Templates by BIGtheme NET

Astrônomos descobrem mega estrutura Alienígena no Espaço

O astrônomo da Universidade de Penn State, Jason Wright, está com evidências para publicar uma grande descoberta de um conjunto de mega estruturas encontradas em uma estrela muito próxima da Via Láctea, chamada KIC 8462852.

KIC-8462852 - To no Cosmos

Em uma entrevista para o conceituado jornal britânico, The Independent, Jason Wright disse: “Eu não consigo entender e é isso que torna a situação interessante, muito legal. É como se não fizesse sentido”.

Já em uma reportagem para site The Atlantic, Dr. Wright acrescentou que extraterrestres devem ser a última hipótese considerada, mas as construções parecem ser algo construído por seres de outros planetas. “Eu fiquei fascinado de tão doido que aparenta ser’, disse o astrônomo.

tabetha

A astrônoma Tabetha Boyajian.

Outros astrônomos envolvidos na pesquisa disseram que aglomerados de objetos no espaço, parece algo que você esperaria ser construído por uma civilização extraterrestre.

“Nunca vimos nada parecido com essa estrelas antes.”, disse Tabetha Boyajian, da Universidade de Yale.  “É muito estranho. Pensamos que poderia ser um erro de informação dos computadores ou algum movimento na espaçonave, porém tudo foi checado.”

KIC  8462852 está localizada entre as constelações de Cisne e Lira, pouco acima da Via Láctea. A primeira vez que foi notada foi em 2009, quando o telescópio Kepler a identificou como similar a Terra, por ter planetas orbitando como os próximos ao Planeta Terra.

Porém KIC 8462852 estava emitindo um estranho padrão de luzes, diferente de qualquer outras estrela na busca do Kepler por planetas habitados.

O telescópio Kepler trabalha analisando a luz lugares distantes do Universo, procurando mudanças que ocorrem quando planetas movem-se na frente de suas estrelas, o que foi visto em mais de 150 mil estrelas, simultâneamente.  Mas os parâmetros do KIC 8462852 não parece ser normal para um planeta.

 

Cines e Lira - To no Cosmos

KIC 8462852 está localizada entre as constelações de Cisne e Lira.

Após o telescópio Kepler coletar bastante informação, eles precisavam de olhos humanos, e trabalho humano que não poderia ser feito pelos atuais programas de computador, e com isso os astrônomos do projeto decidiram criar o Planet Hunters (Caçadores de Planeta), um programa que permite os cientistas amadores examinarem os padrões emitidos pelas estrelas de dentro do conforto de sua própria casa. Desde então muitas estrelas classificadas como “interessantes” e ‘bizarras”, foram encontradas.

Se você tiver interesse, pode participar do Planet Hunters também, e quem sabe revolucionar a astronomia.

 

Comentários