Templates by BIGtheme NET

Face de Jesus aparece nitidamente numa pedreira

 

 

 

Na manhã de quarta-feira, 4 de setembro de 2019, recebi uma foto e um áudio por whatsapp de uma imagem do rosto de Jesus Cristo em uma colina de pedra batida numa pedreira localizada a cerca de 7 km do centro urbano da cidade de Villa Hayes, no Paraguai.

Comecei a verificar com as pessoas que me enviaram as fotos que, por sua vez, receberam de outros amigos. Enviei as fotos a uma amiga nossa em Villa Hayes, a professora Margaret, a quem perguntei se ela sabia e se ela conhecia alguém que pudesse me acompanhar até o local mencionado. Depois de uma troca de mensagens, ela me confirmou que muitas pessoas lhe disseram que em Villa Hayes o fato realmente aconteceu.

 

 

Eu vim para a cidade e me encontrei com Jorge, marido de Margaret, que decidiu me acompanhar de bom grado, fechando a loja de ferragens onde ele trabalha com antecedência e partimos.

Percorremos algumas estradas de terra por cerca de 7 km. No caminho, vimos várias pedreiras em que alguns trabalhavam intensamente e chegamos ao ponto chamado Cava 8, onde conversamos com o zelador, contando o motivo da nossa visita, e ele nos dizia que era absolutamente proibido o acesso de estranhos, e que nenhum dos responsáveis nos permitiria chegar ao ponto em que as fotos foram tiradas.

 

 

Na realidade, havia uma placa na entrada da pedreira proibindo a entrada de pessoas que não usavam roupas adequadas e capacete.

Assim, apenas fotografamos à distância o local onde o rosto de Jesus apareceu, e Gustavo Ortigoza confirmou que, de fato, era lá onde as fotos haviam sido tiradas anteriormente, e que ele tinha algumas, até um vídeo, mas quando perguntamos se ele compartilharia conosco, ele nos disse que tudo havia sido cancelado.

 

 

Então dois irmãos se aproximaram de nós, um dos coordenadores da obra. com de mais de 130 caminhões grandes transportando cascalho extraído da pedreira, e acrescentou que cerca de 40 caminhões de 32 toneladas partem diariamente para o norte do país onde a rota transoceânica, percorrendo 570 km em território paraguaio – de Carmelo Rialza em frente a Pto. Murtinho (Brasil), em Deep Well (fronteira com a Argentina) – projeto esse já aprovado em Antofagasta em 1997 por 51 governadores regionais e 10 presidentes asiáticos.

O trabalho começou há dois meses e o trabalho dessas pedreiras serve exclusivamente para satisfazer a demanda pela construção da estrada transoceânica acima mencionada.

Gustavo e Gabriel foram muito gentis, considerando o que aconteceu muito positivo, e que seria bom dar a conhecer o que aconteceu naquele lugar e que eles realmente acreditam que a aparência da Face de Jesus é um milagre, porque respeitam muito a Deus .

Eles concordaram em tirar fotos conosco como prova de nossa presença como evidência dessa aparência. Gustavo e Gabriel queriam que a imagem se espalhasse, então eles ligaram para Víctor Cabrera, a pessoa que tirou as fotos de 3 a 4 de setembro de 2019, divulgando-as pelo whatsapp.

Victor nos disse que na manhã de quarta-feira, dia 04/09/2019, poderíamos ver a imagem de Jesus novamente, e o que é ainda mais surpreendente para as pessoas que trabalham no local é que, embora o chão continuasse desmoronando, a imagem permaneceu e, depois de algum tempo, finalmente desaparece.

No momento em que escrevemos esta crônica, a mídia relatava o aparecimento do Rosto de Jesus em uma pedreira.

Por exemplo, as manchetes do jornal HOY:

“Na pedreira, aparece uma figura semelhante à face de Jesus: milagre ou simples pareidolia?”

 

(Dailymysteries.com)

************************************************************************************

Eu tenho uma teoria diferente.

Primeiramente, o que eu julgo muito estranho na questão da “pareidolia” é que, em quase 100% deste tipo de ocorrência (e são muitas mundo afora), as pareidolias captadas não retratam objetos comuns, como cadeiras, xícaras ou relógios, e ainda, outras personalidades e deuses, como Ganesha, Shiva ou Osíris, etc… mas quase sempre, ou sempre, imagens icônicas da religião cristã, como Jesus Cristo e a Virgem Maria, a também, Anjos, ou símbolos universais como a Cruz.

Considerando que a Pareidolia se mostra em uma construção aleatória de imagens em formações naturais com infinitas possibilidades de semelhança, essa estatística quase absoluta de símbolos e ícones cristãos em tais formações não podem ser “simples pareidolias” de modo algum.

Mensagens? Com toda certeza.

E digo mais: a presença dos Arquétipos mentais do universo cristão é tão forte nas dimensões invisíveis, com características de mensagem urgente para a humanidade, que os elementos materiais acabam por materializá-los regularmente, numerosamente, em todo o mundo.

E cada vez mais.
Anunciando o Retorno de Cristo?
Cada um é livre para acreditar no que quiser.

Mas uma coisa é certa: pelo menos, diante deste novo evento relatado e registrado por muitas pessoas, me consola saber que não vai ter jeito daquela meia-dúzia de sempre aparecer aqui dizendo que tudo não passa de projeto Blue Beam!

 

Um vídeo curto registrado da pedreira:

 

 

 

Veja também:

 

Enorme Cruz aparece nos céus de Santa Cruz, Brasil

 

JP em 08.09.2019

Comentários