Templates by BIGtheme NET

Caverna de Cristais gigantescos é descoberta no México

“Floresta de Cristal” Subterrânea gigantesca descoberta em uma imensa caverna, em Naica, embaixo do Deserto de Chihuahua, no México. O Professor Iain Stewart teve um raro vislumbre do espetáculo subterrâneo durante as filmagens para a nova série da BBC “Como a Terra Nos Fez” (How Earth Made Us).

“Até que você perceba  os homens vestidos de laranja  escalando por aí, é difícil compreender a importância extraordinária da descoberta desta floresta de cristal subterrânea no México.

É “a Capela Sistina dos cristais”, diz Juan Manuel García-Ruiz.

“A cerca de 1.000 pés ( 340 metros de profundidade) abaixo do Deserto de Chihuahua, no México, esta caverna foi descoberta por dois irmãos que trabalhavam em perfuração em mina de prata e chumbo na região de Naica.”

A Caverna dos Cristais no México surpreendeu geólogos, quando foi descoberta pela primeira vez no ano 2000. A câmara subterrânea contém alguns dos maiores cristais naturais já encontrados no mundo – algumas das estruturas de selenito cresceram para mais de 12 metros  de comprimento.

O Professor Iain Stewart teve um raro vislumbre do espetáculo subterrâneo durante as filmagens para a nova série da BBC “Como a Terra Nos Fez” (How Earth Made Us).

“Até que você perceba  os homens vestidos de laranja escalando por aí, é difícil compreender a importância extraordinária da descoberta desta floresta de cristal subterrânea no México.

“A cerca de 1.000 pés ( 340 metros de profundidade) abaixo do Deserto de Chihuahua, no México, esta caverna foi descoberta por dois irmãos que trabalhavam em perfuração em mina de prata e chumbo na região de Naica. É uma visão assustadora.

Até 170 gigantes e luminosos obeliscos – o maior tem 37.4 pés de comprimento (12 metros)  e a altura equivalente a seis homens  juntos por toda a gruta como pilares emaranhados de luz, e a rocha úmida de suas paredes é coberta com ainda mais perfeitos aglomerados de afiadas lâminas de cristal.

Cristais gigantes de gypsum com mais de 12 metros, nos níveis mais baixos da caverna da mina de Naica, no México.

O maior dos cristais possui 12 metros de comprimento e 4 metros de diâmetro, pesando 55 toneladas. A maior dificuldade é que a temperatura de 44ºC e a alta umidade – perto dos 100% – tornam impraticável a sobrevivência no local, sendo possível uma permanência de apenas 10 a 15 minutos, a não ser com a utilização de equipamentos especiais.

Existem dezenas de filmes sobre a caverna de Naica no YOUTUBE.

Fontes: http://news.bbc.co.uk/

http://www.natgeo.com.br/

Thoth3126

Comentários