Templates by BIGtheme NET

Asteroides, segundo sol e novas revelações na sobreposição das imagens dos dois crops circles da França

O primeiro crop circle da França, em 01 de Junho de 2019, em Notre Dame de France

 

 

França crops circles I e II nas sobreposições das imagens e novas mensagens

 

O segundo crop circle na França, na verdade, um par, em 12 de Junho, perto da cidade de Saint Hippolyte

O asteroide que cai na Terra?

 

Analisando os dois crops circles franceses, de primeiro de Junho e de 12 de Junho, notamos que existem simetrias claras entre ambos.

 

Primeira simetria: os dois círculos destacados são o ponto de referência nas três sobreposições feitas com base na simetria

 

Começando pela primeira simetria, entre um par de círculos, maior e menor, que se alinham perfeitamente, como mostra o diagrama.
Observe a resultante final.

 

 

As curvas em crescente do cc I se ajustam com precisão entre os círculos alinhados do cc II, até encaixando a espiral ali colocada.

Agora, se fizermos uma comparação com o sistema solar, contando a ordem planetária, de baixo para cima, teremos Mercúrio, Vênus e Terra (a letra T marcada).

 

Conexão visual estabelecida com o famoso crop circle de Turim, na Itália, em 2012 (matéria abaixo)

 

Segue Sol e Lua por cima (imagem clássica do eclipse) e um círculo pequeno, Marte. Depois vem aquelas curvas, que na ordem, podem estar representando o cinturão de asteroides, entre as órbitas de Marte e Júpiter.

Como são duas curvas, a segunda curva pode representar o segundo cinturão de asteroides, que se estende da órbita de Netuno em diante. Porque são duas curvas interceptando este modelo de sistema solar alinhado, e temos dois cinturões de asteroides dentro dele.

Pois bem, o interessante é que, acima das duas curvas de nível, percebemos que um pequeno círculo se destaca, vindo da sobreposição de I com II, de modo que a ponta da espiral toca exatamente nele, dando uma clara sensação de representar um asteroide ou meteoro que parece se soltar daquela zona do cinturão, e em uma série de curvas, desce e colide exatamente com o círculo abaixo, T, a Terra!

Além dos eclipses e alinhamentos de 2 de Julho, estariam estas simetrias ocultando a mensagem de uma colisão próxima de asteroides com a Terra?

Vejam vocês como as duas imagens dos crops circles se casam como que formando uma única mensagem com várias informações sobre o status atual do nosso sistema solar, e a queda de asteroides coincide com os últimos relatórios da NASA e outras agências sobre a possibilidade real desse evento.

 

Turim, Itália, 17.06.2012

 

O Asteroide de Turim 2012

 

Há inclusive um crop circle magnífico e bastante conhecido, que apareceu na região de Turim, norte da Itália, mostrando com precisão uma imagem do sistema solar interno, os planetas ao redor do Sol posicionados na data do Calendário maia, 21.12.2012, e cercado pelo cinturão de asteroides, com vários asteroides se dirigindo para dentro do sistema solar, atraídos pelo Sol, o que coloca a Terra em rota de colisão.

Ao lado, na constelação representada de Câncer, a clara imagem de um asteroide que é deslocado por um corpo maior que se aproxima (segundo Sol, Nemesis, e o efeito bilhar sobre os asteroides) e esse asteroide solto faz uma espiral até alcançar a linha de ação dos outros asteroides direcionados para a Terra.

 

 

Como eu sempre digo, os crops circles sempre estão repetindo as mesmas mensagens com simbolos e arranjos modificados.
Acredito que tudo o que foi anunciado no passado, esperou por esse momento para acontecer.
Estamos portanto sobre o tempo das ocorrências, não mais das advertências.

Como um sonho que se repete e que pode acontecer a qualquer momento na vida de quem o sonha, e que só acreditará na mensagem dos sonhos quando ele acontecer diante de si.

 

Fases do Eclipse solar de 2 de julho

 

Nesta segunda sobreposição entre os crops circles I e II da França, me pareceu constatar a imagem das fases do eclipse solar de 2 de julho, quando o disco da Lua (por cima, disco escuro) está perto de se sobrepor ao disco do Sol (por baixo, disco claro).

 

 

A sucessão dos circulos escuros menores por cima representariam a Lua se aproximando do alinhamento do eclipse. E o disco totalmente escuro logo abaixo daqueles dois representaria o eclipse total, e agora, aquela espiral de influência (gravitacional) sai deste disco do eclipse total, e alcança o planeta Terra na base, conforme a analogia da sobreposição anterior.
Um ajuste perfeito aqui!

As duas curvas maiores, representando possivelmente ondas gravitacionais de impacto no alinhamento, se ajustaram com precisão também.

E estas mensagens, não as tirei de uma técnica de sobreposição de imagens, conforme o próprio eclipse acontece entre o Sol e a Lua alinhados?

Os pontos e as curvas também se ajustam muito bem, como se as duas imagens fossem parte de um modelo original completo que, nestes dois crops circles, foram fracionadas.

Tudo porque elas se encaixam com precisão, quando tomamos por referência de sobreposição estes dois círculos destacados, colocados na mesma proporção nos crops circles I e II.

Pode ser que muitos eventos paralelos aconteçam neste período todo, inclusive ufológicos, como costumam acontecer mesmo em eclipses importantes.

E tudo parece estar convergindo numa mesma direção … e urgência no presente momento da humanidade!

 

A enigmática terceira sobreposição

 

 

Esta sobreposição a mais estranha e enigmática para mim, feita entre o primeiro crop circle e a parte superior do segundo crop circle da França.
Note como, mais uma vez, as formas de ambos os pictogramas se encaixam perfeitamente, como nas outras anteriores, dando a sensação de uma mensagem composta que foi fragmentada em 3 partes.

Eu vi nisso pelo menos três coisas e significados:

1. a representação de um Buraco negro
2. a representação de algum tipo de UFO esfera ou prato visto por baixo
3. a representação dos dois sóis se aproximando

 

 

 

1. Buraco Negro
Ele fica no centro, no duplo disco, e as curvas seriam sua forte gravidade puxando os objetos perto dele, até a luz. É cruzado pelo famoso horizonte de eventos (o anel maior).

2. Um Ufo-esfera, como o que apareceu na Califórnia (foto), com um arco superior, como antenas, ou algo assim. UM UFO se movendo nas curvas do hiperespaço, wormholes etc.

3. Os dois sóis se encontrando.
Note o ponto que se aproxima por cima, se aproxima do alinhamento, até formar um Sol Duplo no centro da imagem. E embaixo, a Terra, afetada pelo fenômeno.

São imagens perturbadoras.

Essa última sobreposição me lembrou bastante o modelo crop circle da República Tcheca, em 28.07.2013, com círculos, semi circulos e curvas em alinhamento, mostrando que esse estilo já é antigo nas formações crop circle.

 

 

JP em 17.06.2019

***************************************

 

Comentários