Templates by BIGtheme NET

O Enunciado de Nikolas Tesla e a Ressonância do Triângulo

 

 

Compreendendo a Chave do Universo

3.6.9
Nikolas Tesla celebrava, nestes três números, os maiores mistérios do Universo:

 

“Se você conhecer somente a magnificência do 3, 6 e 9, você terá a chave do Universo”

 

A estrutura numeral 3,6,9 começa somando 9 (3+6+9 = 18 = 9+9, 9)
Isso já nos leva a estrutura do Universo conforme a visão antiga da Cosmologia cabalística, que o definia com 9+9 pisos, ou seja, nove céus ou dimensões superiores (cada uma regida por uma órbita planetária) e nove infernos ou dimensões inferiores, contraparte negativa ou projeção material daquelas nove esferas superiores, donde vertia Música eterna, segundo Pitágoras e seus mecanismos harmônicos baseados nos números.

A própria Árvore da Vida, ou Árvore Sefirótica, uma grande matriz da Cosmologia harmônica do Universo regido pelo número, som e forma, é formada por um encadeamento de três triângulos sobrepostos, dispondo aqueles nove céus em ordem de ascensão *ou órbitas em relação ao Sol, ou a Terra (modelo geocêntrico).

Mais do que estar supostamente alinhado com uma frequência x ou y do Universo harmônico, o código 3.6.9 é uma clara alusão ao triângulo equilátero perfeito como sendo um símbolo do tijolo fundamental do Universo a partir das 3 forças cósmicas integradas ao triângulo do Ser como base de tudo, já que o Universo saiu do ventre do Espírito vivo e consciente interagindo com infinitos outros espíritos numa mesma grande Obra a serviço do Criador!

 

 

 

 

A Ressonância do Triângulo

A partir da célula ou matriz triangular definida em qualquer tema é que a ressonância com o Universo triangular material, energético e psíquico (ou espiritual) acontecerá.

Três é o número mínimo em tudo e para tudo.

Uma família começa no três, quando homem e mulher tem seu primeiro filho, transformando-os em pai e mãe.
A síntese de toda a matéria estável conhecida começa no triângulo elétron-próton-nêutron, se propagando ao plano molecular nas pontes eletromagnéticas dos íons balanceando as equações.

Três forças cósmicas mantém o universo em movimento equilibrado: gravidade, eletricidade e magnetismo, todas elas comportando CAMPOS, o que levou Albert Einstein a tentar formular uma teoria, a Teoria do Campo Unificado, sem sucesso.
Mas a ideia persiste.

Um grupo qualquer de estudo ou trabalho começa a partir de 3 pessoas em harmonia.
O próprio Jesus Cristo formulou isso ao dizer: quando dois ou mais falam de mim, ali eu estarei entre eles.
Dois ou mais, para que Jesus componha o triângulo com sua presença.

Jesus começou sua obra convocando dois apóstolos, Pedro e André, irmãos, e depois o grupo se expandiu a doze membros.

E ele mesmo precisará de duas testemunhas levantadas da Terra para completar a sua Obra no final dos tempos, porque duas entidades divinas testemunharam a sua ressurreição. Duas testemunhas é o número mínimo exigido para tomar um depoimento como verdadeiro, desde que o testemunho de ambas coincida em todos os pontos.

A Lei aqui implícita é a seguinte:
Se o DOIS estabiliza o vínculo, somente o TRÊS tem poder para expandir esse vínculo para todas as camadas do Universo ressonante!

A relação entre pai e mãe é estável, mas ela só expandirá sua semente a partir do primeiro filho nas gerações futuras.
Lembrando que todos os códigos genéticos são construídos por pares de cromossomos.

Tudo porque todas as coisas começaram em três movimentos distintos a partir de uma origem comum:
Emanação – Criação – Recriação (ou Transformação).

Então, 3.6.9 funciona como o telefone do Universo dentro desse aspecto e sentido de ressonâncias postas em movimento expansivo justamente pela estrutura fractal do universo, espelhando dentro e fora de si mesmo uma condição similar, com base nessa matriz tríplice expansiva onde a Criação do DOIS, oriunda do UM, se expande no TRÊS.

Nikolas Tesla lançou um teorema genérico aqui, porque 3.6.9 reproduzem a sucessão do número 3 numa progressão aritmética (3, 3+3, 3+3+3…) e essa é a chave do universo no sentido de compreender a ponte ressonante entre o micro e o macro Universo, entre os átomos e as galáxias, entre o pequeno e o grande, no percurso das três forças que, acontecendo em todos os setores do Universo, também interceptam o humano, corpo e mente em seu trajeto na direção do espiritual, o vértice do nosso triângulo básico, dentro e fora na concepção de DEUS totalmente cercada, em todos os seus campos de ação.

 

 

Sri Yantra

 

O Enunciado de Tesla é uma verdade que soluciona o Universo fractal a partir do triângulo como o seu tijolo fundamental, e antes, muito antes de Tesla, o Yantra mantra ou Shri Yantra (mandala hinduísta e tibetana) expunha, de forma muito eficiente, a mesma teoria de Tesla.

 

“O Sri Yantra , Sri Yantra , ou Sri Chakra é uma forma de diagrama místico (yantra) utilizado no Sri Vidyâ escola de Hinduísmo. Consiste em nove triângulos entrelaçados que cercam um ponto central conhecido como bindu . Esses triângulos representam o cosmos e o corpo humano.
Por causa de seus nove triângulos, Shri Yantra também é conhecido como Navayoni Chakra”.

 

Além da concepção mística, me proponho aqui a analisar a concepção cosmológica dessa Mandala antiga.

Esta mandala, como todas as mandalas de contexto cosmológico, mostra o Universo limitado em quatro quadrantes, e sua geometria emana de um centro geométrico que se espalha para duas direções (o dualismo cósmico), numa grade vibratória representada por unidades triangulares, pequenas, médias e grandes, numa clara escala fractal de ressonância entre os diversos sistemas do Universo entrelaçados.

O Yantra mantra ou Shri Yantra é uma ilustração genérica que explica o funcionamento de qualquer mantra, oração, palavra ou mesmo pensamento sustentado com base no conjunto de vibrações que eles produzem, se convertendo numa matriz criadora pessoal (o três significa Criação, na leitura mística do Universo).

E quando o praticante insere sua consciência individual num plano de expansão mental e vibracional para outras dimensões, conectando-se com outras mentes no Macro Universo, ele reproduz o Yantra Mantra em sua geometria básica, fortemente associada a OM (AUM).

Porque Shri significa riqueza, prosperidade, abundância, e Yantra, instrumento ou mecanismo.

Um instrumento a ser amplamente usado como recurso nas meditações e visualizações e que promete abundância e prosperidade espiritual em todos os trabalhos, e por efeito, prosperidade material, embora não seja ela o alvo, apenas consequência…

Ou seja, a solução do Enunciado de Tesla aparece de forma plena nesta mandala, que também é chamada YANTRA MANTRA, cuja tradução completa o sentido final:

YANTRA (sânscrito): instrumento, mecanismo
MANTRA (sânscrito): controle da mente

 

Porque esta mandala, como outras, representa sons, vibrações, frequências se propagando no Universo fractal, do micro ao macrocosmo, conforme a lei das ressonâncias de frequências, já que frequências/vibrações ligam o Universo, como numa costura harmônica de um tapete multicolorido, o que nos leva a outro enunciado de Tesla, complementar daquele primeiro:

 

“Se você quiser descobrir os segredos do Universo, pense em termos de energia, frequência, vibração!”

 

Ou seja, estes dois enunciados reunidos tem que ser lidos juntos para fazer algum sentido á citada CHAVE DO UNIVERSO, já que os números em série 3, 6, 9 querem dizer a progressão aritmética do 3 ao infinito (3n), o que, nessa expressão matemática, não é outra coisa senão que o comportamento harmônico ressonante do Universo-Onda a partir do triângulo constituído em todos os aspectos, cósmico, atômico, quântico, físico, químico, biológico, vital, emocional, mental, material, humano, divino.

E não foram poucas e nem restritas as aplicações dessa chave nos campos da magia, da alquimia e do Hermetismo antigo como instrumentos de cura, poder, auto-conhecimento e construção interior!

 

Ps: o Yantra Mantra é tão importante que os alienígenas fabricaram um enorme Yantra Mantra no deserto de Oregon, em 10.08.1990, e até hoje, essa imagem gigantesca esculpida no solo pedregoso do deserto continua sem explicação pelas autoridades oficiais!

 

 

Ficamos ao menos sabendo donde o filme MIMZY, a Chave do Universo, de 2007, tirou sua inspiração!

 

 

 

 

(acima, cena do filme MIMZY, a Chave do Universo, quando o portal interestelar assume os contornos do Shri Yantra no céu).

 

JP em 22.12.2019

Comentários