Templates by BIGtheme NET

A incrível mensagem do sexto crop circle da França

 

Tudo começou com o crop circle da formiga, em 21 de Junho, que eu predisse apareceria (por ser o dia sagrado do Hemisfério Norte).

 

E depois, avaliando os sete níveis geométricos da formiga, disse que, em 26 ou 27 de Junho, eventos ou novos crops circles viriam.

 

E vieram.

Em 26 de Junho na França, o sexto.
E em 27 de Junho na Holanda.

 

 

Começo avaliando o crop circle da Holanda, que eu decifrei antes.

Ele mostra uma estrela de seis pontas e 18 círculos em órbita (3×6).
Podem haver outros crops circles hoje.
Mas esse aí já fornece interpretações interessantes.
Porque o grande eclipse é no sexto dia a contar de hoje (27/06 a 02/07: e temos uma geometria de seis raios aqui.

 

 

O Eclipse solar

Através de um diagrama preliminar, vemos que a formação da Holanda é dupla, e a principal, mostra um grande círculo central (a Terra) cercado por seis direções de três circulos (do mesmo tamanho) como que alinhados em direções diferentes ao redor da Terra.

Transportando isso ao mapa astral do dia do eclipse solar de 2 de julho, vemos algo semelhante ali.

Temos uma distribuição planetária realmente definida em seis direções (seis grupos planetários).

1. O grupo do eclipse: Sol-Lua-Vênus
2. Urano
3. Netuno
4. Saturno-Plutão
5. Júpiter
6. Marte e Mercúrio

Note que o cabo-de-guerra desse jogo, onde se concentrará a maior força, se encontra no eixo do eclipse (1) oposto a Saturno-Plutão (4) e com Júpiter (5) grande massa planetária, nas proximidades.

O círculo azul central é a Terra recebendo toda essa carga de energia.

Essa é outra disposição planetária em nosso céu, não do ponto de vista heliocêntrico da astronomia, mas do ponto de vista geocêntrico da astrologia, e por isso, alguns alinhamentos não aparecem nesse modelo.
Mas estão lá, seguramente.

 

 

Os dois crops circles da Holanda

Na verdade, com a ajuda do amigo Dennis, pudemos ver que esse outro crop circle é, na verdade, o primeiro pictograma que apareceu por lá, no mesmo campo, há exatamente um mês, em 27 de Maio, o que me sugere a indicação de um ciclo lunar, e indiretamente, ao eclipse a frente.

Outro detalhe é que este novo crop circle foi desenhado na mesma linha de orientação do campo de cultivo, alinhado com o primeiro, então, como que desejando completar o sentido dele.

Como escrevi no primeiro, vi ali um modelo astronômico simples de oposição planetária, e observando o mapa astral do dia do eclipse (2 de julho), vemos realmente oposições planetárias acentuadas, e os grupos em oposição que eu destaco são os grupos 1 e 6 contra
4 e 5.

Oposições são alinhamentos entre grupos planetários em direções opostas do céu na observação da Terra, e neste caso, de um lado, ficarão reunidos Sol, Lua, Vênus, Marte e Mercúrio de um lado do céu, e Jupiter, Saturno e Plutão, do outro lado do céu. A Terra fica no meio do cabo-de-guerra, a oposição.

Esse primeiro pictograma holandês mostra esse modelo simples.

E outro detalhe: o padrão 3 nos círculos foi repetido.
No primeiro, cada eixo tem 3 círculos, e no segundo, cada um dos seis eixos, repetindo o arranjo dos planetas no céu em 2 de julho, tem três círculos cada, como que representando somas de energias de planetas agrupados.

E mais: fazendo cada eixo tomar o número 333, temos seis eixos:
6 x 333 = 1998
1998 + 1 (círculo grande central) = 1999.

Não é a primeira vez que vejo um crop circle fazer referência a 1999 e o grande eclipse profético de Nostradamus (11 de Agosto de 1999), na quadra X-72.

E um detalhe: dia 2/7, inverte em 7/2 (72).

 

Então, um dia antes (mas registro feito no site oficial somente hoje, 28.06), um belo crop circle apareceu.

 

 

França crop circle 26.06.2019

Parcay-Meslay, Nr Tours, Touraine

No dia especial, 26.06.2019, como falamos antes, que somava 26, e entre os dias 26 e 27, eu falei na possibilidade de novos crops circles, e se um apareceu na Holanda, com seis eixos, este apareceu no dia 16 na França, com os mesmos seis eixos, a seis dias do eclipse solar de 2.7.2019, e mais uma vez, repetindo o padrão dos ALinhamentos, como todos podem ver.

Seis eixos alternando 3-5 círculos em linha, e no centro, três círculos em disposição triangular.

O Sexto crop circle na França desde 01.06.2019, e todos estes padrões do número 6 foram nele marcados.

 

 

Analogia evidente com o crop circle da Holanda, um dia depois (27.06) e o padrão de distribuição planetária no dia do eclipse solar, 2 de julho.
Então, é outra repetição notável do tema, ao estilo dos PADRÕES!

 

 

 

Contagem regressiva?

Este é o sexto crop circle confirmado na França, desde o primeiro deles, no dia 01 de Junho, em Notre Dame de France, 20 km Sul de Paris.

Enquanto os quatro primeiros crops circles repetiram padrões de alinhamentos, como temos visto até agora (e repare, o crop circle 2, de Menetou-Salon, possui os mesmos cinco círculos no eixo de alinhamento que este novo crop circle) este novo crop circle repetiu o padrão da Flor da Vida (hexagonal) que apareceu no último crop circle antes deste, em Saint Jean de Bassel, no dia 17 de Junho.

Ou seja, este sexto crop circle (e tudo tem a assinatura do Seis aqui) é uma soma do padrão dos alinhamentos mais o padrão Flor da Vida, reunindo todas as simbologias das formações francesas num único modelo, a seis dias (contando de 26.06) do eclipse de 2 de Julho.

E se alinharmos a série dos círculos do eixo maior com o centro, contando desde 26/06, alcançaremos o centro geométrico do crop circle exatamente no dia 02/07.

Sinceramente, acho que o padrão da energia planetária vai mudar a partir deste dia e mês de julho.

Energias de impacto que vão causar, de uma parte, cataclismos, e de outra, renovações e renascimentos.

Toda energia é neutra, e se ela entra num sistema de uma forma transformadora, é sempre com o objetivo de reciclar e renovar o próprio sistema.

Mais uma vez, sinto estarmos diante de uma contagem regressiva, e quando as colinas caírem, e quando a terra tremer e rachar, e quando o Sol vomitar seu calor, e quando o vento soprar, e quando as ondas se levantarem… saberemos que, em algum lugar do Universo, em toda parte, aquela santa Criança nasceu.

E que somos parte desse Nascimento.

 

 

Os Números de Deus

Este crop circle reune os Números de Deus de uma forma incomum e rara.
A começar pela data de seu surgimento, 26.06.2019, que soma 26, e que soma 8 (2+6+6+2+1+9 = 26, 2+6 = 8)

Aquele dia especial, que mencionamos antes.

Porque YHWH, o Santo Nome de Deus na chave do Tetragrama, vale 26 – Yod-He-Vav-He (10+5+6+5)

Depois, olhamos a quantidade do número SEIS marcando esse modelo. Forma hexagonal, sexto crop circle da França em Junho, que é o mês seis.

A Estrela de Seis Pontas, a Flor da Vida, o Cubo de Metatron nas soluções cabalistas desta imagem, porque se existe um nascimento, existe a explosão da energia do espírito na matéria, e esses alinhamentos planetários, eclipses e tudo mais, podem ser usados pelo Espírito como suporte de energias para promover este místico nascimento anunciado nas Catedrais e nas profecias do Apocalipse (12).

A imagem tem três eixos, em dois arranjos duplicados, ou seja, eixos 5-3, de ponta a ponta.
Some então 5+3 = 8.
E se são três eixos, 5-3, 5-3, 5-3, isso soma, no total, 888!
Este é outro Número de Deus, além do 26.
Porque é o Número do Infinito triplicado.
A Santíssima Trindade.

E no centro do Hexagrama, temos a explosão do Santo Três, quando o espírito explode na energia que vem dos alinhamentos, para promover nascimentos e renovações no mundo material (forma).

Mas a chave bíblica e cabalista mais interessante é uma proporção encontrada tanto na Arca de Noé como na Arca da Aliança.

Arca de Noé: (300 c) x (50 c) x (30 c)
Arca da Aliança: (2.5 c) x (1.5 c) x (1.5 c)

Há uma repetição em ambas as dimensões, na proporção

50/30 = 2.5/1.5 = 5/3 = 1.666.666.666…

E olhem agora para o Cubo de Metatron.
Ele tem cinco círculos no diâmetro, e três círculos no raio (metade do diâmetro).

Ele traz a mesma proporção 5/3 das Arcas, e do novo crop circle da França, que também é um hexagrama.
Chave de portais associados a frequências secretas…

O que concluir?

Estamos diante de um Ovo de energia espiritual concentrada prestes a explodir e manifestar vida nova e consciência nova em todas as almas encarnadas que puderem alinhar-se com este raro momento do Universo em flor, que precisa morrer para dar seu fruto.

E o fruto da flor de Deus só pode brotar quando os alinhamentos da energia cósmica se padronizam conforme os números e as proporções do espírito, para que a vida aconteça na matéria!

Eis a chave de ouro da verdadeira espiritualidade consciente na vida que renasce e desperta!

(***)

Ps: além de alinhamentos, podemos incluir aí a visão de asteroides caindo na Terra, numa concepção mais pessimista, embora realista.

 

 

 

Mapa da França e o novo crop circle de 26.06.2019

Parçay-Meslay, França

Este é o sexto crop circle da França no mês de Junho (mês seis).

Mais uma “estrela” no nosso mapa da França foi acrescentada, e tenho a sensação nítida de que “eles” estão desenhando uma constelação estelar conhecida aqui.

Poderão vir novos crops circles que aumentem esse desenho, e melhorem nossa imagem.
Porém, todos estão aparecendo no Norte da França, onde se encontram as magníficas catedrais góticas templárias, em cidades que desenham a constelação de Virgem na visão aérea, como temos falado.

A analogia é clara.
Eles pretendem compor algo parecido aqui!
(Penso na constelação Canis Major, da Estrela Sirius, sendo desenhada).

 

 

Agora, veja o brasão da vila de Parçay-Melay.

Temos uma árvore com seis flores (ou frutos?)

Mas não se parece nem com uma videira e nem com cachos de uvas estas flores ou frutos amarelos, simbólicos para aquela vila.

Porém, a face do trabalhador entre os cachos de uva fazem associação com as videiras da região.

E na verdade, aquela árvore e os seus seis frutos dourados são de “Néflier” ou Nesperas.

A nêspera (Mespilus germanica L.) às vezes também chamado Mélier em algumas regiões) é uma espécie de pequenas árvores de frutos da família das Rosaceae, cultivada por seus frutos consumidos maduros : a nêspera . Esta árvore muito resistente não deve ser confundida com a nespereira de países quentes, com frutos amarelos e carnudos.

A árvore com dourados frutos de “néflier” simboliza um conselho cauteloso, no escudo de armas da Vila de Parçay-Meslay.

Seu nome científico vem do latim mespilum , uma palavra emprestada de “mespilon” grego: essa palavra seria formada pelas palavras gregas mesos e pilos, forma de bola, com referência à forma hemisférica da fruta.

Mais uma conexão com o Seis e o hexagrama deste crop circle: porque, no brasão, a árvore tem 6 frutos!
E os círculos do crop circle parecem frutos se abrindo, ovos eclodindo!

Isso é o que revela outra imagem cabalística importante, o Fruto da Vida.

Fruto da vida, flor da vida, Árvore da Vida, Ovo de energias espirituais na matéria, segundo nascimento, a Divina Criança chegando nos alinhamentos e energias cósmicas em direção a Terra no Ovo do Eclipse solar de Julho?
Não é este crop circle a imagem da Árvore da Vida e do Fruto da Vida?

Pelo menos, é o que declaram os padrões de repetição.

 

 

Depois de 2000 anos, vai cair do céu um novo Fruto da Árvore da Vida!

(Reunindo a grande maioria dos crops circles até agora numa análise de conjunto)

Dentro do núcleo das energias cósmicas geradas em julho, haverá uma nova criação divina na Terra, e um Ovo eclodirá, e um fruto romperá, e uma Criança nascerá, e uma nova vida e consciência divina se levantarão na Terra.

Essa é a profecia central escrita em todas as catedrais góticas templárias Notre Dame do norte da França, onde todos estes crops circles estão aparecendo.

Memorial do Apocalipse 12 escrito na pedra!

 

 

JP em 28.06.2019

 

 

Um Ovo de Energias no núcleo do Sistema

Agora, a análise astronômica, que repete, como eu disse, os modelos da França, Holanda e a construção da Formiga crop circle.

Tudo começa neste núcleo que tem três círculos em disposição triangular (repetem o modelo de Long Wood, 3 de Junho), dando a entender um processo de síntese de energias no núcleo do sistema, um Ovo que está sendo formado faz algum tempo, e que me parece estará pronto para eclodir no mês que vem, julho e todos aqueles alinhamentos.

Este crop circle, além de repetir em seus traços o argumento dos crops circles anteriores da França, combinando a Flor da Vida de Saint Jean de Bassel com os pictogramas (marcadores astronômicos) dos outros locais, combina duas visões do céu: a visão pelo sistema geocêntrico (mapa celeste, ou mapa astral, a configuração planetária no céu vista da Terra) e a visão do sistema heliocêntrico (desenho do sistema solar).

Na visão do sistema solar, podemos ver esse núcleo de três forças se somando, num processo de síntese, representando possíveis ocorrências de energia no Sol, no núcleo solar. Ejeções, explosões solares, fenômenos que sempre começam no Sol e repercutem depois aos planetas.

Temos dois anéis, as órbitas dos planetas internos, Mercúrio e Vênus. Externamente ao segundo anel, seria a posição da Terra neste modelo. E, extensivamente, os alinhamentos mencionados, e se foram repetidos em seis raios, é para fazer relação de imagem com o símbolo do Hexagrama e o fruto da vida.

Afinal, se a Flor da Vida apareceu em Saint Jean de Bassel em 17 de Junho, depois da Flor, vem o fruto, e o Fruto da Vida apareceu em 26 de Junho, na mesma França, 9 dias depois (e 9 significa gestação, nascimento).

Tudo muito ajustado até aqui!

O Fruto da Vida desce do céu na energia cósmica de Julho, não só no dia 2, mas a partir do dia 2, com maior intensidade.

Esse crop circle representou, de forma magistral, aquelas duas visões do céu, a geocêntrica e a heliocêntrica, porque, se na visão do sistema solar (heliocêntrica) temos a fileira de planetas em dois eixos, como vimos antes, na visão aqui da Terra (geocêntrica, como usa a Astrologia) temos, no eixo central do alinhamento, cinco astros de um lado do céu, e três astros do outro lado do céu!

Exatamente como estes eixos dispuseram: cinco círculos de um lado, e três círculos de outro lado!
Todo esse jogo de forças alinhadas serão concentradas no núcleo do sistema, seja o Sol, seja a Terra, num processo de síntese (os três circulos como que entrando em fusão no centro).

E numa linha astronômica, eles podem representar o Sol, a Lua e a Terra, que são os astros cujas energias são mais próximas e diretas em nossa Biosfera.

Analisando os mapas, o mapa 1 (heliocêntrico) mostra os alinhamentos, com cinco astros na parte interna do Sistema Solar, em volta da Terra (Sol, Lua, Mercurio, Venus e Marte) e, na parte externa, três astros (Júpiter, Saturno e Plutão).

No mapa 2 (geocêntrico), vemos a mesma coisa, mas sob o ponto de vista da Terra: de um lado do céu, cinco astros, e do outro lado, três astros.

Em ambos os mapas, vemos que apenas Urano e Netuno estão deslocados destes grupos de alinhamentos.

E a forma como o crop circle retratou esta disposição planetária no dia do eclipse solar é formidável.

Não tenho dúvidas de que poderosas energias cósmicas serão sintetizadas no mês que vem.

Tanto que, além dos eventos previstos, poderemos ter um (ou mais) belo e significativo crop circle justamente no dia do eclipse solar, enviando mais detalhes sobre tudo isso.

Observem que, até este ponto das minhas análises crop circle desde o primeiro da temporada (Horton, o Ovo de 2 de março), eu segui usando 3 ferramentas:
1. Conhecimento de simbologias
2. Detecção de padrões
3. Análise de conjuntos

Isso é a base da minha técnica.
A seguir, no Manual de Interpretação Crop Circle.

 

 

O Cordeiro e a Estrela de Belém

Encontrei o crop circle do ano passado, 2018, justamente o último, o que selou a temporada 2018 na Inglaterra, e que tem conexão direta com todas as mensagens interligadas dos (poucos) crops circles da atual temporada 2019, conforme a análise que venho sustentando até aqui.

Ele apareceu em duas fases.
Primeiro, um crop circle irregular, no dia 1 de Julho de 2018 (praticamente um ano antes do eclipse solar de agora, 2 de Julho), mostrando o sistema solar simples, Sol e duas órbitas (Anéis), Mercurio e Vênus (exatamente como no crop circle recente da França, centro e dois anéis comportando o hexagrama).

Depois, em 19 de agosto, sobre este mesmo modelo, os autores crops circles projetaram uma nova forma, de uma Estrela de Seis Pontas (símbolo de Israel, ou estrela macrocósmica, o Universo criado em 6 dias), e no centro, um pequeno borrão que, quando foi ampliado, mostrou-se como a cara de uma Ovelha ou Cordeiro!

Como os crops circles tem a mesma estrutura hexagonal, foi fácil aplicar aqui a sobreposição, e o que vemos?
A cabeça da ovelha ou cordeiro acoplada no centro das três esferas de energia que se somam, num processo de síntese cosmo-espiritual.

E para quem não acredita que isso possa existir, não devemos nos esquecer que o próprio Jesus Cristo foi anunciado e também veio ao mundo sob a irradiação de uma Estrela (a Estrela de Belém, Sirius, na alegoria cristã).

Por isso, é importante saber que uma nova vida e consciência divina deve chegar ao planeta brevemente, ao menos, é o que dizem os crops circles.

Obs:

O último eclipse solar total que nosso planeta experimentou foi o Grande Eclipse Americano, que escureceu o céu dos Estados Unidos do ocidente para a costa leste em 21 de agosto de 2017.
O próximo eclipse total será em 2 de julho, visível no Pacífico Sul e América do Sul.

Pode ser que ambos os eclipses do Sol se conectem em impactos de energia, porque o eclipse de 21 de agosto teve violentos impactos sobre a Terra, furacões, terremotos e vulcões.

Agora, é provável que a maioria da humanidade só testemunhe a parte negativa da energia dos alinhamentos, as catástrofes, porque a parte positiva, que diz respeito ao nascimento da Criança de Deus, poucos testemunharão.
E por causa disso, a maioria que dorme continuará dizendo: nada aconteceu e nada acontecerá.

Mas se as catástrofes vierem, e quando vierem, elas serão a prova. Porque, se no negativo aconteceu (e já está acontecendo) é porque, no positivo, aconteceu também (e já está acontecendo).

 

JP em 29.06.2019

 

Comentários