Templates by BIGtheme NET

A Missão da Abelha

 

 

Neste mundo existe o bem e o mal.

Neste mundo existem almas que são como almas de mosquitos,  e almas que são como almas de abelhas.

Mas se de um lado existem os mosquitos que só transmitem doenças e males, de outro, existem as abelhas, que beijam as flores, dão mel e própolis e só trazem benefício ao homem, benefício que significa a própria vida na Terra.

De um lado, existem pessoas que só usam as palavras para transmitir males e ideias más, e de outro, existem pessoas que usam a palavra para cantar, para orar, para agradecer e bendizer a Deus e ao semelhante.

Quando as abelhas sumirem, então podemos interpretar isso como grave sinal do fim.

Pelo menos, Einstein achava isso. E eu acho também.

Crescem os mosquitos, rareiam as abelhas.

Cresce o mal, rareia o bem.

Alguns nascem para carreira de mosquito, propagando só o que não presta.

Poucos nascem para a carreira de abelha, destilando o mel da flor e partilhando o melhor da vida …

Seria um grande desperdício e um contra- senso se toda esta beleza por Deus criada neste mundo e no Universo inteiro  fosse somente uma holografia.

Imagens holográficas não tem vida. São miragens.

Essas modernas teorias tecnicistas que procuram definir a Criação como pura holografia são, de longe, inconsequentes, e não avaliam a base do conceito “criatura e Criador”, que tem na criatura e coisa criada, o reflexo de sua própria beleza, como num espelho.

Bendita a alma que sabe ler a religião sem palavras na assinatura divina em todas as imagens de beleza cósmica que seus olhos podem observar e seus lábios louvar e agradecer.

Somos como ilhas de consciência cercados de beleza divina por todos os lados, mas as teses do Ateísmo são cegas a este modelo.

Porque só a beleza de dentro vê e reconhece a beleza de fora.

A beleza está na emoção que determinada imagem nos transmite.

Isso é o real da coisa toda. Se a imagem serviu para tocar o coração das melhores e mais conscientes emoções, então a “holografia” da flor cumpriu o seu papel.

E a consciência abençoa a luz por isso, e se despede da imagem “holográfica” da flor, tão efêmera quanto ela mesma.

Todas as projeções do Universo servem apenas para nos nutrir a consciência do valor das coisas em si mesmas.

Sábio é cumprir esse papel da melhor forma possível e não se apegar a imagem alguma, já que passam como nuvens que dão sua chuva e desaparecem.

O valor da flor passageira está nas boas emoções que elas propagam ao redor.

O valor da nossa existência está em todo bem que pudemos fazer florescer sobre essa terra árida e cada vez mais seca de nobreza, honra, justiça e verdade.

E se morrermos no final da boa luta, melhor ainda, porque de nosso fim sairão as sementes de novos começos dos que chegam depois.

E isso será celebrado no céu como o diploma da nossa emancipação da vida física finita e entrada na vida espiritual e cósmica infinita.

Quando só existirem mosquitos neste mundo, então Deus tomará suas almas-abelhas para trabalhar nas colméias do Sol… mas e o destino dos mosquitos?

Desaparecer no nada, porque só permanece o que é útil no universo.
Todo inútil apenas desaparece e é esquecido… sem mágoas.

Que cada um possa então construir consciência sorvendo toda a beleza que há no universo, como a abelha sorvendo o néctar das abundantes flores do seu caminho.

Porque a Nova Ordem High Tech está induzindo a consciência da massa a acreditar mesmo que tudo no Universo é um grande programa de computador de aliens fazendo holografias.

Sem perceber que, no fundo, essa Nova Ordem está transformando as pessoas em seres holográficos manipuláveis pelos seus comandos.

A missão da abelha não existiria se ela não fosse aparelhada para identificar a beleza da flor no seu caminho…

Enquanto a Beleza divina continuará crescendo e se multiplicando ao Infinito, servindo aos corações que sabem beber dela, com reverência, humildade e gratidão.

O Amor é uma energia presente em tudo, e tudo o que ele cria, não é mera holografia.

E ainda que a flor desapareça daqui a alguns dias, a assinatura da missão cumprida daquela pequena flor passará para o Livro da Eternidade.

E será celebrizada por ter conquistado o coração de muitas abelhas atraídas por seu aroma e néctar de beleza.

 

JP em 13.06.2019

 

 

JP em 13.06.2019

Comentários