A Sétima Porta

 

 

 

Chakras ou Rodas são pequenos vórtices de energia eletromagnética nervosa que realizam comunicação entre o corpo físico denso e o corpo etérico sutil, servindo de base de operação para a alma encarnada e seus movimentos energéticos internos, em todos os seus veículos.

Os chakras mais “psíquicos” são, claro, aqueles que se encontram na cabeça, e curiosamente, na cabeça possuimos sete aberturas ou portas sensoriais: dois olhos, dois ouvidos, duas narinas e uma boca, aberturas sensoriais que captam informações do mundo externo (visão, audição, olfato, gustação – só faltando o sentido do tato, que se espalha por todo o corpo físico no nosso maior órgão constituído, a pele, repleta de terminais nervosos.

Simbolicamente, temos sete portas de percepção na cabeça, o que estabelece uma analogia interessante com o sétimo chakra, ou a sétima porta a ser aberta em termos de percepção aumentada, aquela sétima órbita da energia vital que cria na nossa mente a vibração que a prepara para receber as informações e dados da Mente Cósmica e seguir construindo uma consciência com base na experimentação direta da Fonte.

Não é este o argumento central da ciência? A confirmação dos eventos através de dados experimentais concretos?
É isso o que o homem desperto procura ao calibrar seus instrumentos de percepção mental com a fonte dos dados universais, muito além do jogo tridimensional mensurável da matéria e energia combatendo-se mutuamente nos cenários do espaço-tempo, porque os instrumentos da mente desperta estão habilitados a sondar o Universo em sua causa original, que é o princípio consciente e a mente inteligente!

Como numa ressonância entre o planeta menor e o Sol maior que ela orbita, ou o elétron atraído pelo núcleo atômico de carga positiva… assim é a nossa mente individual orbitando numa determinada camada a Mente Infinita, pela qual sempre se sentirá atraída, fator esse que representa o impulso real da evolução humana e de toda alma auto-consciente na direção da Consciência cósmica.

 

 

Crop circle de 22.7.2004, Inglaterra, mostrando a série dos sete chakras e, ao lado, a cruz suástica que representa o chakra fundamental de quatro pétalas despertando na base e promovendo a ascensão das energias internas transmutadas em processo de abertura mental

 

 

A atenção localizada

Fazendo a ponte entre o corpo e a mente, os cinco sentidos controlados podem e devem nos ajudar nas práticas de concentração nas energias internas que, assim, amplificamos.

Por exemplo, quando algo ou alguém nos toca numa parte qualquer do nosso corpo, nossa mente desloca temporariamente a nossa atenção a este ponto por causa do sentido do tato, enviando informações nervosas ao cérebro, que assimila, analisa e interpreta a fonte neurológica do sinal em frações de segundo!

Com uma dor localizada acontece a mesma coisa, e todas as sensações localizadas pela mente, agradáveis ou desagradáveis, prazerosas ou dolorosas, voluntárias ou involuntárias, precisam dos cinco sentidos intercedendo ente corpo e mente.

Essa informação é útil aqui, pois, na prática abaixo, vamos nos concentrar no pulso do coração, que podemos captar por uma espécie de TATO interno.
Um médico ou nós mesmos podemos captar externamente o pulso cardíaco com a mão ou os dedos em certas partes do corpo, como o pescoço, o pulso ou o peito. Mas nesta prática, precisamos desenvolver o “tato interno” para captar a pulsação cardíaca, e esse tato interno será a ponte de ligação entre o corpo físico relaxado e a atenção mental concentrada.

Essa é uma ferramenta importante nas práticas, aprender a captar com a atenção a pulsação cardíaca, que é a nossa vibração matricial, e deslocá-la para qualquer outra parte do corpo, a cabeça, por exemplo, intensificando assim os vórtices psíquicos ali existentes, fazendo ressoar a sétima corda, a sétima órbita vital ou sétima porta da percepção mental!

 

 

 

 

Instruções para o despertar da consciência nos crops circles

Sempre julguei que uma parte substancial da mensagem crop circle se destinava a instruir a humanidade adormecida na matéria a despertar os sentidos superiores da mente que permitissem uma abertura da consciência, sem a qual o CONTATO consciente com os seres inteligentes do Universo seria impossível.

É como se eles tentassem primeiro nos ensinar o idioma (deles) estrangeiro antes de nos enviar numa viagem aos países onde aquele idioma é falado: o idioma da consciência desperta.

Tenho muitos exemplos de crops circles, e venho comentando vários deles, e hoje, separei este belo modelo do ano de 2010, Inglaterra, do dia 25 de Junho.

Este belo modelo combina a imagem de um Olho central com um vórtice externo, estando o Olho no centro de um vórtice de 12 faixas duplas. E dentro do olho, um campo igualmente duplo de quadriláteros formados pela série numérica de 1 a 9.

Cada campo soma, então (1+2+3+4+5+6+7+8+9 = 45) 45 quadriláteros que, dobrados, somam 90 no total.

Esse número de quadriláteros, 90, é aproximadamente o número de pétalas do Chakra Ajna, sede do controle mental, que possui 96 pétalas, e sabemos que este chakra Ajna, Terceiro Olho, localizado no centro inferior da testa, se conecta com o chakra superior, coronário, este com 960 pétalas externas e 12 internas, de modo que este crop circle, na sua rica estrutura, confirma nossas teorias até então, de que o Chakra Ajna, o Sexto (terceiro olho) é a sede de controle do poder mental transferido ao chakra superior que, estimulado, gira com mais intensidade até abrir o Lótus das Mil Pétalas para receber a luz do Sol Absoluto, que significa o sentido da Onisciência espiritual, quando a nossa consciência individual experimenta a fusão com a consciência cósmica, nem que seja por alguns raros instantes em que nossa mente alcança tal status transcendental!

A imagem do crop circle mostra claramente o Terceiro Olho (Ajna) de 96 pétalas se conectando com o vórtice superior, 12 pétalas duplas, que é o centro nervoso do Chakra coronário, aquela sétima porta que se abre para a Luz Universal.

 

 

Desde o começo, os Irmãos Maiores estão entregando preciosas ferramentas de auto-conhecimento e despertar da humanidade adormecida no sonho da matéria, sendo essa a sua queda permanente, terceiro olho cegado pela hipnose das ilusões.

E a chave central deste lindo crop circle é:

Concentre sua energia mental no centro da testa e transfira ela para o alto da cabeça até alcançar uma pulsação suave que, estremecendo toda a cabeça, seja o sintoma de que a sétima porta para o estado de Onisciência está se abrindo!

 

JP em 11.12.2019

Comentários
Compartilhar