Templates by BIGtheme NET

O PRINCÍPIO DAS DORES

 

E depois de falar dos falsos profetas e falsos cristos em seu nome, eis como Jesus inicia seu discurso escatológico, conforme Mateus 24:

“E ouvireis de guerras, e rumores de guerras, mas olhai e não vos assusteis, porque é necessário que tudo isso aconteça, mas ainda não é o fim.
Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fome, e peste, e terremotos em vários lugares.
Mas todas estas coisas são somente o Princípio das dores”
Mateus 24: 6-8
(…)
Adiante, ele fala no arrebatamento, no sinal do Sol, da Lua e das estrelas caindo na Terra e apresenta um sinal supremo, o sinal do Filho do Homem no céu (algum evento astronômico surpreendente, como o surgimento do Segundo Sol, Nêmesis, e ainda, algum evento ufológico surpreendente, como o surgimento da Merkabah).

Termina apresentando a data-limite dos 70 anos da Nova Israel e os sete anos que se seguem (2018-2025/6)

Cruzando tudo isso com a escatologia apresentada no Apocalipse, centralizada na abertura do Sexto Selo, quando o Julgamento da Humanidade é apresentado (o grande Dia do Senhor) e as consequências de todos os crimes do mundo, após a sinalização de eclipses do Sol, da Lua (luas de sangue) e queda de estrelas (meteoros),
então surge um tempo de quase meia hora (abertura do sétimo selo, que equivale a cerca de uma semana – ou os sete anos da profecia de Daniel).

E finalmente entram em cena as sete trombetas.
As quatro primeiras trombetas anunciam um mesmo evento com efeitos nas quatro direções do mundo: mar (leste), terra (oeste), fontes, abismo (sul) e céu (norte).
E esse evento parece tipificar a queda de um grande meteoro na Terra.

Inclusive, após a sétima Lua de sangue em 21.01.2019, entramos numa fase muito intensa de meteoros circulando nas proximidades do nosso planeta. E por outro lado, um aumento significativo dos avistamentos de UFOs no mundo inteiro.

Em seguida, a quinta trombeta reforça a queda deste asteroide (estrela) na Terra, repetindo o contexto das quatro trombetas anteriores, e também sugere a formação de exércitos inimigos para a Guerra, o que é repetido na trombeta seguinte, a Sexta.

Nesse cenário é que as duas testemunhas se levantam para combater a ação do Anticristo.
Assim, o que Cristo define como princípio das dores, logo na entrada dos sete anos finais (tribulação), o momento está declarando, tanto na direção de uma possível guerra mundial como no grande risco da queda de algum asteroide na Terra.

E diante de tudo isso é que os trabalhos para o Arrebatamento estão sendo cumpridos, o que pode significar um aumento de avistamentos de UFOs em toda a Terra neste ano, incluindo a Merkabah do Filho do Homem.
Resumindo, o Princípio das dores =

1° Queda de asteroide (1/3 da humanidade)
2° Terceira Guerra Mundial (1/3 da humanidade)

E o nosso momento não descarta nenhuma das possibilidades, mesmo aos céticos, ateus e descrentes de profecias.
(…)
Vigiai e orai. Está muito perto.
Podendo ser neste ano de 2019.

JP em 26.01.2019

Comentários