Templates by BIGtheme NET

Código 8 em 10 Símbolos

1. A PEDRA DO SOL ASTECA Ela foi construída na geometria de um Octógono-estrela. E representa um Calendário integrado, combinando os ciclos do Universo numa resultante de tempo que, medida na Terra, oferece as portas para o tempo fora do tempo (13), chamado Túnel (na linguagem maia, 13.Ben = Cana).

A Pedra do Sol Asteca

2. Tábua do I Ching com os oito trigramas e o Yang-Yin. Do outro lado do mundo, oposto ao antigo México, nas terras da antiga China, o poderoso I Ching e o Yang-Yin, que dizem se tratar de um sistema de viagens no tempo, de chaves dimensionais e energias em equilíbrio. A tábua contém 8 elementos: fogo, água, céu, Terra, vento, montanha, lago e trovão.

 

I Ching

3. Imagem sumeriana do Sol, da Lua e de uma estrela, provavelmente Inanna-Venus. Na antiguidade, estrelas eram retratadas com oito raios.

Deusa Inanna

4. Arcano 10: a RODA do TEMPO. Aqui, e em muitas concepções antigas, O TEMPO ERA REPRESENTADO POR UMA RODA DE 8 RAIOS. Tempo ou… atemporalidade? certamente, porque os seres humanos foram encerrados num calendário de sete dias (a semana fechada), porque o Universo foi criado em sete dias cósmicos.

E no Oitavo Dia, o Universo entrou em ação nos domínios fora do tempo. O Oitavo Dia não existe para nós porque, após o sétimo dia, retornamos ao primeiro da semana, por isso, a Roda do nosso tempo cíclico (10) é fechada. O oitavo dia é a porta da atemporalidade, da mesma forma que no I Ching e na Pedra asteca do Sol.

A Roda

5. Fo-Hi, mestre da China, representado com sua alma gêmea, no modelo binário-serpentino do Caduceu de Mercúrio. Dizem que ele é o idealizador da sabedoria do I Ching e do Tao Te King. As serpentes gêmeas são a mesma coisa que o Yang-Yin. A dualidade equilibrada é a chave do Universo. A dupla hélice do DNA simbolizada na estrutura do OITO (8). Exatamente igual ao Caduceu de Mercúrio dos sábios.

Fo-Hi / Fu Xi

6. A ARCA DE NOÉ e seus oito ocupantes, e suas parelhas, certamente a relação continua, Oito, a porta da atemporalidade cuja chave é o binário (Sol-Lua, Yang-Yin) reunidos em um terceiro elemento conforme a Alquimia do caduceu de Mercúrio.

Arca de Noé, 8 pessoas, conceito de Salvação, resgate, Misericórdia da Lei Maior no final do ciclo da Terra, a estrela-guia do Barco a deriva em busca do porto seguro. No Gênesis 8, a Arca encontra esse porto seguro no Monte Ararat. E no Apocalipse 8, o Oitavo Anjo oferece a Deus as preces dos devotos e suas petições de socorro e auxílio.

Arca de Noé (imagem ilustrativa).

7. Antiga representação medieval do céu dos sete planetas (deuses greco-romanos) sendo girado por um Anjo, como rodas e engrenagens (o Zodíaco). Na antiguidade, o Oitavo céu era chamado Céu das Rodas, o domínio das estrelas fixas. Daí essa ilustração.

Representação dos Céus

8. O Arcano 8, e a dualidade em equilíbrio aparece como Lei e medida de todas as coisas. Por isso, a Balança o representa, e a deusa empunha uma espada com o sentido de Justiça, Lei de Causa e Efeito. O equilíbrio é a Lei Maior que cobre todas as leis e corrige todos os erros, trazendo as coisas de volta ao estado original.

A Justiça

9. Uma incrível relação com o ideograma chinês para a palavra BARCO: porque ele é composto por três simbolos independentes: Navio, o Número Oito, e pessoas da família (ou Boca). A mesma ilustração da Arca de Noé em uma cultura completamente oposta à sua. 10. Arcano 17, 1+7 = 8, a representação da estrela maior (oitavo céu, céu das estrelas fixas) Sirius, diante de sete menores, que eram os sete planetas na representação medieval.

Conclusão: Muitos crops circles e muitos mistérios da ciência trazem relações poderosas com estes símbolos da antiguidade e seus conhecimentos velados, de modo que, para se interpretar bem tais crops circles, é preciso dominar tais conhecimentos… porque os autores crops circles de hoje foram os mesmos que, ontem, nos trouxeram todos estes símbolos e conhecimentos ao mundo, quando a humanidade ainda estava começando a se tornar civilização. E hoje, esqueceu-se de tudo. E eles voltam para nos relembrar de tudo isso!

Comentários