Templates by BIGtheme NET

Nuvens de gafanhotos estão se espalhando no Oriente Médio – Profecia Bíblica em curso?

 

A praga de gafanhotos, frequentes chegadas de asteroides e conflitos no Oriente Médio são todas as evidências de que o mundo se aproxima do colapso, segundo alguns cristãos militantes.

Um dos principais pregadores de declarações do fim do mundo é o evangelista Paul Begley, de West Lafayette, em Indiana, EUA.

O pregador é um fervoroso crente na profecia bíblica do fim dos tempos e frequentemente exorta seus seguidores a se prepararem para a Segunda Vinda de Cristo. O profeta do juízo final agora advertiu que a humanidade está vivendo seus ‘últimos dias’, enquanto as pragas de gafanhotos que devoram plantações chegam à Arábia Saudita.

 

 

Begley disse:

Inacreditável, inacreditável informação. O gafanhoto está multiplicando 20 vezes mais do que antes.

Está se expandindo, está dominando o Oriente Médio. O que? Podemos presumir algo?

E o que a Bíblia diz sobre o gafanhoto rastejando do abismo nos últimos dias?

A Arábia Saudita está sendo atormentada por gafanhotos. É o choro de Jerusalém. Estamos nos últimos dias.

No início deste mês, uma praga de ‘proporções bíblicas’ de gafanhotos desceu sobre a Arábia Saudita e inundou a fronteira da Jordânia.

Na sexta-feira, 3 de maio, o rastreador Locust Watch (observador de pragas de gafanhotos) da ONU avisou que hordas de gafanhotos do deserto estavam se reproduzindo na Arábia Saudita e no Irã.

A agência disse:

Vários enxames se mudaram para Najran, na Arábia Saudita, nos últimos dias.

Alguns pequenos grupos adultos se mudaram do leste do Iêmen para o norte de Omã, onde botaram ovos em abril e foram realizadas operações de controle limitadas.

Espera-se que a criação em pequena escala continue em Omã.

De acordo com o pastor Begley, esta é uma evidência de uma profecia do fim do mundo descrita no Livro do Apocalipse do Novo Testamento.

O livro do Apocalipse é o livro final da Bíblia cristã e descreve a morte final do mundo nas mãos de Deus.

O pregador dos EUA, em particular, apontou para uma passagem no livro do Apocalipse, capítulo 9, que profetiza enxames de gafanhotos mortais emergindo do solo nos dias finais.

A passagem bíblica diz:

O quinto anjo tocou a sua trombeta e vi uma estrela que caíra do céu para a terra.

A estrela recebeu a chave do poço do Abismo. Quando ela abriu o abismo, fumaça subiu como fumaça de uma fornalha gigantesca.

O sol e o céu foram escurecidos pela fumaça do abismo.

E da fumaça saíram gafanhotos sobre a terra e receberam poder semelhante ao dos escorpiões da terra.

Disseram a eles que não ferissem a erva da terra ou qualquer planta ou árvore, mas somente aquelas pessoas que não tinham o selo de Deus em suas testas.

Na opinião do pastor Begley, o cataclismo descrito pelo Livro do Apocalipse está atualmente se desdobrando no Oriente Médio.

Ele disse:

Este é o tempo do fim, essas pragas que estão na Arábia Saudita, essas pragas que vieram sobre Meca, essas pragas que estão indo para o Mar Vermelho, são um precursor dos últimos dias…

Fonte
https://www.express.co.uk/

 

*********************

Parte das profecias deve ser interpretada de forma simbólica e parte, de forma literal.

Saber qual a medida de cada lado na Balança dos valores, essa é uma questão de sabedoria que só pode ser inspirada numa mente pelo mesmo Autor das profecias, que é o Espírito da Verdade.

O propósito original de uma profecia emitida pela Inteligência divina na mente dos receptores preparados, os profetas, não é fornecer datas exatas de eventos, mas sim, cenários que sinalizem a aproximação de tais eventos.

No que toca ao Apocalipse, somente um cego não consegue ver o cenário que se forma, alinhado com precisão ao que João de Patmos anunciou há dois mil anos.

O profeta é como um médico diante de um desenganado.
Ele não tem condições de dizer que dia e hora o moribundo vai morrer. Mas tem todas as condições de prever que o mesmo tem pouco tempo de vida diante do quadro geral de sintomas clínicos.

Se a Terra é viva, e se todo profeta de Deus tentou ser médico da Terra e das almas que nela habitam, então a visão clínica do Apocalipse é esta: quando estes sinais descritos começassem a surgir no mundo, é porque o tempo do mundo estava terminando.

Só mentes simplistas demais se blindam de um ceticismo negacionista diante do cenário evidente se materializando com força e realismo crescente diante dos olhos de todos… !

Nada é por acaso… tudo é ação e reação, tudo é causa e efeito, e tudo acontece por uma razão… sinais pretendem mostrar algo, e só o farão se olhos estiverem abertos e atenções, alertas! Nenhum argumento é mais ignorante e leviano do que atribuir COINCIDÊNCIAS a tudo isso…

 

JP em 15.05.2019

 

Comentários