Templates by BIGtheme NET

O Caminho do Verdadeiro Mestre

 

 

As práticas disciplinares são apenas um pequeno fragmento do cenário total. Buscamos sim fazer práticas específicas para abrir algumas janelas fechadas da mente e, com novas percepções, ver o outro lado do mundo, o outro lado do “conhecido” e assim procurar um caminho espiritual que nos leve para uma finalidade, sentido e propósito maior e além de vida, que nos aproxime pelo menos um pouco mais da Presença de Deus, já que a sensação que todos temos nestas vidas materialistas e limitadas é exatamente a sensação contrária…

Contudo, não é coisa simples de se dizer… mais complexo ainda é o fazer. Poderes, quem não os quer? Existe uma máxima esotérica que diz: OS PODERES SÓ ACONTECEM AO DISCÍPULO QUANDO ELE ESTÁ PREPARADO. Ou seja, dar poderes por meios artificiais (e eles existem) a uma alma que não possui ainda maturidade para isso e nem consciência para saber usá-los, é atitude muito grave, que pode produzir em tais pessoas despreparadas diversos estados psíquicos doentes e mórbidos, porque, quando se abrem percepções artificiais numa pessoa, ela irá entrar em contato primeiramente com o seu próprio submundo ou zona inferior que normalmente fica trancada no estado de vigília normal.

O lado superior e espiritual da natureza interna nunca aparece nos primeiros contatos e trabalhos, senão que somente depois de muitos anos de prática, purificação e aperfeiçoamento, salvo muito raras exceções de pessoas que já nascem com uma grande bagagem espiritual de vidas passadas. Mas elas são raras.

Daí que muitos começam a ter pesadelos acordado, ou por sua mente começam a desfilar imagens sem sentido, enfim, tudo isso porque a conexão com o Espírito interno não foi estabelecida de forma consciente e independente.

Houveram estímulos externos que não consideraram nada desses fatores internos FUNDAMENTAIS de amadurecimento natural da consciência ao longo do tempo e das provas que não procedem de inteligência humana, mas divina, implícita nos processos formais de Iniciação.

Casos comuns e do conhecimento de todos é o de pessoas que ingerem álcool ou drogas. Naquele êxtase que elas experimentam, elas entram em contato com todo tipo de fantasia ativa de suas mentes, mas depois lhes sobrevém um terrível estado de depressão e vazio interior que mais lhes parecerá uma estadia no Inferno que parece não ter fim, no Inferno psicológico que carregam dentro e que o álcool e as drogas pesadas abrem por algum tempo no seu psiquismo inferior.

Por isso, o meu ensinamento é o da Iniciação clássica, e eu descarto totalmente, radicalmente, métodos artificiais para a indução do despertar de “poderes paranormais”.

E eu bem sei e conheço detalhadamente os métodos existentes por aí. Porém, insisto em dizer que O DISCÍPULO QUE BUSCA PODERES MOSTRA ESTAR DESPREPARADO E IMATURO.
É sua cobiça falando. Mas o discípulo que BUSCA CONSCIÊNCIA PARA MAIOR APROXIMAÇÃO ESPIRITUAL DE DEUS, este sim, revela que está pronto para começar.

Nestes trabalhos, técnicas bem aplicadas podem despertar gradualmente alguns PODERES e de forma PARCIAL. Lembrem-se, poderes absolutos, só os possuem os Mestres e os Iniciados de outra categoria. O que fazemos é liberar alguns percentuais a mais de percepções nos chakras, o bastante para já entrarmos em contato com outras realidades paralelas e alimentarmos nossa alma com o NOVO.

E esse NOVO EXPERIMENTADO é o que irá estimular toda a caminhada pela frente, nos motivando a uma estrada que será longa, difícil e muito certamente consumirá toda a nossa vida útil antes de ser completada, isso se a pessoa não desistir antes e voltar para trás, intimidada pelos inúmeros obstáculos que surgirão PROPOSITALMENTE EM SEU CAMINHO, por Mãos de Deus e seus Anjos, testando seu discípulo, da mesma forma como Moisés, Elias e o próprio JESUS foram testados no deserto por 40 dias e 40 noites (número simbólico).

Então, as técnicas ainda são um subterfúgio para abrir PARCIALMENTE os poderes internos, de modo que o discípulo possa experimentar aos poucos os seus caminhos em outras dimensões, planos, seres e mundos.

Mas a Iniciação em si mesma, clássica e eterna, muito diferente de tantas coisas erradas que falsos mestres ensinam atualmente (porque não são INICIADOS LEGÍTIMOS) é longa, difícil, severa… mas somente ela tem a chave final do Poder completo, quando o Espírito Santo pode descer em sua morada e reconstruir o Templo, à semelhança das parábolas de Cristo.
Os Sete dons do Espírito Santo entram em ressonância perfeita com os sete corpos e os sete chakras ou Lâmpadas do Santuário, os Sete Olhos do Cordeiro e da Pedra Cinzelada nas Mãos de Zorobabel. São todos símbolos de uma mesma verdade: o Iniciado tem Sete Olhos abertos a discorrer todo o Universo, isto é, sete chakras e todos os seus poderes derivados.

Mas… para que o Espírito Santo de um homem/mulher desça sobre seu corpo, e vista sua nova roupa com sete camadas e use sua corôa resplendente, e seu novo nome, e suas sete Lâmpadas… a jornada é longa.

Esta Iniciação preparatória em sete níveis (sete iniciações) está perfeitamente codificada nas sete mensagens às sete Igrejas, no Livro do Apocalipse, quando o Espírito fala diretamente ao discípulo e lhe aponta todas as falhas a serem corrigidas, todos os defeitos a serem aniquilados, todas as falsas doutrinas a serem abandonadas, especialmente aquelas que lidam com magia negra, materialismo e com fornicação sexual (falsos ídolos, na sua linguagem simbólica).

Seria interessante um estudo profundo e detalhado de todas aquelas sete mensagens à luz desta revelação.

E a medida que o discípulo vá abandonando seus caminhos tortos, vá descartando os falsos ídolos que venera, vá eliminando seus defeitos, zerando seus pecados e dívidas kármicas, enfim, num processo longo e difícil (porque o mesmo Espírito Santo edificador é que coloca todas as situações probatórias na vida do discípulo buscador) aí sim, os chakras vão acelerando gradualmente, os veículos internos vão sendo confeccionados, as virtudes vão brotando com mais força, e o próprio Espírito Santo vai fornecendo sabedoria, maturidade e discernimento ao discípulo (os Sete Dons) num conjunto harmonioso chamado CONSCIÊNCIA DESPERTA, que não pode ser obtida de algum outro modo a não ser este.

Inclusive, o Espírito Santo fornece VIDA NOVA porque Ele é a fonte, ao corpo cansado, velho e doente, quando então a visão da Juventude Eterna e da Imortalidade junto da fonte puríssima das Águas da Vida abertas dentro do próprio corpo-templo podem ser melhor compreendidas além da crença e do dogma. Mas até esse dia, muitas purificações serão necessárias, já que o corpo-templo está totalmente impuro e se transformou em moradia de demônios internos, caindo doente, fraco, cego, impotente e nu.

Está tudo escrito nos evangelhos e no Apocalipse, há dois mil anos…
Sim, o caminho da verdadeira iniciação sempre esteve lá, onde os padres e os pastores não puderam enxergar… porque a Luz do Espírito santo não lhes revelou…

Hoje em dia as pessoas confundem estímulo de chakras com espiritualidade. Existem diversas técnicas artificiais que “estimulam” parcialmente e temporariamente alguns chakras e abrem algumas portas perceptivas para as pessoas, e elas começam a julgar que isso representa uma abertura dos planos espirituais e uma efetiva ascensão da consciência. Isso não é verdade.

A verdade crua e nua dos fatos, doa a quem doer, é aquela Iniciação praticada pelos monges budistas, pelos iogues mais antigos, pelos grandes santos do catolicismo que nem a própria Igreja compreendeu em seus processos internos reais… são estradas que envolvem retiro do mundo, desapego do materialismo e dos sentimentos, renúncia aos prazeres da vida, oração, devoção e prática diárias, interiorização, meditação, estudo, introspecção, reflexão, conversão, purificação e penitência… é, a lista é grande.
Mas é a única coisa real nestes tempos de tanto misticismo barato e vendilhões no templo lucrando com ciências pervertidas e doutrinas adulteradas, que colocam em envelopes moderninhos (consciência quântica, transcendência holística, bla bla bla…) o mesmo que os antigos mercadores da fé colocavam para os incautos, até que veio Jesus Cristo, com vara de ferro e chicote nas mãos e expulsou todos eles do Santuário.

Portanto, não quero ser mais um deles, e nem quero posar de guru entendido, que fala bonito e todo mundo venera, porque fala não a Verdade, mas fala o que todo mundo quer e gosta de ouvir. Que o céu é perto, que não haverá sofrimento e nem sacrifício, e que vai ser tudo bem rápido… e que, com o método X, ou o cristal Y, ou a substância Z, você estará logo logo no Nirvana da Iluminação, liberto de todos os problemas e completamente iluminado, transcendido e cheio de consciência quântica e holística! E que virá grande PROSPERIDADE MATERIAL NA TUA PORTA, e todos os problemas desaparecerão, como num passe de mágica… e é comum vermos hoje em dia os neo-gurus se regalando na riqueza e ensinando absurdas práticas sexuais onde se mistura fornicação com misticismo… não contém comigo para nenhum tipo de MASSAGEM DO EGO… porque perco um amigo, mas não perco o caminho!

Nunca se esqueçam que, entre os humanos comuns, muitos Anjos e muitos Demônios também encarnam, e que demônios também conseguem manifestar PODERES para seduzir os discípulos que ele cativa na Terra, posando de “mestres”. Mas Jesus deixou a nota clara em seu ensinamento dizendo que pelos frutos conhecereis a árvore… e que palavras bonitas não fazem o mestre, e sim, atos em sua vida. A própria vida de Cristo é exemplo e referência para todo e qualquer um que queira vir após ele… seria bom a gente sempre lembrar disso antes de apostar a ficha em mestres de aparência.

IMITATIO CRHISTI…. certamente é este o Caminho,a Verdade e a Vida!


Cuidado com falsos cristos, e falsos pastores que vêm como lobos sobre as ovelhas, querendo devorá-las… os verdadeiros mestres já não existem mais neste mundo. Tudo o que restou são simulacros da espiritualidade.

O caminho verdadeiro ainda é estreito, apertado, difícil e solitário… mas este é o caminho que eu aprendi com o Mestre da Cruz, aquele mesmo que disse um dia:


EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA.

Então, não quero meter ilusões em ninguém, nem quero e nem preciso falar bonito e do jeito que certos gurus sabem falar, massageando o ego das pessoas para ganhar dólares a mais em suas contas bancárias.

Eu quero falar a Verdade, a Verdade que aprendi, na fonte, crua e nua, direta e sem rodeios, sem precisar agradar a ninguém, porque meu dever é agradar somente a Deus, e muito o agrada aquele que aprende a falar a Verdade e vive a sua vida na retidão de seus passos.

Veja o ilustre caso de BUDA, o Sidharta Gautama. Era rico, era um príncipe, tinha a vida regada de conforto e prazeres. Mas renunciou a tudo isso, porque percebeu que a tal PROSPERIDADE MATERIAL era ilusão. Buda pensou com esta lógica: de que me vale toda essa prosperidade material se ela não é eterna e um dia passará? E fez uma pergunta para si mesmo: o que é eterno e real na vida de um homem? Se nem o seu corpo físico é, que dirá de todas essas posses?

E nessa lógica é que ele cultivou a sua Iniciação no retiro da vida, e depois de muitos confrontos e batalhas internas contra o Inimigo que mora dentro, e exercitando toda a sua iluminação interior, depois de vários anos de trabalho sacrificado, ele conseguiu se levantar da terra e dizer: Eu Antigi o Eterno!

Na verdade, era a mesma iniciação cristã do Espírito Santo que o alcançava, com outros nomes, termos e identidades religiosas. Mas era o mesmo Ser Interno que se chama Espírito Santo e que ainda não pode encarnar no corpo e mente da pessoa enquanto ela não seja inteiramente transformada, coisa que Jesus na Cruz representou: a transformação do homem corrompido e mortal no homem iluminado e imortal, verdadeiro Filho de Deus.

Buda carregou sua cruz a seu modo, e a menos que encontremos a nossa cruz em vida, o espírito que nos animará será apenas um fragmento pequeno do Espírito pleno que ainda não habitou em nosso lar, porque o encontrou cheio de pecado, imundície, contradição, opulência material, desejos, violência e sentimentos baixos, e em tal casa imunda o Espírito Santo jamais tocaria sequer seus pés… quanto mais habitá-la por inteiro.

De mais a mais, são muitos os discípulos que, depois de alguns anos de experiência astral (um excelente começo!) encontram mestres e gurus verdadeiros em templos do mundo astral (tiveram méritos para isso, porque nem todos conseguem essa façanha) onde aprendem de forma mais detalhada sobre os mistérios da Iniciação e muitas vezes são apadrinhados por determinados gurus que manifestam ajuda sólida e concreta no difícil processo do Autoconhecimento, que normalmente leva uma vida inteira… a ser completado numa próxima, isso porque o nível de um BUDA, ou iluminado em uma única vida, é extremamente raro, porque na Verdade, Buda já nasceu com essa predestinação e mérito de vidas passadas, o que a gente constata analisando o cenário sagrado do seu nascimento, mãe virgem fecundada pelo elefante sagrado (outra face do mesmo Espírito Santo cristão no Budismo hindu) etc.

Esta é a via do meio? Sim, porque é marcha equilibrada, gradativa, sem falsas promessas de iluminação instantânea e solução rápida de problemas, transformando Deus em “Bom-Bril”, aquele que tem mil e uma utilidades em nossa vida…


Mas é via morna? De modo algum, é via intensa, é via da INTENSIDADE CONTROLADA, essa seria a melhor definição.
Intenso no amor, intenso na fé, intenso na vontade, intenso na força, mas moderado na vida de prazeres, moderado nas emoções, moderado nos relacionamentos, moderado nas posses, etc.

Saber onde devemos ser moderados e onde devemos ser intensos, para lentamente destronar o ego do controle de nossas vidas, mentes e corpos, e entregá-los novamente ao Senhor do Santuário, o Espírito Santo, como já foi um dia, antes da queda.

A chave é: INTENSIDADE APLICADA SOBRE A QUALIDADE, ou seja, qualidade de consciência, quando aprendemos a usar sabiamente a energia e depositá-la não mais nas mãos dos desejos loucos e irrefreáveis do ego, e sim, nas mãos sábias, justas e cheias de propósito e amor do Espírito Interno, aquele que cresce dentro de nós a medida que crescemos junto dele em termos de maturidade, humildade, fé e esvaziamento do EGO.


Qualidade de consciência é saber usar bem o Intelecto, que deixa de amontoar teorias mortas nos armazéns da mente e passa a sorver de tudo a sua essência, o seu grão, a sua parte real e fundamental, descartando o resto, o que é ilusório, o que é passageiro, o que é MAYA… tudo isso já pode ser configurado como um corpo de práticas na vida diária do caminhante.

Práticas são passos. Mais práticas, mais passos na direção da Luz. Mas os problemas virão. Virão os obstáculos, os desafios, as contrariedades no trabalho, no lar, na vida. Doenças, perdas e prejuízos, ofensas, ingratidão, lágrimas… sim, rios de lágrimas. Mas são, todas elas, medidas de CURA. Porque as Mãos que orquestram tudo, sabem exatamente qual o tamanho de todo o MAL que cada um de nós carrega dentro e nem nós mesmos sabemos.

São Mãos de um Médico querendo nos curar de nossas doenças da alma. São Mãos de um contador muito hábil desejando quitar todas as nossas dívidas kármicas, desta e de outras vidas. São Mãos de um Construtor, derrubando o velho edifício para edificar o Novo. São Mãos, enfim, de um Deus muito amoroso, que fere o nosso orgulho para que possamos renascer em humildade e obediência.
Que mais posso dizer?

O Amor confia. O Amor espera. O Amor persevera. O Amor triunfa. Se a Luz é o que mais amamos nessa vida, então os problemas serão apenas como ventos fortes que empurram as asas de uma águia corajosa mais e mais alto em seu vôo, enquanto que faz as galinhas medrosas correrem mais para dentro de suas tocas confortáveis… e tristes.


Porque o preço de viver nas alturas é este, o preço deste caminho de Iniciação que te dá asas de águia. Mas para viver entocado, basta ter medo, basta não ser forte o bastante para o Amor de Deus. Esse mesmo Amor que te carregará em todos os passos amargos desta vida e assumirá para si a maior parte dos sofrimentos, ainda que ele nunca te diga isso, e te deixe achando que estás a carregar uma cruz solitariamente debaixo da maior injustiça.

Mas esse Amor vai esperar até o dia do teu despertar, e neste dia de renascimento, tu saberás de tudo, e então, se voltará para ele como filho redimido e saberá que não haverá mais dor, mais lágrimas e sofrimentos: apenas a Felicidade de Estar Nele e Ele em ti… para sempre!

E o que quase ninguém sabe: é que Jesus Cristo se fez, desde o dia em que assumiu a sua Cruz, o grande TUTOR de todos os processos Iniciáticos do planeta Terra junto da raça humana.


Ele, portanto, é que dará a Palavra Final antes de levantar um novo Mestre em Terra a se tornar mais um Instrumento de sua Paz entre os homens.

Porque é pelo Nome Dele e Poder dele que os escolhidos se fariam Filhos de Deus, e de nenhum outro, mestre, escola, filosofia, guru, templo, religião, doutrina estranha a Sua Verdade. Isso quer dizer que, se o CRISTO não disser SIM para a sua vida, todos os seus passos serão vãos e não levarão à Verdade que liberta.

Lembre-se sempre disso, lembre-se muito disso, quando for seguir todo tipo de guru e filosofia barata por aí… para não se arrepender no futuro de ter corrido atrás de sombras, e não da Luz genuína!

JP em 16.08.2019

Comentários