Templates by BIGtheme NET

Apocalipse e o incêndio da Catedral Notre Dame de Paris

 

Apocalipse e o incêndio da Catedral Notre Dame de Paris

Um incêndio de grandes proporções consumiu a nave central da Catedral Notre Dame de Paris, na tarde de 15 de Abril de 2019, e embora o prejuízo tenha sido incalculável, a estrutura do edifício não foi comprometida.

 

 

O presidente francês Emmanuel Macron prometeu lançar campanha internacional para reconstruir a Catedral.
O fogo começou por volta de 18h50 em Paris (13h50 na hora de Brasília) e as causas ainda são desconhecidas.

 

Diagrama mostrando a nave central da Catedral, totalmente destruída pelas chamas, embora a estrutura do prédio esteja intacta.

 

********************************

Símbolo histórico da França e modelo de Catedral gótica em toda a Europa, a Catedral de Paris faz parte de um grande mistério edificado pelos antigos cavaleiros Templários (por eles, patrocinado), porque existe toda uma rede de catedrais Notre Dame do mesmo estilo gótico, construídas no Norte da França, em várias cidades que, alinhadas, formam com exatidão o desenho da constelação do signo de Virgem no mapa da França, exatamente como um mapa planejado!

Veja aqui:

O Grande Segredo dos Cavaleiros Templários e a conexão com o Apocalipse 12

São catedrais dedicadas a Virgem Maria (por isso, chamadas Notre Dame, ou seja, Nossa Dama), e a mais importante de todas está na cidade de Chartres, próxima de Paris, porque esta catedral se relaciona à posição da estrela Alfa da constelação de Virgem, a estrela azul Spica (que significa Espiga, e retrata a colheita de trigo nas mãos da Virgem! Um simbolo anexado ao arrebatamento dos 144 mil, e a simbologia do trigo ceifado da Terra, conforme Apocalipse 14, após a separação do joio!)

 

 

Mapa com as catedrais notre dame do norte da França em similaridade com as estrelas da constelação de Virgem e a conexão Apocalipse 12.

 

 

Essa rede de Catedrais postula uma espécie de profecia em livro de pedra, escrita pelos Templários daquela época, sinalizando o Apocalipse 12 na íntegra, que revela o nascimento da Criança quando este signo e constelação de Virgem fossem sinalizadas no céu, tudo isso a partir do século 11 ou 12, muito antes de todas estas coisas serem recentemente descobertas (a formação do sinal do Apocalipse 12 no dia 23 de Setembro de 2017):

 

 

Tudo isso quer dizer que esse incêndio na Catedral mais famosa de todas aquelas da rede, do corpo da Virgem estelar, profecia em pedra dos antigos cavaleiros templários, tem relação direta com o corpo profético do mesmo Apocalipse em nosso tempo.

 

Constelação de Virgem e o Apocalipse 12

 

Isso porque a profecia do Apocalipse 12 não acabou em 2017: muito pelo contrário, aquele magnífico e preciso sinal apenas COMEÇOU TUDO.

 

Esse “ataque astral” à Catedral Notre Dame de Paris, sob o governo Macron (forte candidato a Anticristo, segundo várias teorias conspiracionistas) – e que se torna muito conveniente àquele presidente, que anda com popularidade negativa em seu país, porque o mesmo presidente já está promovendo campanhas de reconstrução da Catedral, a Menina dos Olhos da França, para tentar melhorar sua imagem popular – nos remete à continuidade do tema profético do Apocalipse 12, sinalizando que, após o sinal consumado das 12 estrelas, Sol e Lua, a Mulher desceria em terra e seria perseguida pelo Dragão!

 

 

Veja, a Catedral foi ferida, mas não destruída!

Exatamente como diz o Apocalipse 12 que, logo após aquele sinal, depois que a Mulher (Virgem) tivesse dado a luz à Criança, o Dragão passaria a persegui-la na Terra! O que significa que a CRIANÇA já terá nascido e sido arrebatada ao Trono de Deus!

 

 

Mas é preciso contextualizar a profecia do Apocalipse 12 com aquela outra, que é o tema central de todo o Apocalipse: o Sexto Selo e o Livro selado.

O Sexto Selo diz que, após um poderoso eclipse solar (Sol negro) e uma Lua de sangue (eclipse lunar), e uma chuva (queda) de estrelas na Terra (meteoros, asteroides), tudo isso junto com um forte terremoto, Deus lançaria o Dia do Juízo Final, e a humanidade começaria a ser julgada, quando as pessoas procurariam abrigo nas cavernas da Terra (bunkers!)

Tudo se confirmando.

 

 

Abertura do quinto e sexto selos do Apocalipse (Durer)

 

O Sexto Selo diz que, após um poderoso eclipse solar (Sol negro) e uma Lua de sangue (eclipse lunar), e uma chuva (queda) de estrelas na Terra (meteoros, asteroides), tudo isso junto com um forte terremoto, Deus lançaria o Dia do Juízo Final, e a humanidade começaria a ser julgada, quando as pessoas procurariam abrigo nas cavernas da Terra (bunkers!) Tudo se confirmando.

 

Antes do dia 23 de Setembro de 2019, 33 dias antes (o código 33), um poderoso eclipse solar sacudiu o mundo, com vários eventos globais, incluindo terremotos e super furacões em série, além do rebaixamento do mar nas praias de várias localidades do mundo.

 

 

Depois, vieram os eclipses da Lua de sangue, e entre 2014 e 2019, aconteceram sete destas Luas vermelhas, e a última, no dia 21 de Janeiro deste ano (2019) fechou um ciclo de eclipses, o qual pareceu abrir caminho para a continuação do conteúdo do sexto selo, que diz que muitas estrelas cairiam do céu na Terra… o que efetivamente está ocorrendo, e parece que, depois de janeiro deste ano e a sétima lua de sangue, aumentou muito o número de objetos (asteroides, meteoros) cruzando o nosso espaço aéreo, com um risco probabilístico cada vez maior de queda em nossa superfície!

 

 

A ordem de eventos do Sexto Selo do Apocalipse é a seguinte:

1. Eclipse do Sol
2. Eclipse da Lua de sangue
3. Queda de estrelas (meteoros, asteroides)

 

Estamos na fase 3 da consumação do sexto selo, até que um possível objeto caia na Terra e confirme a profecia dos quatro selos primeiros daquele Livro, quando alguma coisa de FOGO cairá do céu e extinguirá a terça parte da Vida na Terra.

 

Porém, além desse primeiro evento global (queda do meteoro) antecipado por eclipses do Sol e da Lua de sangue, haverá outro evento global, paralelo a este: a Grande Guerra Mundial.

 

 

Ou seja, sete Luas de Sangue já se consumaram, e agora estamos em plena fase 3 do Sexto Selo, até que alguma coisa realmente colida com a Terra.

E logo, subirá o clamor de uma guerra mundial.
A Escatologia descrita por Mateus 24 está se cumprindo com precisão, e a coroação de todos estes sinais virá com a visão do SINAL DO FILHO DO HOMEM NOS CÉUS de todo o mundo, possivelmente a Merkabah de Deus, a mesma que apareceu para os profetas Ezequiel e João (Apocalipse 4) e agora aparece para todos os habitantes do planeta, abrindo seu mistério.

 

 

 

Porque este sinal no céu está relacionado diretamente com aquela CRIANÇA que nasceria da Virgem coroada por doze estrelas, Apocalipse 12. Um implica no outro.

 

 

Ainda estamos a espera de um novo eclipse solar, em 2 de Julho de 2019, quando então, ao meu ver, o ciclo de profecias do Sexto Selo vai se fechar, a espera do sétimo selo, e um silêncio aterrador sobre o universo, um prelúdio de tudo o que virá a seguir, o que, conforme consta na declaração do Anjo do Apocalipse 10, será o começo da consumação de todas as profecias anunciadas no passado pelos profetas de Deus.

 

 

Apocalipse 10: “… não há mais tempo, agora se realizará o mistério de Deus, conforme anunciado pelos profetas, seus servos…”

 

 

Além do fato de termos já entrado no ciclo final dos sete anos finais do tempo das profecias, quando Israel completasse 70 anos de existência (o que aconteceu em 14 de Maio de 2018).

 

Símbolo comemorativo dos 70 anos de Israel.

 

Além do fato de termos já entrado no ciclo final dos sete anos finais do tempo das profecias, quando Israel completasse 70 anos de existência (o que aconteceu em 14 de Maio de 2018).

 

Tudo isso está confirmando que aquela profecia marcante do Apocalipse 12 não terminou com a sinalização de 12 estrelas alinhadas na constelação de Virgem, no dia 27 de Setembro de 2017, e sim, COMEÇOU… esse sinal foi, na verdade, o ponto de partida de tudo, e é preciso conhecer como essa profecia termina.

Porque mal começou.

 

 

Assim que a Criança nascesse e fosse arrebatada pelo Trono de Deus, a Mulher (Igreja, Notre Dame ferida) seria perseguida pelas forças do Dragão Vermelho (Anticristo) que seria combatido pelo Anjo Michael (Miguel) e suas legiões, caindo em terra. Mas sendo frustrado em seus planos, o Dragão Vermelho iniciaria uma grande guerra mundial, perseguindo especialmente os outros filhos de Deus espalhados, com muito ódio por não ter conseguido destruir a Mulher (a Igreja, a reunião dos 144 mil, primícias da Terra) e o seu filho (o líder da Nova Igreja de Deus, ceifada da Terra).

 

 

Tanto que a Mulher recebe asas de águia e voa para o deserto, num refúgio fora das garras do Dragão, o que significa o Arrebatamento da Igreja de Cristo, 144 mil.

 

As teorias sobre tribulação da Terra e arrebatamento declaram que os processos se tornariam mais severos nos últimos 3.5 anos da profecia, quando o Anticristo assumiria o poder, e tudo o que temos visto são cenários de preparação das coisas, desde uma grande guerra articulada até eventos cósmicos, que criarão um cenário onde uma nova autoridade se levantará, tendo em pauta de governo a força militar e o poder da tecnologia.

Nessa época, ou melhor, antes dela, é que os 144 mil filhos de Deus serão retirados do mundo: eles são o corpo daquela Mulher-Igreja que voará para o deserto.
As asas de águia tem, aqui, esse contexto de arrebatamento e resgate, antes que as coisas piorem na face da Terra.

 

 

 

Estamos no tempo em que todos estes cenários proféticos começam a se formar, em parte articulados pela natureza e pelo cosmos (Segundo Sol, Absíntio) e em parte articulados pela agenda da Nova Ordem Mundial, que na verdade é a pauta do novo governo da Terra, encabeçado pelo Anticristo (ou as duas Bestas).

 

 

Ideologias do Anticristo

 

*******************************************************

Suplementos

Análises astrológicas e cabalísticas

 

O Mapa Astral de Paris, dia 15.04.2019 ás 5h50 PM

 

O Mapa Astral do evento

No exato instante em que o incêndio começou, por causas misteriosas (plantado? teria sido plantado por esquemas ocultos que abririam caminhos para campanhas do atual presidente Macron, para tentar levantar seu ibope e popularidade, que andam em queda naquele país)… sim, naquele momento, sob o céu de Paris, Júpiter dominava o tema, se elevando na casa X em Sagitário, sua regência, no grau 25, formando um trígono perfeito de FOGO com o Sol e a Lua, respectivamente, em Áries, e em Leão.

 

Ou seja, um trígono de fogo vibrava naquele momento, em graus praticamente exatos envolvendo os luminares (Sol e Lua) e o planeta Júpiter, exaltado na casa X (Meio do céu) e no próprio signo, Sagitário!

 

Aparentemente, isso é um excelente sinal e augúrio, já que Júpiter se relaciona diretamente com a identidade de Jesus Cristo e do Sexto Anjo, enquanto Sol e Lua são personificações astrológicas da alquimia do binário, Yang-Yin, e me pareceu um sinal de Cristo diante de suas duas testemunhas (Apocalipse 11), prestes a começarem sua missão no mundo.

 

 

 

O que quero dizer é que houve sim uma poderosa e positiva sinalização espiritual na configuração destes astros naquele dia e hora, e que, diante de tal configuração, as forças ocultas promoveram um ataque astral súbito contra a catedral de Paris, dentro de uma conotação profética relacionada ao contexto total das profecias do Apocalipse 12, disparadas desde o sinal astronômico de 23 de Setembro de 2017 na constelação da Mãe Virginal.

 

Está circulando agora na internet uma notícia que fala de uma possível profecia de Nostradamus cumprida debaixo deste evento de Paris.

 

 

 

“A cabeça de Áries, Júpiter e Saturno, Deus eterno, que mudanças podem ser esperadas?
Depois de um longo século, o mal retornará. França e Itália, quantas emoções vão acontecer?”

*****

 

Apesar do Sol estar em Áries, e Júpiter envolvido no trígono de fogo, a declaração desta quadra é muito vaga e com pouca referência ao evento de Paris, o incêndio da catedral Notre Dame.

 

Por isso, eu atribuo muito mais a relação direta com A CONTINUIDADE DAS PROFECIAS DO APOCALIPSE 12, iniciadas naquele sinal astronômico de 23 de Setembro de 2019, sob Virgem, que é venerada nesta e em todas as outras Catedrais Notre Dame da França!

 

 

 

Analisando a data, 15.04.2019, podemos reagrupar os números de outra forma:

5411 – 29, que produzirá o valor 11-11, código das duas testemunhas do Apocalipse (11).

 

Além disso, noutro agrupamento (541-291) o número 541 é o número de Israel na Cabala (IshRAL = 10+300+200+1+30) enquanto 291 é o número da palavra Érets, que é o termo para Terra, mundo
(ARTs, 1+200+90)

Aliás, não é em Israel 70 anos que acontecem os esforços para a reconstrução do templo destruído em Jerusalém, para recepcionar o MESSIAS DELES?

 

E Macron não está prometendo reconstruir o templo destruído de Paris?

 

Uma continuação do Apocalipse 12 acontece aqui.

 

Notícia de última hora:

 

 

Mesquita histórica de Jerusalém pega fogo na mesma hora em que a Catedral de Notre-Dame
A mesquita Al-Aqsa, a maior de Jerusalém, foi atingida por um incêndio na mesma hora em que a Catedral de Notre-Dame, em Paris, ardia em chamas. Não houve feridos nem prejuízos significativos causados pelo fogo. Tudo indica que a ocorrência simultânea dos dois incidentes seja coincidência.

Segundo a imprensa palestina, o fogo começou em uma sala destinada aos seguranças. Os bombeiros conseguiram conter as chamas rapidamente. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio.

Considerado o terceiro local mais sagrado para o Islã, a mesquita Al-Aqsa tem capacidade para receber cerca de cinco mil pessoas. A estrutura atual do templo remete ao século XI. Durante o período do reino de Jerusalém (1099-1291), o local serviu como palácio real e mais tarde como quartel general dos Cavaleiros Templários. Quando Saladino conquistou Jerusalém, o espaço retornou às suas funções de mesquita.

A mesquita tornou-se um dos símbolos do movimento nacionalista palestino. Quando o estado de Israel conquistou Jerusalém Oriental em 1967, manteve a administração do templo nas mãos dos muçulmanos.

******************************************

Difícil achar que tudo não passa de mera coincidência….
Até porque essa Mesquita aí fica na mesma área do antigo templo de Salomão, o qual, destruído, Israel 70 pretende reconstruir…
Coincidência é o argumento de quem não consegue enxergar a linha de conexão entre eventos aparentemente separados no espaço e no tempo, mas interligados na teia quântica (Microcosmos) do destino articulada pela influência dos astros em alinhamento de padrões determinísticos (Macrocosmos).
*****************************************

Nada é por acaso ou acidental… quando exploramos os detalhes mais profundos dos eventos interligados a uma rede invisível de processos que tem, nas profecias, a sua forma mais acessível de compreensão e preparação.
O que esquecemos no dia de ontem, o Livro dos registros do tempo usa como marcador da página anterior de sua escritura no hoje, no agora…

As ressonâncias acontecem… trombetas invisíveis anunciando a chegada de todas as coisas declaradas em profecia.

Vigiai e orai, sempre!

 

 

 

A Mensagem da Cruz no incêndio da Catedral de Notre Dame

Muitas mensagens podem ser intuídas nessa imagem da cruz resplandecente dentro do edifício destruído pelo incêndio daquela Catedral parisiense no dia 15 de Abril

1. A Verdade de Cristo é eterna, e não poderá ser corrompida pelos maus caminhos da Igreja, seja ela católica, ortodoxa ou protestante e afins.

2. A Verdade de Cristo não pode ser confinada a uma religião, templo, seita ou doutrina proselitista. Ela é universal e abarca todas as religiões, de todas as partes do mundo e de todas as épocas.

3. Por mais que a Nova Ordem Mundial realize suas manobras ocultas, talvez plantando este incêndio propositalmente para outras finalidades, no final a Verdade irá aparecer.

4. Quem segue a Verdade de Cristo escrita na cruz, triunfará sobre todos os obstáculos, superará todos os incêndios, navegará todas as inundações, vencerá todos os inimigos e contornará todas as oposições. Porque ele e Cristo são UM.

5. Porque o verdadeiro templo que contém a Verdade brilhante e libertadora de Cristo não é de pedra, e sim o santuário do coração tranquilo em estado de comunhão com o Pai. E quando dois ou mais irmãos se reunirem em nome dessa Verdade da Cruz, ali se erguerá um verdadeiro templo entre eles, não de pedra, mas de amor. E nesse templo, elevarão suas orações ao universo e serão atendidos. E o mundo será curado. E a Igreja terrena será purificada pelo Fogo da Misericórdia Divina.

 

 

Sinais no incêndio da Catedral Notre Dame de Paris

A imagem de Jesus Cristo?

É o que alega Lesley Rowan, de Alexandria, Escócia, ao extrair esse perfil de Cristo em pé, com seu manto, em meio às chamas de Notre Dame Catedral.

A grande verdade é que esse incêndio, natural ou proposital, impactou o mundo, e com certeza carrega mensagens implícitas ao símbolo, por exemplo, que a Igreja católica, ortodoxa, protestante, e todas as outras instituições religiosas neste mundo já corrompidas pelo materialismo e pelos interesses políticos dos líderes da Terra (o que declara expressamente o Apocalipse 17, e a Grande Meretriz não é só o Vaticano, mas todas as instituições vendidas às políticas mundiais articuladas por trás da Nova Ordem Mundial) … a declaração não poderia ser mais clara:

Acabou o ciclo da Igreja mundana para começar o ciclo da Igreja celestial.

Porque, se a Primeira Besta controla todas as políticas mundiais, sabemos que a Segunda Besta já controla todas as religiões e culturas do mundo moderno, cada vez mais perto dos prodígios tecnológicos que darão imagem e fôlego a Besta, a ser adorada no mundo no lugar do espírito, porque tentará simular a criação da vida, como o espírito, e tudo não passará de uma mentira montada a céu aberto.

O fim da Igreja mundana (de todas as ordens e fileiras, não só a católica, porque todas se corromperam) é um dos mais fortes sinais do regresso de Cristo.
E parece que o incêndio da Catedral de Paris é um destes fortes sinais.

 

JP em 20.04.2019

 

 

Veja também:

A SÉTIMA LUA DE SANGUE – 21.01.2019

 

JP em 16.04.2019

 

 

 

Comentários