Templates by BIGtheme NET

O Portal do LHC representado no crop circle?

 

 

O crop circle de 22 de Maio representa a busca de Portais pelo LHC?

Como se sabe, o LHC é um grande Anel tecnológico de aceleração de partículas a enormes velocidades, com o objetivo de produzir grande quantidade de energia e subpartículas através da colisão das mesmas partículas altamente energizadas (aceleradas).

 

 

Essas sub-partículas são estudadas no LHC, e a energia gerada pela colisão também tem propósitos experimentais dentro daquele projeto do CERN.

Uma das propostas do LHC era estudar o Bóson de Higgs, partícula da Física Teórica, de massa zero e que seria o Bóson construtor de todas as partículas, por isso mesmo, apelidado de “partícula de Deus”.

 

 

Outra proposta, que gerou mais controvérsia e teorias da conspiração, seria a geração de mini buracos negros com a espantosa energia da colisão dos prótons, através dos quais portais se formariam, permitindo então a investigação experimental das dimensões paralelas da teoria.

 

 

Analisando detidamente este crop circle de 22 de maio, em todos os detalhes, vemos que ele representa o LHC em operação, colidindo então os dois prótons energizados (feixes de prótons acelerados) com a geração do anel-portal no centro do crop circle, o anel escuro, em contraste com os dois grandes círculos brancos nas bordas (os prótons sendo acelerados nas espirais do LHC).

 

Crop circle 22.5.2019 UK

 

O grande anel acelera as partículas (prótons), e isso está representado pelo anel maior que envolve as três bolas/círculos, e os dois prótons são os círculos brancos externos, enquanto que, no centro do crop, o anel escuro representa o buraco negro, o portal para outras dimensões.

 

 

Dentro de cada círculo branco, os traços quebrados, projeções da curva do anel na sequência, representam exatamente isso, a quebra dos prótons e a geração da energia que abre o anel-portal do centro, o resultado final das colisões.

 

O círculo branco central, dentro do anel-portal (escuro) também representaria a partícula zero da Criação, aquele Bóson de Higgs, no resultado final da experiência.

 

 

 

Assim, além dos alinhamentos planetários e associações deste crop circle com wormholes e teletransporte, essa imagem que parece representar o LHC, estrutura e funcionamento básico, bem no dia singular 22 e o 11-11 marcado, também ilustra o modus operandi da abertura de portais, através da fusão/colisão de partículas gêmeas em mesmo nível de energia (próton-próton), segundo a Física moderna, ou a interação de ondas gêmeas, sintônicas, como no Emaranhamento quântico, dentro da física da Geometria Harmônica do Universo-Onda, ainda desconhecida pela nossa ciência moderna.

 

 

Esse princípio fundamental seria a base teórica de todas as tecnologias de portais, wormholes e teletransporte dos extraterrestres, seus UFOs e aparelhos, entre outras, muitas outras…

 

***********************************

 

 

O Grande Colisor de Hádrons (português brasileiro) ou Grande Colisor de Hadrões (português europeu) (em inglês: Large Hadron Collider ) – LHC da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, é o maior acelerador de partículas e o de maior energia existente do mundo. Seu principal objetivo é obter dados sobre colisões de feixes de partículas, tanto de prótons a uma energia de 7 TeV (1,12 microjoules) por partícula, ou núcleos de chumbo a energia de 574 TeV (92,0 microjoules) por núcleo.

O laboratório localiza-se em um túnel de 27 km de circunferência, bem como a 175 metros abaixo do nível do solo na fronteira franco-suíça, próximo a Genebra, Suíça.

O LHC começou a ser construído em 1998 com a colaboração de mais de 100 países, conta com um túnel de 27 km de circunferência, ao custo de aproximadamente 7,5 bilhões de euros em 2010, está funcionando desde 10 de Setembro de 2008. A primeira colisão entre prótons ocorreu em 30 de Março de 2010.

Em 2016, os operadores de máquinas focaram no aumento da luminosidade para colisões próton-próton. O valor de cálculo foi atingido primeiro 29 de junho. Em 2017, a luminosidade foi aumentada ainda mais e atingiu o dobro do valor de design. O número total de colisões também foi maior do que em 2016. A operação física de 2018 começou em 17 de abril e parou em 3 de dezembro, incluindo quatro semanas de colisões entre chumbo e chumbo.

Nos próximos anos, o maior acelerador de partículas do mundo será superalimentado, aumentando o número de colisões de prótons por segundo em um fator de dois e meio. Quando o trabalho estiver concluído em 2026, os pesquisadores esperam desbloquear algumas das questões mais fundamentais do universo.

Wikipédia

 

****************************************************

Crop circle 22 de maio, snow circle e ice circle 2019

Apesar de ser uma formação na neve, a formação da Coruja em Wiltshire, 2 de fevereiro de 2019, foi a primeira mensagem deste ano.
E, na época, entre outras análises, comparei a imagem a um diagrama modelo wormhole e portais para UFOs.
Fiz até slides sobre isso.

 

 

O código de conexão começa nas datas:
Entre 2 de fevereiro e 22 de maio (o primeiro crop circle em campos de cultivo) foram 110 dias (11).
E as datas?

Repetem o 22, porque o Snow circle apareceu em 02.02 (22) enquanto o crop circle, em 22.05.
A estrutura de ambos é similar.

 

 

O modelo da coruja tem um eixo horizontal com três objetos alinhados, sendo dois círculos e um tipo de bico no centro da formação.

Cada olho tem 16 raios (16-16, somando, fica 7-7) e lembra os experimentos no LHC onde feixes de prótons eram colididos em nível de energia 7 e 7 eV.

Pode representar esses dois olhos a mesma coisa, enquanto o bico, em forma de “taça”, representa o espaço vazio, o buraco negro, ou o portal. E as penas, em cima e em baixo, como radiação, representam tanto um wormhole como o intenso feixe de radiação resultante da colisão dos prótons.

Os olhos da coruja e o bico no centro estão alinhados na linha horizontal, da mesma forma que o alinhamento destes três círculos no novo objeto do dia 22 de Maio, também em Wiltshire.

Portanto, me parecem envolver as mesmas mensagens relacionadas a tecnologia UFO, wormholes e portais.

E o Ice Circle de 12.04.2019?

A imagem associativa com veículo (carro) parece entrar no grupo harmoniosamente.

Note que este ice circle também tem um eixo central horizontal com 3 círculos alinhados, dois na borda e um central, e está com o número 7 destacado, ou seja, o valor 7 eV de energia dos prótons acelerados no LHC rumo a colisão desencadeadora dos portais (como os olhos da coruja, 16 raios, somam 7 de cada lado … portanto, semelhante às outras formações de um só grupo.

 

 

São três imagens em uma só, falando em veículos, wormholes e teletransportes; não entendo por que mensagens crop circle falariam de tecnologias abaixo disso.

 

 

JP em 24.05.2019

Comentários