Templates by BIGtheme NET

Extraterrestres Pacíficos evitaram Guerra Nuclear, diz astronauta que caminhou na Lua

O veterano da Missão Apolo, Edgar Mitchell, afirmou que OVNIs vieram em uma missão de paz para frear a humanidade da autodestruição.

edgar mitchell - To no Cosmos

“Na viagem de volta para casa, olhando através de centenas de milhares de quilômetros de espaço rumo à estrelas e ao planeta do qual vim, eu de repente tive a experiência de que o Universo é inteligente, amoroso e harmonioso.”

O sexto homem a caminhar na superfície da Lua, fez a espetacular declaração de que os extraterrestres vieram até a Terra para frear uma guerra nuclear entre os Estados Unidos e a Rússia.

A matéria publicada pela Mirror, nos conta que o astronauta da Missão Apolo XIV, passou a acreditar em extraterrestres desde o momento em que pousou na Lua. Edgar Mitchell se tornou um das figuras mais populares e influentes na comunidade ufológica.

misers-gold - To no Cosmos

Inúmeros experimentos bélicos foram realizados na White Sands.

O astronauta aposentado, nos contou que membros internos dos círculos militares testemunharam vários objetos estranhos que voavam sobre as bases de mísseis e da famosa academia de White Sands, onde a primeira bomba nuclear foi detonada no planeta em 1945.

Edgar Mitchell cresceu no Novo México perto tanto dda zona de testes de bombas assim como da área de Roswell, onde os ufólogos acham que um dos mais famosos encontros UFO do mundo aconteceu, com a queda de uma até três espaçonaves alienígenas, resgatadas pelos militares dos EUA, com cerca de nove corpos de aliens mortos.

 

“Você não conhece aquela área como eu conheço. White Sands foi um campo de testes de armas atômicas, e foi nisso que os extraterrestres estavam interessados. Eles queriam saber sobre nossas capacidades bélicas. Minha própria experiência de conversas com pessoas, deixou claro que os Extraterrestres têm tentado manter-nos longe de guerras e ajudado a criar a paz na Terra”, disse Edgar Mitchell.

Mitchel também conta relatos de pessoas que participaram de lançamentos de mísseis nos momentos mais tensos do século XX.

“Eu falei com diversos oficiais da Força Aérea que trabalharam nos campos de batalha durante a Guerra Fria. Eles me disseram que os OVNIs eram vistos frequentemente, e também frequentemente desabilitavam seus mísseis. Outros oficiais das bases dos Pacífico me contaram que seus mísseis eram desligados por naves alienígenas. Havia muita atividade naquela época.”

alien militar - To no Cosmos

Os governos escondem informações, ou a massa ainda não está preparada?

Nick Pope, Ex-Ministro de Defesa de Pesquisadores de OVNIs, ao ser perguntado se acredita nas declarações de Edgar Mitchell, ele disse:

“Edgar Mitchell é um homem honesto e honrado, o qual eu tive o privilégio de me encontrar. Porém eu estou ciente, a maioria das suas informações sobre este problema não vem de coisas que ele experimentou por si mesmo, mas a partir de coisas que a ele foi dito por outros.

nick pope - To no Cosmos

O jornalista Nick Pope.

“Claramente, por causa de quem ele é, ele teve acesso e contato com funcionários do governo dos EUA, militares e na comunidade de inteligência ao mais alto nível, mas porque, muito compreensivelmente, ele nunca poderá citar suas fontes, não podemos ter certeza se essas pessoas estavam sendo corretas com ele, ou mesmo se eles estavam a par de qualquer informação classificada sobre UFOs .”

Dado que o Universo tem cerca de 14 bilhões de anos, se nós estamos sendo visitados, é improvável que estamos lidando com uma civilização de apenas algumas centenas de anos à nossa frente, portanto, histórias de alienígenas conseguindo perturbar alguns de nossos testes de armas são rebuscadas.

“As chances são de que estariam milhões de anos em nossa frente e poderiam fazer o que bem entenderem”, complementa Nick Pope.

 

 

Comentários