Templates by BIGtheme NET

A Guerra no Iraque e a Tecnologia Extraterrestre

Em 1976, um estudioso que traduzia antigos cuneiformes Sumérios publicou o seu primeiro livro, ‘O 12º Planeta’. Zecharia Sitchin descreveu as maravilhas tecnológicas e o vasto conhecimento da antiga civilização da Suméria.

cuneiforme sumerios - To no Cosmos

A maior controvérsia de seu trabalho, foi que Zecharia afirmava que os Sumérios foram influenciados a construir sua civilização com a ajudado dos Anunnaki (na língua suméria significa ‘aqueles que veem dos Céus para a Terra’). Ele descreveu a tecnologia que os Anunnaki possuíam, e sua partida do planeta em torno de 1700 a.C.

Sitchin - To no Cosmos

Sitchin, o maior pesquisador da Cultura Suméria.

Além disso, Sitchin descreveu o planeta de origem desses seres, como um planeta misterioso que periodicamente retorna para a vizinhança do Sistema Solar a cada 3600 anos. As traduções de Sitchin quando combinadas com registros históricos e bíblicos, apoia a contribuição de raças extraterrestres em vários setores da vida humana, como por exemplo a importância da manipulação genética em nosso DNA feita por seres de outros planetas.

Consideradas por muitos bastante contraditória, as traduções de Sitchin, não passam de especulação para alguns arqueólogos, porém, há aqueles que levam o seu trabalho muito a sério.

Em 1947, os Estados Unidos juntamente com organizações clandestinas, se empenharam no desenvolvimento da engenharia reversa de uma nave, ou seja, o processo de descobrir os princípios tecnológicos de um determinado objeto, que teria caído em solo americano, e após o ocorrido o contato com os chamados ‘Grays’ se tornou mais intenso.

A tecnologia adquirida pelos Grays estava muito mais avançada do que a encontrada na Terra naquela época, e ainda continua, e logo em seguida vimos o grande avanço tecnológico que a humanidade não alcançou em milênios acontecer em poucas décadas.

O conteúdo descrito por Sitchin sobre uma raça de extraterrestres que ‘criaram’ a humanidade, chamou também a atenção do governo americano, ainda mais uma raça como os Anunnaki, com uma tecnologia mais avançada do que a dos Grays, aguçaram os seus instintos gananciosos.

ets fogo - To no CosmosAo que tudo indica, e segundo o site BibliotecaPleyades, organizações dos EUA e da Europa indubitavelmente fizeram o plano de ter pleno acesso aos territórios dos antigos Extraterrestres no Iraque que teriam deixado vestígios de seus feitos, conforme dito por Sitchin em seu livro, uma de suas prioridades, assim explorando o local em busca de respostas.

O problema foi que a Guerra Fria ainda existia, e o Iraque estava firmemente sob a influência da esfera Soviética, e a improbabilidade do Iraque colaborar com os Europeus e Americanos era óbvia. Caso o status quo, as coisas como estão, continuassem a seguir o seu percurso natural, a chance dos Russos terem posses dos territórios almejados pelos Europeus e Americanos eram nitidamente amplas, perdendo assim talvez a única maneira de explorarem o local em busca de respostas e tecnologias avançadas que poderiam haver no local.

 

Dado o cenário acima, seria improvável imaginar que as secretas organizações dos EUA/Europa não desenvolveria uma política internacional promovendo suas metas de conquistar o território iraquiano em busca das remanescentes tecnologias oriundas de outro planeta.

Essa política secreta de acordo entre países priorizou em não levantar suspeitas ou provocar um intervenção dos Soviéticos em plena Guerra Fria, e a maneira de fazê-lo foi implantando uma série de crises regionais, o que faria o Iraque por fim, dependente da assistência das nações ocidentais.

A solução encontrada pelos EUA/Europa foi de instigar o maior rival do Iraque, seu vizinho Irã, à uma guerra, assim criando oportunidades para atuar no país. A guerra entre Irã e Iraque durou 8 anos, de 1980 à 1988.

sumeria mesopotamia - To no Cosmos

O Zigurate de Ur, localizado no Iraque. Citado na Bíblia como um dos lugares que Abraão passou.

O então presidente Bush era um ex-diretor da CIA, conhecendo assim todos os planos, junto com seu amigo e ex-membro do governo James Baker, das tentativas dos EUA de garantir devido acesso ao Iraque em busca de qualquer tipo de tecnologia deixa pelos Anunnaki.

Saddam Hussein, Bush, entre outros membros e governos da época, nos leva a pensar sobre as artimanhas que os poderosos têm, e que quem não é parte da elite nem possa imaginar, movendo os seus peões para proteger o rei. 

soldados caverna - To no Cosmos

Especulações de artefatos de origem desconhecida encontrados na região por soldados.

Um outro obstáculo surge quando Bill Clinton é eleito presidente dos EUA em 1992. Diferente de Bush, Clinton não sabia das informações confidenciais dos programas secretos sobre a Tecnologia Extraterrestre possivelmente localizada no Iraque.

Quando George W. Bush, o filho, assumiu a presidência, muitos ex-membros do governo reassumiram seus respectivos cargos a fim de dar continuidade nessa busca implacável pela tecnologia desconhecida.

O que nos contam é que o principal estopim para a guerra seria o anseio das nações pelo petróleo, mas de uma forma repentina, em 2002, a Alemanha, França e Rússia demonstraram interessa em intervir no Iraque, o que não havia acontecido antes, e de acordo com o que tudo indica, esse interesse teria surgido após as referidas nações descobrirem o real desejo dos EUA de terem acesso as áreas onde alegadas tecnologias de seres extraterrestres se encontram.

Há muitos pormenores, como por exemplo a explosão da Nave Espacial Columbia em 2003, que teria sido influenciada por uma briga entre essa nações em busca da herança deixada pelos Anunnaki.

anunnaki naves - To no CosmosMas sabemos que sempre devemos questionar, e que há muitos fragmentos da verdade espalhados por aí afora.

De qualquer forma, e notável a evolução tão repentina comparado aos milênios de escuridão da humanidade nos últimos anos.

Teria sido a colaboração de seres de outros planetas? Teriam os governos encontrado tecnologias deixadas pelos seres que aqui na Terra, um dia estiveram?

O salto na evolução tecnológica que o planeta deu nas últimas décadas parece deixar uma resposta um tanto óbvia de que não foi apenas trabalho do homem terráqueo.

 

Comentários