Templates by BIGtheme NET

AUM, o Nome da Mãe Divina

AUM é muito mais do que um mantra ou mantra-semente do Hinduísmo, através do qual todas as fórmulas de invocação se iniciam ou terminam.

AUM é muito mais do que o ECO da Criação em todos os núcleos cósmicos, uma espécie de Onomatopéia do sânscrito sagrado (a língua mãe), reverberando em toda parte, no Sol, na Lua, nas estrelas e no coração de tudo o que pulsa, respira e vive.

 

Mandala tibetana OM MANI PADME HUM

AUM claramente simula relação de semelhança com o AMÉM bíblico (AMN), palavra que representa “verdadeiro” e finaliza as orações dizendo “assim seja”.

AUM é o som que reproduz a resolução final do Universo criado pelas Três Forças Primordiais, consideradas em todas as culturas antigas por igual.

Trindade Hindu: Brahma, Vishnu, Shiva

AUM é o Nome da Deusa, a Grande Mãe, o Eterno Feminino que materializa a ação daquelas Três Forças divinas e primordiais, como o elétron, o próton e o nêutron ou ainda, a eletricidade, o magnetismo e a gravidade, forças criadoras, sustentadoras e transformadoras do Divino Triângulo.

A Mãe Divina não pretende ser uma Quarta Força, ou uma Quarta Pessoa da Santíssima Trindade, que se converteria em Quaternário. Porque o Papel da Deusa, do Eterno Feminino, não é o de uma força a mais, e sim, o Meio onde aquelas três forças materializam suas ações, em todo o Universo cíclico.

Trindade hermética: Atman – Budhi – Manas (Espírito, Consciência, Corpo)

Na esfera da Cosmologia, Ela é o Espaço, o Meio, o cenário onde todas as operações cósmicas acontecem, e não aconteceriam sem este Meio Imponderável, espaço-tempo, matéria inerte… e na esfera da Mística, Ela é a finalização de toda Graça concedida pela Vontade Soberana do Criador. Não é a Mãe que dá luz e vida ao novo ser pelo Pai fecundado? Não é a Mãe que traz o fruto da árvore?

Ela é o Meio onde aquelas três forças criam, procriam e recriam em sua energia de Presença.
A Natureza, Deus visível, não é chamada de Mãe a toa… Ela é a face de Deus visível no espelho da Criação terminada. Ela é a síntese de ação do triângulo, o Pai que emana, o Filho que cria, o Espírito Santo que transforma.

Trindade cristã: Pai, Filho, Espírito Santo

Aliás, o idioma hebraico se cruza fantasticamente com o sânscrito, a língua-mãe.
No sânscrito, mãe se fala Maa, e no hebraico, temos que AM é mãe, se pronunciando EM ou IMÁ e variantes.
Aliás, em muitos idiomas, a partícula Ma/Mu e similares participam do termo “Mãe”, a começar pelas línguas de origem latina (Mater), e curiosamente, em Matéria vemos o prefixo Mater… mãe, matéria, a obra finalizada. A Materialização, a Graça, o Milagre, atribuições associadas ao culto de Ma.ria, a Mãe de Jesus.

Maya, por exemplo, no Hinduísmo, é o Nome da Grande Ilusão. E se considerarmos o Universo finalizado como uma cristalização da Energia Materna, ele será ilusão na medida em que se compara a Deus em sua origem e essência: imaterial, sem energia, peso, dimensão ou tempo. Mas se Maya existe, e é a Grande Mãe, encaramos então o Universo como uma grande escola para a evolução espiritual. Afinal, Maya também foi o nome de deusas e mães de grandes divindades encarnadas, como Buda e Hermes, e é o nome (Maia) de uma das civilizações mais poderosas da América pré-colombiana.

AUM seria a pronúncia secreta do Nome da Deusa Mãe de todo o Universo, segundo o Hinduísmo secreto em suas origens lá nas montanhas do Himalaia.

OM TARE TUTARE TURE SUAHA a Invocação da Deusa Tibetana Tara, a Estrela, a deusa mãe que ajuda a cruzar todas as margens…

AUM seria como AMN (Assim Seja), cristalizando na Palavra as intenções finais do Universo espiritual de três Hierarquias. O conceito de Útero que condensa toda a vida, ou de Templo que abriga a consciência, são atributos paralelos de AUM na ótica do Cosmos.

Ela completa todo o laço que vai do micro ao macrocosmo e retorna, entendendo que as três forças da Criação acontecem simultaneamente entre as partículas e as grandes massas em seu percurso eterno.

Por tudo isso, AUM abre e fecha a liturgia secreta nos ritos iniciáticos, porque este nome é a síntese fonética da própria criação em três atos, começando pela Emanação (A) do Pai, desde o Absoluto, passando pela Criação (U) do Filho através da Palavra, e finalizando na oscilação transformadora (M) das serpentes gêmeas do Espírito Santo, em seu poder sempre associado ao binário, a dualidade que promove contraste de força e canaliza toda ação transformadora na Natureza (calor e frio, prótons e elétrons, positivo e negativo, macho e fêmea, etc).

AUM símbolo sãsncrito

Agora, imagine o Meio onde estes três lances da Criação cósmica acontecem e, sem ele, não aconteceriam… este é o lugar da Mãe Divina na Criação, não uma Quarta Força, mas o Meio onde as três forças realizam todas as coisas. AUM é tudo isso em forma de som e invocação.

AVE MARIA, a saudação do Anjo Gabriel a Virgem Maria, contém, nas letras iniciais, o termo AVM.
Sintonias e conexões entre as religiões diferentes, mas saídas de uma mesma Luz incriada animando a mente dos homens na eterna busca pela verdade universal.

Maa (Mãe, em sânscrito)

AUM e AMÉm nos fazem lembrar de Amon, divindade egípcia primordial, deus auto-criado, genitor de todos os deuses e seres. Uma identidade de AUM associada a uma divindade de atributos similares.

VOCALIZAÇÃO

(A): sinta a emanação divina descendo do universo infinito e penetrando na cabeça, no santuário da mente limpa e calma.

(U): sinta a emanação divina se mesclando a energia da sua mente, e descendo para o centro de gravidade da vida, o coração, se fundindo com sua própria pulsação.

(M): A energia cósmica, que entra pela porta da mente calma e serena, e se funde com a energia individual do coração, agora se expande em todo o seu ser, corpo e mente, criando um Ovo de energia ao seu redor, que atrai e cristaliza as suas intenções mentais dirigidas pela prática.

Através da Devoção a Mãe Sagrada, as três forças da Criação (Pai, Filho, Espírito Santo, ou o Emanador, o Criador e o Transformador) alcançarão a nossa esfera da vida prática, e teremos na Mãe uma porta através da qual todas as dádivas contidas naquele Sagrado triângulo de inteligências, forças e potências, chegarão às nossas vidas… basta estudar um pouco todas as ações da Virgem Maria (a encarnação da Grande Mãe no Cristianismo) e veremos que isso é uma realidade experimentada por milhões de pessoas cuja fé transcende a razão questionadora e o ceticismo bloqueador.

 

Um mantra que é mais do que um mantra… um Nome que é mais do que um Nome… uma Presença que é a Presença que atrai todas as Presenças em sua Presença… Mãe? Pode apostar. Desvende os segredos de AUM….

 

Através de AUM, todo filho amoroso encontrará a presença dessa Mãe Universal em sua própria vida, e por Ela será sempre ajudado ao longo de toda a caminhada que conduz ao Pai, Esposo desta que Ele mesmo designou ao papel de educar todos os seus filhos ao longo da Jornada, até a imagem e semelhança crística. Porque Ele e Ela são UM.

 

AUM!

JP em 12.03.2019

Veja também:

A VERDADE SOBRE O SANTO GRAAL

 

Comentários