Templates by BIGtheme NET

Bases Ufo, Apocalipse e o refúgio dos remanescentes do Quinto Sol – a logística do Arrebatamento

Apocalipse 12
A Mulher (Igreja, reunião dos eleitos de Jesus Cristo) tão logo o Dragão vermelho (Guerra, Nova Ordem Mundial, etc) começou a perseguí-la, precisou fugir para o deserto não identificado, preparado por Deus para sustentá-la por lá ao tempo de 3.5 anos.

ESsa fuga da Mulher ou grupo eleito é similar do Êxodo dos hebreus, fugindo do Egito para a Terra Prometida, antes atravessando um longo deserto por 40 anos.
Moisés e Aarão, irmãos, resgatando o povo do Egito, prefiguram na verdade o trabalho atual das duas testemunhas do Apocalipse 11, que guiarão os eleitos de Deus reunidos pelo Anjo Miguel (o Anjo do Sol, Apocalipse 7).

O propósito da peregrinação no deserto é a clara purificação, este é o principal objetivo do deserto na linguagem simbólica das Escrituras, além do papel de refúgio e retiro., um cenário de purificação e preparação para algo superior no aspecto espiritual do destino, programado pela Providência Divina em todos estes lances.

Moisés passou o mesmo tempo no deserto, 40 anos, antes de realizar sua missão libertadora junto ao seu povo. E contando os posteriores 40 anos em que cruzou o deserto ao lado do povo, como guia e orientador, temos 80 anos de sua vida a serviço de Deus. Considerando que ele viveu 120 anos, ora, Moisés passou 2/3 de sua vida a serviço de Deus, e 1/3 (anterior) adormecido com a falsa glória do Egito decadente sob a tirania de Ramsés II.

Essas frações são todas muito familiares às profecias bíblicas.

Assim se deu também com Elias e com Jesus, 40 dias e 40 noites (um tempo muito inferior ao de Moisés), e Noé passou o mesmo tempo com sua família e os animais (almas) reunidos no Barco no evento do Dilúvio, porém sabemos que o número 40 não é igualmente literal, mas simbólico. Por outro lado, 3.5 anos é realmente um tempo literal.

Mas esse processo pode acontecer em outros formatos, como foi o caso do profeta Jonas, engolido por um grande Peixe, que o impediu de se afogar (quando ele foi arremessado ao mar). Porque o Peixe o devolveu a praia com vida 3 dias depois… simbolismos paralelos a morte e ressurreição de Cristo, sem sombra de dúvida.
Contudo, há mais.

Já que, literalmente falando, nenhuma vida pode sobreviver (sem ser digerida!) três dias e três noites dentro da barriga de outra vida, então ponderamos que o grande peixe é, na verdade, um grande UFO que arrebatou Jonas para as bases secretas do interior da Terra, para restaurar seu corpo (ele morreu afogado) e prepará-lo para a missão em Nínive que Deus lhe encomendou, da qual ele fugia.

Além do Peixe como grande nave, barco, símbolo da Igreja, ou do próprio ventre da Terra (e das águas) recebendo os homens e mulheres destinados a ressurreição. Barco, apóstolos pescadores, os salvadores peixe da Estrela de Belém, Sirius.

Aquela mulher do Apocalipse 12, tão logo desse a luz ao filho esperado para ser arrebatado ao trono, seria perseguida pelo dragão e voaria ao deserto com asas de águia. Ora, se a mulher recebe “asas de águia” para deslocar-se a este deserto, então ele não é deste mundo ou deste plano/dimensão. Ao menos, não é da superfície. Precisamente um refúgio construído por Irmandades alienígenas e espirituais há séculos nos planos ocultos do nosso planeta Terra, e talvez até em outra dimensão, com toda tecnologia de adaptação disponível.

Neste mundo físico é que não está tal deserto e refúgio da Mulher, nenhum deserto da superfície, já que, com toda tecnologia moderna disponível, as forças do Dragão chegariam facilmente a qualquer ponto da Terra abrigando um grupo de 144 mil pessoas, ainda mais um deserto a céu aberto, o que não é o caso.

Os olhos Illuminati do Dragão da Nova Ordem Mundial estão habilitados a sondar todos os quatro cantos da Terra.

Na época do nascimento de Jesus Cristo, o rei Herodes (o pai) aliás, nome que, no hebraico, se relaciona com “Dragão e fogo”, não conseguiu localizar a sagrada família foragida do Egito. Mas hoje, um refúgio em qualquer lugar da Terra é facilmente descoberto. Nada mais escapa dos olhos do Dragão, cuja apoteose será o chip, será a Inteligência Artificial, será a marcação eletrônica e digital de todos os seres humanos e até animais. E como poderia Deus criar um refúgio seguro sobre esta frágil e vulnerável superfície planetária, exposta a tantas catástrofes naturais, tanta contaminação, ameaças de guerra e todo o resto?

Depois que essa Mulher (o grupo dos 144 mil eleitos de Cristo, a Israel verdadeira, jamais a Israel como nação e etnia, traidora de Cristo) se purificar e preparar devidamente pelos três anos e meio assinalados nas Bases-refúgio intraterrestres, então o grupo estará pronto para subir às dimensões celestiais, como registra o Apocalipse 15.

Entre o Arrebatamento e a Ascensão, portanto, existe um estágio de 3.5 anos para cada felizardo retirado do Caos planetário, num cenário que corresponde precisamente ao Purgatório da tradição cristã.

E as razões dessa necessidade são muito claras, compreensíveis. Um tempo de 3.5 anos no deserto para cada alma colhida na Terra, em diferentes tempos de colheita entre uma e outra, tudo compreendido numa programação coordenada entre essas bases UFO alienígenas construídas há séculos, e preparadas exatamente para os tempos difíceis às margens do final do Grande Ciclo planetário, tempos que não somente os profetas bíblicos previram, mas também os deuses das estrelas das outras culturas que assinalaram o retorno deles nestes tempos para assegurar a transição da raça atual que expira (o Quinto Sol) para a raça futura, selecionada (o Sexto Sol), esta que será liderada por Jesus Cristo, pois por ele fora comprada na cruz.

Batismo

Quando Jesus foi ao encontro de João Batista no deserto, recebeu dele o Batismo ás margens do rio Jordão, e o Batismo, devemos saber, tem um duplo conteúdo de importância vital aos buscadores de uma vida espiritual e física renovada sob as bases da Verdade divina. O simbolismo do Batismo é uma extensão, afinal, de todo esse conceito em torno do deserto, purgatório, retiro.

1. O Batismo purifica o corpo e a mente dos efeitos dos maus caminhos da vida deixados para trás pelo exercício consciente do arrependimento.

2. O Batismo renova o corpo e a mente purificados pelos efeitos da boa e são Doutrina, que tem o potencial de dar renascimento e vida nova ao discípulo, recebendo em função disso um novo nome.

As três esferas existenciais contaminadas
Quando essas almas seletas forem resgatadas desse mundo, muitos parentes seus que já morreram sob a mesma eleição crística, como elas, serão reencontrados no mesmo “deserto”, porque Paulo disse que os “mortos em Cristo” subiriam primeiro (no caso, desceriam antes para poder subir depois).
Esse será o prelúdio da Grande Reunião.

Mas antes de tal ascensão ao Tabernáculo do céu, que é Vênus, na dimensão dos deuses, os mesmos que têm vindo aqui plantar as mensagens crops circles e outros inúmeros benefícios anônimos para a raça humana, esse grupo precisa passar por um amplo batismo aqui mesmo na Terra oculta, purificando profundamente corpo e mente de todos os efeitos nocivos da longa exposição de toda vida neste mundo contaminado em todas as três esferas, uma contaminação praticamente absoluta e irreversível.

A começar pela esfera física, isto é, os agentes de contaminação do corpo físico: alimentação, água, atmosfera (respiro), industrialização, fármacos, toxinas e venenos em toda parte, nos transformando em mutantes e aberrações humanas com o tempo, repletos de doenças e graves alterações genéticas.
Além da contaminação física do corpo, temos a contaminação neurológica (sistema nervoso), pelos efeitos nocivos da moderna tecnologia, seja pelas longas horas de exposição em computadores, TV, celulares e tablets, seja pelo fato de, mesmo não lidando com nenhum destes aparelhos, estamos imersos em uma sopa de ondas eletromagnéticas aquela Nuvem Global que soma a ação de todos os satélites, torres e mídias operacionais de transmissão de informações em tempo integral e cargas maciças e altamente poluentes (a poluição eletromagnética), esta que, com toda certeza, interage com a famosa frequência Schumann natural planetária, alterando-a drasticamente, acelerando-a, e todo esse cenário de Armagedon tecnológico altera DNA e estruturas nervosas a médio e longo prazo, trazendo danos irreparáveis ao nosso sistema nervoso (até porque a moderna medicina não sabe como restaurar o sistema nervoso), lembrando que o sistema nervoso, e seus plexos e chakras são o suporte para toda a estrutura psicológica da alma humana, a qual, com o passar do tempo, debaixo dessa situação, degrada-se, atrofiando os seus potenciais naturais de inteligência, criatividade e mesmo paranormalidade espiritual.

Além dessas duas contaminações descritas, física e neurológica, há uma terceira, ainda pior, a contaminação psicológica, em função de toda essa cultura-lixo da era moderna a que somos submetidos, dia e noite, e forçados muitas vezes a engolir, mesmo não querendo, explodindo em toda parte, quer de forma direta, quer de forma subliminar: cultura materialista, cultura sensualista, narcisista, arte degenerada, ciência falsificada, ambas a serviço do Sistema de manipulação e pensamento pré-fabricado em massa, cultura apelativa, fútil, medíocre, degenerativa, culto a morte, aos demônios, aos zumbis e todos os ídolos da violência, do terror e do sangue que agradam milhões e milhões de espectadores, cultura chula, ateísta, cínica e debochada contra o Sagrado, tendenciosa, uni-direcionada, idiotizante, moralmente contaminada, e servida todos os dias nas mídias, nos canais de informação e cultura, nos filmes, nos livros, nos games, nos estilos, moda, comportamento, nos artistas, ídolos do mundo e ícones do consumismo formadores de opinião, nos falsos caminhos dos intelectuais que procuram solução apenas na esfera material de argumentação, nas suas mentiras, nos seus sofismas, nas suas blasfêmias refinadas, nos delitos legalizados, na loucura aplaudida, no pecado sacramentado, enfim, em toda essa pseudo sabedoria que guia um mundo de cegos, assim transformados pelo acelerado decaimento das faculdades humanas, dos sentidos superiores e de sua própria consciência espiritual cada vez mais apagada no meio de tanta escuridão, afogando num mar de lama e lixo psicológico reinante e predominante na era da mentira, do fake, da simulação e do artificial no lugar do natural.

Agora, imagine anos e anos de uma lenta e constante infiltração de todo esse lixo informacional entrando em nosso subconsciente via 5 sentidos, não só criando e alimentando muitas feras psíquicas no nosso mundo interior, naqueles setores mais profundos do pensamento, valores invertidos que se acumulam ali com o tempo, e jamais são esquecidos, e por não serem trabalhados, ficam ali rolando no estômago da alma como comida estragada causando indigestão dos sentidos, e essa indigestão eterna se chama adormecimento das faculdades paranormais espirituais, porque aqueles elementos criam bloqueios enormes entre a mente e o espírito interior, nos deixando a margem de um intelecto fraco e especulativo, enquanto impede a ascensão da consciência pelo tempo em que essas larvas e demônios psicológicos aí habitem e não sejam extirpados pela raiz, eles que foram gerados e nutridos pela intensa programação cultural da Nova Ordem Mundial criando um mundo paralelo e falso, muito diferente da Realidade superior dos mundos evoluídos, um mundo que pretende recriar o Inferno em 3D para botar nele as lideranças daqueles caídos que prometeram governar o mundo e o homem por Deus criado…

Claro que os eleitos terão um intenso programa de purificação e esvaziamento psíquico de todo esse lixo, e uma restauração gradual de seus circuitos nervosos, seus chakras e toda a sua estrutura física, seu DNA, órgãos e funções, e tecnologia para isso os Aliens têm de sobra, e práticas e chaves espirituais do conhecimento os mestres da luz têm em grande quantidade… não faltam os instrumentos de cura, mas falta boa vontade aos homens!

Até lá, todo o potencial espiritual da humanidade tombará abafado e sepultado por toneladas de lixo cultural sem qualquer conexão com a Realidade infinita, que depositou semente na alma humana com o propósito de uma auto realização plena para todos!

A verdade é que fomos convertidos em escravos de nós mesmos, de um ego multifacetado, criado e alimentado pelo sistema vigente do Anticristo e há milhares de anos, desde quando a humanidade caiu pela sedução de demônios… ainda que muitos se considerem “livres” no meio de tal sistema, o que significa um avançado grau de inconsciência e desconexão com a Realidade.

Então, será necessário começar um programa de intensa purificação e preparação do corpo e da mente nestas instalações secretas do reino oculto (Agarthi, matriz e filiais) em relação àquelas três esferas existenciais totalmente contaminadas em nossas vidas, física, neurológica e psíquica, para o que o período do deserto já foi calculado. E sem isso, não teremos como sair da fatalidade que aguarda a espécie humana que não fora chamada.

Imagine como é grave a nossa situação, já que no tempo de Moisés, Elias e Jesus não havia na Terra estes três agentes de contaminação (via tecnologia) destruindo lentamente os três suportes da alma humana na existência (corpo, cérebro, psiquismo), por contaminação física, energética e psíquica dos ambientes.

Um nome ilustre que, além do céu e do inferno, não só mencionou como também visitou o Purgatório (dimensão real, paralela) e ali, foi questionado pelas almas dos mortos em purificação de seus pecados, pois tanto ele como o seu guia (Virgílio) estavam vivos, o que era inusitado, já que o Purgatório real prepara almas para duas situações: ou para a ascensão ou para o retorno a este mundo (reencarnação).

O Purgatório de Dante, o deserto de Jesus, Moisés e Elias, é o mesmo deserto refúgio da Mulher (a Igreja, os eleitos) no Apocalipse 12, conforme Mateus 24:

E tão logo apareça o Sinal do Filho do Homem no céu, os espíritos e Anjos do Senhor, das quatro direções, irão reunir os eleitos de Jesus (note que o evangelho não fala em resgatar os judeus de Israel, e nem poderia, já que os judeus desconsideram tanto Jesus como seus evangelhos) e os levarão para aquela rede de bases subterrâneas já preparadas para recepcioná-los, antes que as guerras e as catástrofes venham com força sobre o mundo da superfície.

O Sexto Selo do Apocalipse dá uma pista importante.
Quando o Sexto Selo foi aberto pelo Cordeiro, e o dia do Juízo Final revelado por vários sinais na Terra e no céu, eclipses, asteroides, terremotos, guerras, enfim, talvez um grande terremoto em Israel (a figueira), o primeiro refúgio que os humanos procuraram foi o de cavernas e cavidades nas montanhas! (Apocalipse 6: 12-16)

Exatamente o que os bunkers de tecnologia acessível aos milionários do mundo tentam, só que a tecnologia humana não é nem de longe capaz de suportar os impactos que virão sobre a superfície, e ainda que estes bunkers sejam subterrâneos, é como se estivessem na superfície diante dos impactos que virão. Serão como sepulturas vivas. Até porque os bunkers dos humanos são muito rasos, próximos demais da superfície, e ainda continuam no plano 3D.

Os cavalos da visão de Zacarias e a Grande Reunião

Zacarias capítulo 1
Aparece um homem montado num cavalo vermelho diante do profeta, e atrás dele, outros cavaleiros em cavalos vermelhos, brancos e malhados, num vale de murtas (planta sempre-verde, tradicionalmente associada à quarta dimensão, vida inalterável diante das estações). E esses cavaleiros declararam que já tinham percorrido toda a Terra, e ela estava em descanso – ou extinta, na definição mais precisa do termo Shabat, o Sétimo Dia. Ou seja, após a colheita (Arrebatamento) a Terra poderia descansar, o que, na linguagem bíblica, é entrar no Shabat, na dissolução (extinção global).

Passagens bíblicas, como de Elias e Eliseu, retratam veículos celestiais e seus condutores ou guerreiros na forma de cavaleiros em seus cavalos alados, de fogo, e essa visão reaparece no Apocalipse, especialmente no capítulo 19 e a Grande Batalha final. UFOs, evidentemente.

As murtas representam um estado de vida perene, não mais afetado pelas tragédias da raça humana apartada de Deus. Murtas não perecem no inverno. Os eleitos não perecerão, o vale de murtas os protegerão, e quando a Terra entrar no Shabat, vítima da grande extinção, eles já estarão no tabernáculo de Deus no período do Milênio de Cristo, ou Sétimo Milênio, se preparando para retornar aos novos céus e nova Terra e reedificar o Reino de Deus, sob as bases da Verdade e da Justiça.
(Apocalipse 21).

Curiosidade: Urano vai entrar definitivamente no signo de Touro em 6 de Março de 2019, o que pode significar a influência positiva do elemento terra para o novo estilo de vida, nem que seja por alguns anos, vida subterrânea, como hóspedes de cidadelas alienígenas e anjos, preparada para atender a todas as necessidades dos filhos de Deus.

A Grande Reunião não será em nenhuma Ilha do Pacífico Sul, e sim, começa naquelas bases para ser concluída no planeta Vênus. Foi assim no tempo de Noé e se repetirá, até o deboche e o descrédito se repetem também. Mas o que esperar de uma massa humana já dominada e programada para debochar do que ignora, posta para ignorar pelo sistema da ignorância?

JP em 22.02.2019

Comentários