz Branca produz sete cores, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta, qual é a hipotética oitava cor?

 

O Rosa, o Pink, a cor que “não existe”, porque nossos olhos é que criam essa cor “extra” no fundo da retina. Ela não existe no espectro das sete cores, limitadas pela faixa do infravermelho nas oitavas abaixo, e pela faixa do ultravioleta nas oitavas acima, como ultrassons e infrassons inaudíveis para o nosso limitado campo médio de audição.

A oitava cor, o oitavo som, o oitavo dia da semana, são como portas das dimensões ocultas! Oito novamente e sempre! E a chave das frequências dobradas a cada salto de oitava têm relação direta com a geometria fractal construindo dimensões!

Há infinitas relações e co-relações à bordo do número 8, e aqui já podemos ter um vislumbre da sua grandeza e mistério.

Ondas eletromagnéticas em planos ortogonais de oscilação, e a dupla hélice do DNA em estrutura 3D, ou a simbologia simples das duas serpentes do caduceu, como se a onda dupla em movimento atrativo oscilasse em torno de um eixo invisível central que as direciona em sua viagem ou construção, e esse eixo invisível de energia é o fio condutor do próprio Espírito dirigindo toda onda criadora emparelhada, toda informação, toda genética e todo código convertido em Luz e Vida.

O Binário está na respiração (inalação/exalação) e no ritmo cardíaco (sístole/diástole), é a base da numeração (binária) e do código 0/1 de informação (usado por exemplo na ciência da computação).

Luz e Trevas, Bem e Mal, alto e baixo, dentro e fora, muito e pouco, perto e longe, pequeno e grande, dor e prazer, etc etc… e percebemos que nossa mente é igualmente polarizada, e a geração do pensamento é totalmente amarrada a esse dualismo conceitual formado pelos cinco sentidos limitados da percepção humana.

Ainda não alcançamos a transcendência do Terceiro Fator (de origem espiritual) que é o gerador da síntese do equilíbrio permanente contido no Segredo do Santo Oito. Ainda somos escravos da dualidade, a começar pelo nascer e a terminar pelo morrer. Imortalidade é o terceiro fator da Vida gerada pelo Poder Milagroso e divino do Santo Oito. Mas ainda estamos acorrentados nas reencarnações, aquela Roda Fatal que Buda destruiu pelo poder da Iluminação, alcançando ANAGAMI e adentrando no Nirvana dos Imortais que não precisam mais reencarnar e sofrer todo o drama da vida mortal limitada ainda desconectada da Grande Fonte.

O equilíbrio entre os dois pratos da Balança é a própria Lei da Vida fluindo no corpo e nas células! A Vida é uma ONDA de Cadeia Dupla que flui dentro do corpo e ao redor dele, procurando conexões de energia e pensamento com outras formas de vida! Importante destacar esse ponto! Vida são Vidas. A Vida é um fenômeno coletivo, e as células que compõem nosso corpo são testemunha disso.

 

Todas essas Cadeias duplas entrelaçadas no Universo multidimensional trazem a mesma dinâmica de leis que, integrando todas as partes entre si, promovem o fluxo equilibrado que permite que o TODO seja muito mais do que a simples SOMA das PARTES, transformando-o verdadeiramente na Identidade final de todas as partes atuando em Sinergia! E também fazendo com que cada parte seja o reflexo do TODO nessa Resultante final.

 

E falando de Ondas eletromagnéticas e DNA, que são formadas por oscilações de campo elétrico e campo magnético em planos ortogonais, e de duplas hélices entrelaçadas em espirais 3D, sabemos que a especial dupla função de toda Onda é a de conservar e propagar a INFORMAÇÃO. O DNA é comparado ao Livro da Vida, com todas as informações da biologia atual e até ANCESTRAL dos seres contidas dentro dele, como um verdadeiro arquivo de memória de toda a evolução que se aplicou nas formas vivas desde o seu começo até seu status evolutivo atual…e por outro lado, são as ondas eletromagnéticas que trazem informações dos astros distantes do universo nas lentes dos telescópios.

Ondas gravitacionais, inclusive, podem trocar outro tipo de informações entre os sistemas em que se aplicam.

Nossos sinais vitais são medidos por leituras de nossas pulsações cardíaca e ritmo respiratório, o que também funciona como leitura de informação de “oscilações” internas, sem falar do eletrocardiograma, o eletroencefalograma, a pressão arterial, etc.

Tudo isso pode nos dar a pista do porque tais ondas se manifestarem em cadeias duplas fechadas que preservam intactas as informações nelas contidas, impedindo assim a dissolução das mesmas durante sua viagem pelo universo, e no DNA quando dos corpos físicos submetidos a meios ambientes agressivos e hostis!

Ondas, todas elas, mecânicas, acústicas, luminosas, eletromagnéticas, até as ondas gravitacionais, são portadoras de informação, e  no incessante movimento pelo Universo, elas também partilham essas informações.

Nosso DNA é também uma espécie de ONDA VIVA guardando e transmitindo nosso código genético, bem como dos outros seres, ao longo das viagens das almas encarnadas no mundo físico no curso de séculos, de milhares e milhares de anos! E a forma mais simples e elementar de partilha genética encontrada pela Natureza está na sexualidade.

 

Sete é o número da Totalidade, mas é um número “estático”, limitado, cíclico, repete a si mesmo nas escalas. Deus criou o Universo em Sete Dias, e o tempo se fecha nos sete dias da semana, o oitavo dia não existe, porque retornamos sempre ao primeiro dia da semana seguinte de sete dias. Horas, dias, semanas, meses, anos, são contagens fechadas de tempo, porque se repetem em ciclos! O planeta, e até as estrelas estão encerradas em ciclos!

 

A mesma coisa acontece com a escala musical natural de sete tons, e a oitava repete o primeiro tom da escala anterior, numa frequência dobrada! Por isso, se Sete é o Tempo, Oito é a Porta da Eternidade nos domínios do Infinito onde o Espírito de Deus se move e tem sua Realidade paralela ainda não acessível para nós, dentro das grades setenárias de cor, som, dias da semana e ciclos de vida (do nascer ao morrer em sete períodos – a geração completa na Biblia era um ciclo de 70 anos!)

 

OITO É A CHAVE DO TEMPO, QUE ABRE A PORTA DO INFINITO E DA ETERNIDADE onde Deus se move!

A Dinâmica da Criação está contida no OITO.

O Octaedro é um poliedro regular de 8 faces triangulares (3-8) e é o núcleo dos cinco sólidos perfeitos, considerado o Portal geométrico entre todas as dimensões do universo representadas pelos outros quatro poliedros que o cobrem (Dodecaedro, Icosaedro, Hexaedro/Cubo e Tetraedro).

O OITO é a VESICA PISCIS, é a reunião de dois círculos iguais partilhando o mesmo centro de gravidade, que é a própria ilustração geométrica da Dualidade criadora na Cadeia dupla fluindo segundo o eixo central de equilíbrio das forças da paridade… a mesma leitura mística do Espírito Santo em Chamas Gêmeas criadoras perante o Verbo-Deus!

O OITO também está relacionado portanto ao mistério das ONDAS portadoras de informação, viajando no Universo ao longo de suas partilhas incessantes! O Pensamento é também essa onda, e sua função, dentro da telepatia, é justamente essa, pois nosso pensamento não está habilitado somente a guardar informação, ele também tem a capacidade de cruzar informações com outros pensamentos em sintonia, naquela perdida faculdade (Telepatia).

Tudo isso está contido no significado do OITO, e por essas e tantas outras razões é chamado de GRANDE LEI, ou LEI MAIOR do Universo, que gera e regula todas as leis menores nos planos abaixo de seu grande Arco de influência, dentro de uma muito complexa e coordenada soma de infinitas articulações mantendo todas as coisas ligadas e permitindo o fluxo entre tudo.

A Grande Balança oscila até encontrar o ponto de equilíbrio, e a energia da vida e da consciência do Grande Espírito fluirá do zero ao infinito e do infinito ao zero durante a eternidade de sua regência, dispondo tudo na base da Justiça, que é a Lei Maior de Deus em ação, ou AMOR CONSCIENTE, a grande origem da Vida.

Tanto que a letra 8 do hebraico se chama HEIT, significando VIDA (termo plural), e vem da palavra HI, (Hai), vida. E que o ANKH egícpio, ou cruz Ansata, traz o mesmo conceito de Vida dos deuses na forma de Imortalidade porque se trata de uma Vida conectada a Grande Cadeia, já que a Imortalidade é o efeito direto da vida individual que se fez novamente ligada à Vida Coletiva nutridora (o capítulo 15 do Evangelho de João, na parábola da Videira, dá esse perfeito esclarecimento)

Ter a vida eterna começa em dar a vida pessoal e sacrificar o ego individual em nome de uma edificação maior, Lei semelhante das estrelas que foi escrita com o sangue de um Deus morto na cruz por amor de nós.

Uma curiosidade sobre a palavra “Oito”.

Nas línguas de origem latina, ele procede do termo OCTO:

Oito (português), Ocho (espanhol), Huit (francês), Eight (inglês), Acht (alemão), Otto (italiano), etc, e podemos traçar paralelos com a oitava letra do alfabeto hebraico, Heit (cujo valor é 418, soma 13, a Imortalidade), sendo que HEIT vem de uma língua semítica (hebraico) sem parentesco com o Latim! (lembrando que a palavra “Oito”, no hebraico, é Shemone, e que Heit é o nome da oitava letra).

OITO, portanto, é um Número de Vida, Vida que vem de Deus e da Cadeia Dupla que circula em todo o Infinito Cosmos, como vimos antes.

VIDA é um fenômeno coletivo. Isso é mais do que certo.

Isolar a vida das outras vidas significa morte, em todos os aspectos, e podemos dizer que o egoísmo é a morte do Amor…

Vida que é o fenômeno da Resultante final de todas as forças e princípios espirituais estabelecidos no Universo material e energético em equilíbrio de soma, onde o Amor atua como Lei Suprema!

Poderemos alcançar a grandeza dessa Lei do Amor Incondicional contida no Santo Oito? Ao sacrificar a vida pessoal por amor, voce não só aniquila o EGO mas faz com que sua vida individual seja reconectada à Grande Vida Cósmica. Eis o mistério crístico em sua celebração de Imortalidade. Eis a chave 13 da passagem (Páscoa) da morte para a imortalidade.

O que dizer mais?

Santo Oito, Sagrado Oito, Infinito Tríplice, 888, as três faces divinas, Emanação, Criação e Transformação em uma única Face, Deus Infinito, Deus Zero, Deus princípio e fim, Deus eterno, Alfa e ômega, asas dos Querubins e dos Anjos, Balança da Lei, Lei da Vida, Vida do Amor, Amor que é Deus, sai de Deus, volta para Deus, porque é Deus e fala em Deus e por Deus o ASSIM SERÁ de todas as coisas que existem, que já existiram e que ainda não existem, mas virão a existir!

 

Eu não diria que Oito é o Número de Deus, já que todos os Números são divinos. Mas eu diria sim, que é o Número que Deus emprega para Realizar sua Grande Obra de Amor!

Oito é Compaixão, é perdão, é dádiva dos céus.

O Arquétipo Supremo.

OITO é a CHAVE DE TUDO!

OITO É DEUS na forma de um Número.

E repetido 3 vezes, 888, é a Forma como esse DEUS-UM manifesta sua tripla identidade: Poder-Saber-AMOR!

E se DEUS tem um número predileto, com toda certeza, este número é OITO!

Comentários