Templates by BIGtheme NET

Despertando o Anjo

Como se constrói o Anjo a partir da alma humana, que ainda é semente do mesmo?

O Anjo é derivado imediato de todas aquelas simbologias relatadas, e construí-lo é questão de se tornar FILHO DE DEUS a partir da Palavra, do Nome divino, como relatou o Iluminado João no capítulo 1:

“Que eles (os homens) se tornaram Filhos de Deus, os que creram no seu Nome (Nome de Cristo, Palavra e Doutrina Cristo)…
“Que eles (os Filhos de Deus) não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”

O Anjo não é fruto de obra carnal ou desejo, antes, isso só reforça o Animal via instintos dentro do homem, aquele animal que luta sem cessar contra a pureza do teu Anjo semente que, dessa forma, enquanto dois senhores forem servidos dentro da mesma casa, não poderá emergir de tua alma renascida pela água e pelo espírito.

Nascer da água é ser batizado e purificado pela Doutrina Santa de Luz, porque disse Deus: Sejam Santos como Eu Sou Santo! (Kadosh!)

E o primeiro tijolo desta reedificação do Templo, morada inviolável do Espírito Santo, será a tua palavra de fé e amor, fundada sobre Solo Limpo e Puro de Castidade, já que os profetas antes de ti retiraram as sandálias dos pés ao notarem que se tratava de um Solo Sagrado onde pisavam!

Não pise solo santo com sandálias imundas, nem permita que cães entrem no Tabernáculo onde dorme o Anjo dentro de ti, porque este mesmo Anjo assim perecerá sob o abandono da Palavra Criadora, caindo a casa em escuridão e morte!


Portanto, expulsem os intrusos de vosso Templo, e não permitam jamais, sob hipótese alguma, que estranhos penetrem no Santuário que vosso Espírito interior, o Anjo dormente em ti, vos concedeu no nascimento, outra oportunidade de criar asas de Anjo e voltar às muitas Moradas do Pai, acima e além das estrelas…

Nascer do Espírito é mergulhar no Poder transformador da Palavra e do Verbo, em todos os arcos que pudermos empregá-la, oração, mantra, meditação, introspecção, sem recorrer a nenhum poder carnal ou externo, senão que somente a fonte de poder maior dentro de nós, que nenhum outro ser vivo possui, nem vegetal, nem animal, somente os homens, que é o poder de falar, de expressar verbalmente o pensamento, de sonorizar idéia e desejo, em oração, em petição, em gratidão ao Senhor dos Espíritos, Ele mesmo, que haverá de nos conceder asas de Anjo e Iluminação de Filhos de Deus neste jardim que é a nossa existência, porque Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida, e fora dele, não há outro caminho, e nada existe além de treva, mentira, dor e desilusão.

Se o instinto é a força animalesca presente ainda na natureza humana, a presença do Anjo só pode existir e ser nutrida pelo alimento do espírito, que é o Amor consciente.

Enquanto a alma humana, tensionada pelas duas forças opostas, não se decidir pelo lado que vai alimentar, seguirá vivendo o pior dos conflitos existenciais, nunca saldando o karma da Balança e nem zerando a equação de sua vida…

Porque enquanto o instinto cuida dos interesses do ego a partir das necessidades físicas construindo seus conceitos egoístas, o amor cuida dos interesses de Deus ao lhe transformar em Seu Instrumento. Não se pode servir a dois senhores, ao amor e ao instinto.

Aliás… entregar a própria vida por amor de alguém não é a maior negativa contra o instinto de sobrevivência?


Daí a razão clara de sabermos que só o Amor do tipo sacrifício é que pode esculpir o anjo na alma humana encarcerada na matéria física a partir de seus materiais existenciais…

Porque, naquele dia marcado na eternidade do teu despertar, o Deus em ti atravessará todas as nuvens do passado, do esquecimento e da ilusão para chegar mais perto de ti, e rasgando os teus sonhos de chumbo como quem rasga seda fina, Ele chegará e te dará o maior presente, com o qual começarás o verdadeiro renascimento: Ele te dirá o Teu Nome, não o nome da tua carne, mas o Nome do Anjo eterno dentro de ti.

Com este Nome, tu retornarás a Casa do Pai!
E o Anjo de ti subirá ao céu como a fumaça leve e purificada dos sacrifícios em nome do Amor sabiamente conduzidos em teu caminho de luz…

“Aquele que tiver ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas: ao que vencer, eu darei de comer do Maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe!”
Apocalipse 2: 17

JP em 23.01.2020

Comentários