Templates by BIGtheme NET

Até que ponto meditação coletiva curará o planeta?

Até que ponto meditação coletiva curará o planeta?
Poderá ela também acelerar a nossa destruição?
Parece-me que a notícia a seguir demonstra que SIM:

Meditação global coincide com pico de Ressonância de Schumann

De 4 a 5 de abril, houve um pico no campo geomagnético da Terra, elevando o poder da Ressonância de Schumann ao ponto mais alto de 76. O que é interessante notar é que esse pico coincidiu com a meditação em massa global que ocorreu nesta data.

O pico
O pico ocorreu de 4 a 5 de abril. Durante esse período, muitos grupos, incluindo Unify e Global Peace Meditation, realizaram uma meditação em massa. As razões de vários grupos incluíram ascensão terrestre, paz mundial e mudanças positivas causadas pelo vírus corona.
Durante essa janela de tempo, o primeiro-ministro indiano Narendra Modi pediu a 1,3 bilhão de cidadãos indianos que desligassem a eletricidade e rezassem.

O pico foi registrado por um site do Sistema de Observação Espacial da Rússia, que registra a Ressonância de Schumann. O gráfico de ressonância de Schumann exibe dados do campo magnético da Terra circulando a terra.
Esses três dias mostram a atividade horária que ocorre nas várias frequências ressonantes de 1 a 40 Hz. O gráfico mostra o nível de intensidade de cada frequência exibida como uma cor, sendo o branco o mais intenso. Este gráfico mostra picos de 65 e 76 de potência da Ressonância de Schumann, após uma média mensal de pouco mais de 30.

Conclusão
O pico recente não mostra causalidade, apenas correlação. No entanto, se esse experimento puder ser replicado, poderá mostrar que os seres humanos podem afetar o campo geomagnético da Terra por meio de intenção coletiva. E não apenas o campo que nos afeta, como se pensava originalmente.


A controvérsia em tudo isso é a seguinte:
A Meditação planetária deveria trazer efeitos positivos, começando por BAIXAR os níveis da ressonância Schummann, ao invés de elevá-los enormemente, como aconteceu agora.

Porque, até esse dia, todos os teóricos do assunto diziam claramente que a elevação desta ressonância magnética planetária é a responsável por uma série de efeitos negativos sobre a saúde física e nervosa da humanidade, além de todo tipo de distúrbios planetários.
Esses mesmos teóricos dizem que a faixa de equilíbrio da RS é de 7,83 Hz, e que valores acima disso causam danos tremendos na saúde.
O que dizer então desse PICO de 76 Hz, quase dez vezes acima da faixa normal?

Agora, essa parcela da humanidade, em meditação coletiva, fez essa ressonância subir, quando deveria fazer baixar?
Algo que parece certo mas que está muito errado em tudo isso.
E eu digo porque.
Só se reunir para meditar não resolve nada, a partir do momento em que os valores mentais da humanidade não forem transformados para valores positivos concretos.
Caso contrário, meditação coletiva será apenas a amplificação dos poderes distorcidos da mente individual.
Para que a União seja força real, é necessário que cada indivíduo esteja alinhado com a consciência espiritual real em sua mente.

Senão, a soma de mentes representará apenas a soma de medos, de stress, de fanatismos e valores equivocados, o que produziu então o pico da ressonância Schumann, que é negativa para a Terra.
Em vez de curar, esse tipo de coisa pode acelerar o mal estar planetário.
Não adianta somar força coletiva se cada individuo não estiver alinhado com a força real a partir dele mesmo.
Será apenas soma de fraquezas individuais.
(o gráfico abaixo mostra os picos da RS nos dias da “meditação coletiva”)

O que todos os blogs onde eu vi essa matéria publicada não estão considerando ou fingindo desentendimento é que esse pico da RS junto com a meditação coletiva é, na verdade, um efeito ruim para o planeta. E não positivo.
O que demonstra que a Mente Coletiva, se vibrar negativamente, também acelera a destruição de tudo.

O Pensamento cria mas também destrói. Tudo vai depender dos valores que ele comporta em sua onda mental. De modo que, pensamentos equivocados somados podem ser como bombas atômicas disparadas no espaço…

Julguem tudo pelos efeitos, porque 76 Hz de Ressonância Schumann representa um STRESS planetário elevado!

JP em 09.04.2020

Ressonância Schumann e frequências cerebrais
Por que as taxas elevadas da RS causam danos ao cérebro?

Tudo começa com a análise da tábua harmônica das frequências cerebrais e a relação com a frequência planetária de fundo eletromagnético, ou Ressonância Schumann, que teóricos pontuam em 7.83 Hz como na sua faixa normal e equilibrada.

A tabela conhecida dos quatro níveis de frequências (oscilações) cerebrais:

  1. As ondas Delta (1 a 3 Hz)
    As ondas Delta são aquelas que têm uma maior amplitude de onda e estão relacionadas com o sono profundo (mas sem sonhos).
  2. As ondas Theta (3,5 a 8 Hz)
    O segundo dos tipos de ondas cerebrais vai dos 3,5 a 8 Hz e está relacionado, sobretudo, com as capacidades imaginativas, com a reflexão e o sono.
  3. As ondas Alfa (8 a 13 Hz)
    As ondas Alfa surgem no crepúsculo intermediário onde existe a calma, mas não o sono, onde há relaxamento e um estado favorável para meditar.
  4. As ondas Beta (13 a 33 Hz)
    Cruzamos o limite desses tipos de ondas cerebrais, de nível baixo ou moderado, para alcançar um degrau superior. Estamos no espectro das frequências mais altas que surgem como resultado de uma atividade neuronal intensa.

Entre os níveis Theta e Alfa (de 3.5 a 13 Hz) a frequência natural Schumann de 7.83 se situa numa média perfeita, e esses níveis de frequência cerebral de Theta a Alfa são os que justamente governam a mente calma, sem qualquer stress, tranquila e que deveria ser o nível médio de nossa atividade cerebral para nos colocar num estado permanentemente saudável a partir da boa qualidade de nossa energia mental.

Isso porque a Ressonância Schumann é uma energia de caráter eletromagnético, e entra em ressonância com a noss atividade cerebral que também tem por fundamento a energia eletromagnética.

A aceleração da Ressonância Schumann, em seus níveis exorbitantes, tem relação direta com o aumento do stress, ansiedade, capacidade de concentração e relaxamento, e todos os estados mentais negativos da era moderna, para os quais contribuem com grande parcela os elementos nocivos da Tecnologia, poluição eletromagética, etc.
Isso já foi associado a tecnologia 5 GB:

Portanto, os picos de Ressonância Schumann, incluindo esse pico excepcional de 76 Hz obtido na tal Meditação Coletiva, interferem de forma destruidora junto das frequências cerebrais, trazendo uma aceleração das ondas do pensamento que têm relação com todos esses sintomas que muita gente relata no mundo inteiro, stress, ansiedade, pânico, fobias, insônia, nervosismo, agitação, dispersão mental, esquecimento, zumbidos, dor de cabeça, peso na cabeça, etc.
A lista é longa.

JP em 09.04.2020