Templates by BIGtheme NET

O novo idioma para a humanidade decifrar – outras reflexões (parte 4)

O tempo dos crops circles verdadeiros não passou. Pelo contrário, é agora que as mensagens evoluíram para assumir uma revelação mais profunda para a humanidade, construída passo a passo, por todos estes anos. E não poderia ser de outra forma essa construção a não ser a forma gradual, para que o fenômeno fosse assimilado, para que as mensagens fossem assimiladas adequadamente, e para que se desse tempo às pesquisas. Tudo parece ter sido planejado dentro de um trabalho eficiente respeitando os nossos próprios limites. Mas agora, como a onda fake se avolumou, talvez “eles” pensem em alguma outra manobra para dar validade deste trabalho junto da humanidade.

Voltando a questão da prova. Apresenta-se uma prova, mas se pedirá a prova da prova. E depois, a prova da prova da prova.

A curva de exigências se torna exponencial,junto com a dúvida questionadora. Então, se algum dia uma filmagem certificada registrar a descida de um UFO sobre um campo qualquer e o surgimento de um belo crop circle debaixo de sua energia, vão alegar que pode ser uma tecnologia humana direta ou reversa imitando um disco e fazendo a figura, para algum tipo de promoção ou venda de nova marca no mercado, ou anúncio de um messias local. Nunca se sairá desse debate. Então, a prova final tem que aparecer num lugar onde a tecnologia humana ainda não chegou, por exemplo, no Sol.

Ainda que, para mim e para muitos neste mundo tão grande, por tudo o que se disse, o Crop Circle genuíno é a prova. Nem precisaremos recorrer a argumentos místicos ou esotéricos para explicar os crops circles como obra de tecnologia que manipula fenômenos naturais da matéria e da vida, tecnologia essa que, por si só, mostra-se não ser de origem terrestre, pelo que se deduz, seja extraterrestre. Agora, se não existe tecnologia compatível para estudo e análise adequada a altura de tais figuras, ou se ela existe mas o problema reside no seu alto custo e/ou desinteresse por parte das entidades, não culpemos os ETs por isso, e sim ao sistema em que vivemos. Porque a prova vai continuar lá. bem debaixo dos nossos olhos, ainda que muito acima de nossas percepções e interesses.

Porque todos nós temos os mesmos olhos, que funcionam pelas mesmas leis da óptica e biologia nervosa, mas diferentes percepções das coisas que as luzes nos trazem. E quem de nós poderá saber com certeza se alguns nascem com sensibilidade além do comprimento de onda visível?

E me veio a mente sobre a prova da prova da prova na relação com os céticos negacionistas.

A prova do contato extraterrestre existe: as mensagens crop circle.

Eles são prova, per si, independentemente do fato de não conseguirmos interpretar, ou localizar a fonte e a autoria, ou explicar como são feitos.

Isso é problema nosso, não deles, os seus autores.

Está acontecendo, é prova factual.

Mas então as pessoas querem uma prova da prova.

E ela existe: milhares de testes, análises e coleta de dados e testemunhos são feitos, e já se sabe separar os legítimos das fraudes, e sobre os legítimos, temos dados sem explicação e sem possibilidade de ação humana, como caules das plantas que não se quebram, dentro e ao redor das formações, detecções de campos de fundo e frequências nas formações legítimas, fenômenos eletromagnéticos presentes, grãos das plantas com alteração genética, relatos de luzes, ausência de rastros, formações vistas em lugares impossíveis, como no meio de aeroportos ou junto de estradas muito movimentadas, e mesmo dentro de clubes, etc, onde se supõe tráfego intenso, circulação de muita gente, e nunca ninguém filmou ou fotografou os autores (supostamente humanos) de tais crops circles.

Então, nada disso serve como prova da prova.

E os céticos ferrenhos pedem a prova da prova da prova, e mesmo que ela seja dada, terão argumentos para refutá-la, e então no final de tudo isso, a gente descobre pura e simplesmente que eles nunca quiseram acreditar.

E vão seguindo a espiral das provas pedidas ao infinito,sempre procurando uma explicação que os satisfaça.

Para uma mente de bom senso, a prova foi dada.

Os extraterrestres falam conosco.

Mas quando a dúvida extrapola todo o bom senso, então nenhuma prova será suficiente. Sempre haverá uma possibilidade dentro do argumento de resistência. Porque a dúvida já se tornou compulsiva, quase ação inconsciente reflexa.

Ah sim, eles querem que os extraterrestres se apresentem, desçam duma nave enorme, num campo aberto e movimentado, e exponham sua tecnologia de fabrico de um belo crop circle, ao vivo, sem cortes e a cores… sim, certamente…. para depois, receberem um míssil no meio da testa, e serem todos eles imobilizados, capturados, ou mesmo assassinados, arrastados para áreas 51, desertos, subterrâneos, porões e câmaras criptogênicas.

E você acha que eles são idiotas?
E que não conhecem a fera humana oculta por trás de tanta erudição e tecnologia (para eles, bastante rudimentar, diga-se de passagem)?

Quem quiser, se contente com isso.
Com crops circles. E olhe lá.
Ainda acho que é muito para o nível básico de merecimento da humanidade de um modo geral.

 

Comentários