Templates by BIGtheme NET

O novo idioma para a humanidade decifrar – o declínio do fenômeno crop circle (parte 6 final)

Após o ano de intensa exposição de objetos em 2009, que temos abordado como sendo uma temporada profética, em vários aspectos, a partir do ano atual, 2019, reparou-se num declínio de objetos nas temporadas seguintes, especialmente as temporadas dos últimos anos, que só pode significar uma coisa:
O contato crop circle está terminando!

E um silêncio está prestes a se fazer, algo do tipo A MENSAGEM FOI DADA, O LIVRO ESTÁ SE FECHANDO. OU O CANAL ESTÁ ENCERRANDO O CONTATO (mensagem criptografada de Crabwood 2002).

Eles disseram naquela mensagem de Crabwood que, um dia, o canal encerraria o contato. E se os crops circles foram esse contato (sim, quem determina a forma de contato é o emissor, não o remetente, e se quiseram escrever nas plantações, devem ter suas razões. Porque, se falassem aos radares e satélites, seriam divulgadas as suas mensagens para a humanidade?…) bem, se os crops circles, desde 1990, vinham fazendo esse contato, ao que parece, está sendo reduzido nos últimos anos, e alcançamos 29 anos *e um ciclo de Saturno em 2019, o ceifador: a mensagem ceifará seus resultados.

E a pergunta: se todos ou a grande maioria são obra humana, porque estão parando ou diminuindo sua “arte” agora? Será que perderam o interesse em faturar com merchandising esotérico?

Porque os humanos fazedores de crops circles não continuam suas obras lá na Inglaterra, o centro da propaganda crop circle, se todos os anos estas imagens aparecem, bastante, bem nessa época? Porque pararam de repente? Porque fecharam o livro, se o negócio é e continua tão lucrativo?
Porque os crops circles pararam numa época de plena atividade todos os anos?
Será que tem alguma relação com as especulações proféticas sobre Setembro, já chegando nas trombetas e nas guerras em ascensão?
Abaixo, veja o índice de objetos crop circle, considerando também as formações na grama, entre os anos 2014 e 2018, e repare no declínio muito significativo das formações.

Em 2014, 93 (83+10) formações

 

Em 2015, 71 (65+6) formações, 22 a menos em relação ao ano anterior, 2014

 

Em 2016, 53 formações (total), 18 formações a menos em relação a 2015 e 40 formações a menos em relação a 2014.

 

Em 2017, 36 formações, 17 a menos em relação ao ano de 2016, 35 a menos em relação ano ano de 2015 e 57 a menos em relação ao ano de 2014

 

Em 2018, 33 formações, 3 a menos em relação a 2017, 20 a menos em relação a 2016, 38 a menos em relação a 2015, 60 a menos em relação a 2014!

A relação entre o número total de formações dos anos de 2014 e de 2018 é de 60 objetos a menos! Um indicador forte de que o fenômeno está realmente acabando na Terra, apesar dos crops makers… que me pareceram desinteressados nos últimos anos… mas por que? Os lucros de sua !arte” caíram?

(…)

De qualquer forma, acreditando ou não, eles fizeram o seu papel.
É como as profecias da Biblia, e outras. Elas estão lá. Acreditar ou não, compreender ou não, é com cada um.
E isso não depende de quem as escreve e envia. O carteiro apenas entrega a carta.

Receber ou não, abrir ou não o envelope, não lhes diz respeito.
Mas uma coisa é certa: muita gente mundo afora está recebendo as cartas e abrindo o envelope. E compreendendo o que elas dizem.
Garanto.

No final, tudo é uma simples questão de sintonia.

Alguns entram em sintonia com estas imagens e captam as mensagens.

E outros não.

Para mim, esse “silêncio” dos campos ou a diminuição gradual da exposição *em número dos crops circles estatisticamente falando a pior das mensagens. Enquanto as mensagens proféticas de advertência estão sendo enviadas, há alguma esperança de que a humanidade as receba e se emende. Mas quando elas cessam, o que se pode imaginar que vá acontecer em seguida?

Acima, o terrível crop circle CRABWOOD 2002.

JP em 02.03.2019

Comentários