Templates by BIGtheme NET

O Código das Cabeças Alienígenas coroadas

Face Alien primeiro crop circle em 22.08.1999 UK

A primeira Face Alien (padrão Grey, não que eles sejam assim, porque são de aparência humana, como nós, mas é que enviam essa imagem para que nós possamos identificá-los como Aliens, porque essa imagem já se tornou um ícone da Ufologia mundial), sim, a primeira face Alien apareceu num campo da Inglaterra em 1999, e a primeira face deste tipo, com coroa e dignidade, associada (geralmente) aos padrões e elementos/ornamentos do Calendário maia-asteca, esta apareceu no crop circle de 09.08.2005, e com códigos numéricos (binários), os quais, conforme vimos em outras ocasiões, geram outro padrão numérico bem conhecido:

(11-11//11-11)

Crop circle 09.08.2005 UK

Geralmente estas cabeças coroadas aliens trazem uma geometria que combina Sol e Lua num formato de Eclipse (sobreposição), e isso diz muitas coisas, além do próprio cocar de penas ou coroa de raios com números variáveis, que trazem sobre a mesma cabeça.

(Ver outros detalhes aqui):

O Senhor do Apocalipse em Tiahuanaco

 

 

Indio crop circle 05.07.2009 UK

Em 2009, no crop circle do Indio, essa cabeça coroada relacionada a uma hierarquia conhecida pelos antigos indígenas das Américas (Venusiana) trouxe outros códigos numéricos sobre as penas, os quais, identificados, nos levaram aos números:
85-89 (174) e 11-11 // 11-11, como o crop circle de 2005.

 

Crop circle 22.07.2011 UK

Em 2011, outra magnífica cabeça coroada apareceu rodeada por vinte pirâmides estilo degraus (mundo pré-colombiano), sendo dez pirâmides ascendentes, e dez descendentes.

 

Sabendo nós que as pirâmides eram interpretadas como montanhas sagradas e escadarias ao mundo superior, onde os deuses subiam e desciam por elas (das dimensões ocultas para o mundo físico, e vice-versa), então outra vez essa cabeça alienígena coroada foi associada a elementos pré-colombianos (as pirâmides, em número 20, o mesmo número dos selos sagrados dos calendários maia/asteca.

Crop circle 07.08.2017 UK num campo chamado A VIA DO MONARCA (referência a Hierarquia coroada)

Inclusive a face do Crop circle Índio reapareceu, ou apenas o perfil dela, num crop circle importante de 2017, dia do eclipse lunar (7 de agosto), fazendo uma interessante associação entre morte, vida e ressurreição, ao dispor uma trilha de 13 pontos na direção de uma grande árvore (carvalho), enquanto, à sua direita, havia uma árvore morta.

 

Da chama da vida na cabeça do Monarca coroado, sai uma trilha de 13 pontos (morte e renascimento) que conduzem a grande árvore (simbolizando a Árvore da Vida)

 

 

No campo, duas árvores, uma viva e outra, morta, e a via do monarca elege a árvore da vida para indicar a ressurreição e a imortalidade na porta 13

 

Em 2013, outra face alien coroada, menos “ortodoxa”, digamos, apareceu num crop circle de agosto, dia 23, e com a parte superior da cabeça bastante alongada (referência ao desenvolvimento da glândula pineal nos seres evoluídos), esta cabeça mostrou, como aquela cabeça do Índio, o código dos asteroides em padrão 3-3, como podemos ver.

Crop circle 23.08.2013 UK

 

Compare os 20 compartimentos ao redor da face coroada, no anel, com os 13 compartimentos do crop circle de 2013, e combine 13-20 nas engrenagens do calendário maia (Tzolkin = 260), o tempo dos deuses!

Esse padrão de 3-3 pontos associados a asteroides, meteoros, UFOs ou objetos em movimento com cauda, sempre apareceram. E esta face Alien apareceu dentro de um anel com 13 espirais, ornamentos antigos, e se combinada aos crops circles de outras faces dentro de anéis com 20 espirais do mesmo estilo (em 2005) ou as 20 pirâmides (em 2011), temos então a representação que vem como chave de associação ao calendário maia-asteca e os elementos 13-20 daquele sistema de contagem de dias, especialmente o Tzolkin, 260 dias, igual a 13 tons multiplicado por 20 selos.

 

Mas um desconcertante crop circle apareceu no ano de 2016, e revelou explicitamente que a Hierarquia coroada é mesmo uma Entidade Alienígena (Venusiana) e novamente colocou um cocar com penas e códigos implícitos, não tão facilmente perceptíveis como os outros modelos.

O mais recente crop circle da face Alien coroada, de 19.07.2016 UK

Começa pelo fato que as faces Alien tradicionais normalmente não vinham com nariz e boca, apenas os olhos na cabeça tradicional (exceto a muito bem feita face Alien-Grey de Crabwood, 2002, e o alerta para a humanidade).

 

O primeiro detalhe quase imperceptível aparece numa pena, no canto inferior direito da imagem, a única que recebe uma CRUZ por sinal. E na testa do Alien, quase imperceptível, existe o traço de uma letra T sutil no clareamento do campo (trigo) rebaixado).

São 14 penas, cada uma com 10 semi-retas ou traços bem marcados. Fazendo 10×14 = 140 semi-retas, mas o detalhe da cruz e da letra T acrescentam outras quatro semi-retas ao conjunto: 140 + 4 = 144.

Este cocar tem as mesmas 14 penas que o cocar do Índio crop circle de 2009, com os detalhes numéricos que nos levam a associações bíblicas relacionadas a Cidade Santa de Jerusalém, e suas medidas sagradas, que eram as mesmas medidas do Anjo (144) e ao número em milhares dos eleitos de Cristo, assinalados pela Cruz (Tau) nas testas pelo Anjo do Sol (Miguel).

Aliás, este ano de 2016 com esta imagem intrigante tem no número o anagrama de 1260 (dias), outro elemento conhecido dos cômputos do Apocalipse.

A letra T na testa do Alien Coroado poderia nos levar aquela assinatura-padrão de sempre, Thor (Valiant), que sempre aparece em inúmeros crops circles, desde a década de 1990 e os famosos pictogramas.

Sol e Lua, dualidade, almas gêmeas, os pares da Arca, dos querubins, o andrógino, o anjo que mede 144 porque é 72+72, duas estrelas, dois pentagramas, dois entes ou almas humanas combinadas no Ser unificado (mistério do andrógino), Yang-Yin, Alquimia do caduceu, etc. Tais valores sempre apareceram estampados em diversos crops circles, repetindo o mesmo teor de mensagens.

Lembrando que essa face Alien tem outro código geométrico importante, associado aos DOIS PEIXES nos olhos. Compare-se com esta imagem abaixo,  de uma das tantas pedras alienígenas de Jalisco, México:

 

Peixes, o signo, e mais, o símbolo dos salvadores e instrutores da estrela-mãe, Sirius, a qual se relacionam a maioria dos verdadeiros ANUNNAKI da antiguidade do nosso mundo.

(Veja outros detalhes aqui):

O RETORNO DOS DEUSES-PEIXE

 

Para confirmar, e até para ilustrar outra interessante referência a estrela Sirius, tivemos um belo crop circle perto de Stonehenge, uma estrela dupla, com Sol e Lua, rodeada por dois anéis com pontos (73 e 82 pontos, anel interno e externo respectivamente).

 


Ela apareceu exatamente no dia 07.07.2016, formando (7.7.16, 7.7.7.) quando o Sol e Sirius se alinham no Zodíaco (não confundir com o nascimento helíaco de Sirius, entre os dias 25 e 26 de Julho de cada ano – aqui foi uma conjunção astrológica).

E é exatamente isso o que está retratado no crop circle, duas estrelas alinhadas, Sol e Sirius.
E tomando as letras que correspondem aos números 73 e 82, que são I e R, mais a letra S de Sol (Sun) e Sirius no centro, formamos o termo SIR, prefixo de Sirius!

 

Sol e Sirius retratados com sete raios, e no dia 7.7, eles fazem conjunção, se alinham, como o crop circle sugere. E cria o padrão SIR no termo invertido dos códigos ASCII.

E a Lua, na base, com duas pontas bem destacadas, como os chifres lunares do Touro (Thor), junto com o Sol 7, formam o número 72, outro código bastante recorrente nas formações, repleto de significados geométricos e cabalísticos.

E somando 73+82 = 155, dividido por dois, 77.5, quase repetimos o duplo sete sete (7-7) da figura, bem como do cocar do Alien coroado, também com alegoria do Sol e Lua num cocar duplo de sete-sete penas laterais, e toda essa imagem de seres divinos, imortais, andróginos, espirituais, etc, alinhados com todos os códigos numéricos do Apocalipse em geral.

Tudo isso só demonstra que a Hierarquia coroada que não é deste mundo, e traz a face do Sol e da Lua, é mesmo relacionada aquela Criança divina do Apocalipse 12, favorecida pelo Sol e pela Lua no perfil de sua mãe (Sol nas vestes, Lua aos pés, doze estrelas na cabeça por coroa).

 

JP em 20.03.2019

 

Veja também:

Crops circles proféticos de 2009 – o Senhor da Merkabah

 

Os Verdadeiros Anunnaki – parte 6 – o mapa dos Sirianos nos crops circles

A Face do Irmão Pahana-Quetzalcoatl revelada na temporada 2009 dos crops circles proféticos

 

O retorno de Pahana, o Irmão das estrelas

 

Comentários